Prepare o Kleenex: a comovente história do homem e seu cão

É inevitável não se emocionar – e, obviamente, eu me emocionei, visto que não posso assistir a nada (filmes, comerciais…), nada envolvendo animais que meu sentimento vem à flor da pele. Sabe todos esses filmes com cachorro, tipo Marley & Eu, Sempre ao seu Lado etcetera e tal? Não vi e não quero ver. Pois o comercial O Homem e o Cão eu vi agora de manhã, logo depois do meu café, e quase vomitei todo o café chorando. Foi criado pela agência de publicidade argentina DDB para incentivar a doação de órgãos. Resultado? O filme viralizou. Em uma semana já foi visto por mais de 3 milhões de pessoas.

A história apresenta o homem, um senhor idoso, e seu cão. Eles fazem tudo juntos. Vivem grudados, tipo eu e o animal aqui de casa. Só que um dia este senhor se sente mal e é hospitalizado. O cão, então, passa dias e noites do lado de fora da porta do hospital, faça chuva, faça sol, esperando seu querido dono sair. Só que o dono nunca mais sai. Quem sai é a mulher que recebeu os órgãos doados por ele. E agora chega de spoiler, segurem um Kleenex e apertem o play!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.