Gatos são carinhosos e não têm sete vidas! Cinco mitos que cercam esses adoráveis bichanos

Gateira inveterada, dona da Rose e do Gatão, a jornalista Patrícia Lima adora ler e estudar sobre os bichanos. Colaboradora do site MK, ela fez uma lista sobre os cinco principais mitos que envolvem o comportamento deste animal, que de frio e traiçoeiro, como erroneamente é visto por muitas pessoas, não tem nada.

Eles têm sete vidas?
Não se sabe ao certo de onde veio esta expressão, mas é provável que ela tenha origem no fato de o gato cair, normalmente, com as patas para baixo. A aerodinâmica de seu corpo possibilita que ele equilibre o peso e se prepare para a queda, prevenindo fraturas. Mas atenção! Não tem nada de sete vidas. Mesmo com esta característica, eles se machucam, e muito, em quedas ou acidentes. Também ficam doentes se não forem bem cuidados. Por isso, é muito importante vacinar e desverminar o seu amigo, conforme a orientação do veterinário.

nom-nom-nom

Deixa o gato passear, depois ele volta
Sim, normalmente ele volta. Mas os veterinários recomendam que os gatos não tenham acesso à rua, já que eles podem contrair uma série de doenças ao entrar em contato com outros gatos. O melhor é tê-los castrados e sem direito aos passeios. Sim, eles gostam de dar umas voltinhas, mas eles também são felizes ficando em casa com os seus humanos. A saúde e a longevidade deles agradece.

tumblr_njy5ihohll1re3kvuo1_400

Independentes, sim. Frios, nunca
Os gatos são, sim, muito mais independentes do que os cães. Limpam-se sozinhos em longos rituais de banho, administram a comida, aprendem sozinhos a usar a caixa de areia e toleram com mais facilidade as ausências dos humanos. Mas isso não quer dizer que eles não sintam falta da interação com as pessoas. Setem, e muito. Por isso, para ausências prolongadas, o ideal é contratar um catsitter ou pedir a um amigo ou parente gateiro para tomar conta do seu bichano, dando a ele atenção e carinho, para que este contato possa minimizar a sua solidão. E fique sempre atento aos sinais do seu gato. Eles são discretos, o que pode retardar a percepção de alguma doença ou machucado.

giphy

Gatos são traiçoeiros
Só diz isso quem não convive com gatos. Experiências negativas com os bichanos podem ocorrer quando a pessoa não está acostumada com a personalidade do animal e trata-o da mesma forma que trataria um cão, por exemplo. Por isso é tão importante compreender a natureza do gato antes de interagir com ele.

+4PATAS: Por que os gatos estão ganhando cada vez mais espaço nos lares e no coração da gente

Caçadores por instinto, eles podem brincar como se você fosse a presa. Ou demonstrar seu carinho dando uma mordidinha de leve na sua mão. Um susto, em momentos como estes, pode resultar em acidentes. Mas se você tiver paciência para aprender com ele, vai logo perceber que existe um universo de comunicação possível entre nós, humanos, e estes seres magníficos. Basta a gente dar uma chance.

tumblr_o60xo3vg1g1u7gnm9o1_400

Mia, esfrega, cheira…
O sistema de comunicação dos gatos é bastante complexo, mas com paciência e coração aberto a gente aprende rapidinho. Miadinhos curtos e aquela esfregadinha básica nas suas pernas podem significar um “oi! que bom te ver”, ou um convite para brincar. Orelhas baixas e olhos arregalados inspiram cuidado, pois o gato está estressado ou assustado. Miados longos e altos podem significar fome ou alguma dor. E, se num momento qualquer de preguiça, ele babar em você, sinta-se um privilegiado. Ele quer dizer “eu te amo”.

Compartilhar
mariana

mariana

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é sócia-diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Pisca ligado! #cilios
  • Carona pra fisioterapia #motoristadoxerife 🐶
  • Minha luz na hora da meditação! #ppacessorios #luminaria
  • Domingo no parque 🐶🐶🐶#bentoestáescondido
  • Gorda adorou o tapete de gelar a barriga 😂😂😂 História completa no Stories!
  • Tomate + manjericão + alcaparras + sal rosa + pimenta preta + pimenta calabresa em grãos. Tudo marinando no azeite. Está pronto o molho da massa! 😋😋😋Passo a passo no InstaStories!