10 dicas (muito fáceis) para ser uma (linda) parisiense

Tinha separado TRÊS LIVROS PARA AS FÉRIAS. Só que sou tão incompetente que só trouxe um e meio. Explico. Como havia escrito neste link de caixas maiúsculas e bem destacadas da primeira, frase, selecionei três livros para trazer para Punta (e os motivos estão explicados no respectivo post: A Menina que Roubava Livros, Quem é Você, Alasca? e A Terapeuta. Quantos eu coloquei na mala? Um. Porque me refiro a um e meio? Porque trouxe outro que já havia folheado mas não estava nos planos de férias: Como ser uma Parisiense em Qualquer Lugar do Mundo.

Olha!

livro-2Falei um pouco sobre ele no post COMO SER UMA PARISIENSE EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO

Eu não estava pensando em me dedicar à leitura desse livro nas férias não porque não estivesse entusiasmada, mas porque trata-se de uma leitura relativamente fácil e eu considero férias um tempo precioso para a gente se dedicar a leituras mais elaboradas (não que eu ache que Quem é Você, Alasca? seja uma leitura elaborada…). Mas enfim, aconteceu de eu separar três livros e colocar na mala apenas um e outro que não estava nos planos.

E o que aconteceu então? Não consegui ler A Menina que Roubava Livros. Olha, tentei. Mas sabe quando a leitura não engrena? A narrativa é cheia de paradinhas para citações e eu fui me irritando bastante. Então, percebi que pegava o livro para me irritar e amaldiçoar o autor. Isso estando de férias. Menos, né? Como não tenho o menor problema em abandonar leituras que não me agradam e sair no meio de sessões de cinema de filmes malas, fiz minha contribuição para a estante de livros aqui do apartamento de Punta e me vi órfã de leitura. Foi então que resolvi pegar a segunda opção: as dicas parisienses.

woman-question20O LIVRO É BOM, MARIANA?

Eu diria que é engraçadinho. Distrai, sabe assim? Tem algumas coisas interessantes que a gente pode levar para a vida, mas está longe, muuuuuiiito longe de ser uma referência como A PARISIENSE, de Inés de la Fressange. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. São incomparáveis. Ainda assim, indico a leitura e continuo achando uma presente bacaninha para dar para alguma amiga. Separei algumas dicas que me chamaram mais atenção e outras que levarei para minha vida de parisiense agora de férias em Punta e logo logo de labuta em Porto Alegre.

resenha-como-ser-parisienseTCHAN, TCHAN, TCHAN, TCHAN….

1) Não se joga o pó de café no lixo. E sim na pia. Ele limpa a gordura do encanamento e acaba com os maus cheiros.
2) Um pouco de aspirina na água das rosas faz com que elas durem mais tempo.
3) Sapatos novos e escorregadios. As profissionais da passarela riscam as solas com uma faca. Mas esfregar metade de uma batata crua também funciona.
4) Para que os cabelos brilhem: meio copo de vinagre de vinho branco na última água para enxaguar o cabelo.
5) Pele, cabelos, unhas: todos gostam de cerveja. Não a que tem álcool e dá barriga. Mas o levedo de cerveja, que a gente salpica nas saladas, nas carnes, nos legumes… e que substitui o sal.
6) Rum, mel, gemas de ovo e suco de limão: não é receita de bolo, mas uma máscara para o cabelo.
7) Na cozinha, depois de espremer o limão, esfregue o bagaço nas unhas antes de jogar no lixo: as deixa fortes e claras.
8) Depois do banho, pase água fria nos seios.
9) Na farmácia, compre por uma mixaria um óleo de amêndoas doces (da linha para bebês) e não deixe faltar jamais: ele hidrata a pele do corpo, as mãos. Use, use sempre.
10) Uma vez por semana, escove os dentes com bicarbonato de sódio. Efeito clareador garantido.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.