Alerta na areia! Todo cuidado é pouco ao consumir alimentos na praia

Além de curtir o sol, o mar, exercitar-se ou mesmo lagartear na preguiça, a função na areia da praia inevitavelmente envolve pequenos prazeres fora da dieta, como uma cervejinha, um pastel ou uma porção de camarão frito. Vai dizer que não ficou com água na boca só de imaginar?

Oferecidas em barracas de praia, botecos pé na areia ou por vendedores ambulantes, as iguarias, no entanto, nem sempre são seguras para o organismo. Calor, sol e manuseio equivocado podem transformar os petiscos em verdadeiras armadilhas para nossa saúde. Quem alerta é o biomédico Roberto Martins Figueiredo, o famoso Dr. Bactéria – confira as principais dicas para curtir e não acabar derrubada na areia.

barracaBARRACAS DE PRAIA: MELHOR LAVAR A LATINHA ANTES DE CONSUMIR

De tempos em tempos corre no boca a boca ou mesmo pela internet a história de alguém que contraiu leptospirose ao beber de uma latinha de alumínio. Apesar do exagero dos boatos, isso pode mesmo acontecer: a bactéria Leptospira interrogans, causadora da doença, pode sobreviver, em condições ótimas, por seis meses fora de seu hospedeiro, o rato. Se um roedor urinar sobre as latas, o que pode acontecer tendo em vista as práticas não muito adequadas de estocagem destes produtos, a bactéria ficará na superfície e o contato da latinha contaminada com a mucosa bucal permite sua penetração, ocasionando a leptospirose.
O que fazer?
Os cuidados neste caso seriam ou a prévia lavagem das latas com água corrente ou o consumo de seu conteúdo com canudos.

Camaroes-Fritos-com-Cerveja-capaCAMARÃO FRITO: PRESTE ATENÇÃO NA CASCA

O camarão é rico no aminoácido histidina – que, ao ser deteriorado por bactérias, como no caso derrefrigeração não adequada ou data de validade expirada, pode dar origem à histamina, substância que pode levar a processos semelhantes à alergia com sudorese, aumento do calor do corpo, manchas avermelhadas no corpo (sobretudo costas e rosto).
O que fazer?
Se fizer em casa, observe o camarão antes de fritar. Qualquer alteração, ou na dúvida, não coma. A casca do camarão deve sair por inteira e facilmente: se estiver grudada na carne, também não devemos ingerir.

pastel-3PASTEL: DE INOCENTE A POTENCIAL VILÃO DO VERANEIO

De queijo, carne, pizza, palmito, entre outras invenções dignas da mais pura alquimia. Impossível resistir, né? Mas mesmo esse inocente petisco pode acabar com o final de semana ou o veraneio.
O que fazer?
Em primeiro lugar, observar a higiene geral do local, dos manipuladores, dos carrinhos e, principalmente, se os pastéis estão em local refrigerado (e se a caixa térmica usada está limpa também). O óleo utilizado deve ser aquecido a não mais que 180ºC – e claro que não podemos medir essa temperatura com um termômetro. Ainda assim, dá para reparar se o óleo é substituído imediatamente sempre que houver alteração evidente das características físico-químicas ou sensoriais, tais como aroma e sabor, e formação intensa de espuma e fumaça.

cf747e847d06d909cb5c6538041a37c2RASPADINHA

Trata-se de gelo moído com xarope adocicado, imitando sabor de frutas, algumas vezes adicionado de leite condensado e castanhas picadas, chocolate granulado, paçoca de amendoim ou mesmo amendoim picado. Sim, também essa aparente inocente combinação pode oferecer riscos à saúde.
O que fazer?
O gelo direcionado para consumo humano é, obrigatoriamente, produzido com água potável. Já o gelo direcionado somente à refrigeração não leva essa obrigatoriedade, e é importante lembrar que bactérias não morrem no congelamento: isto é, se a água utilizada estava contaminada, o gelo também vai estar.

MARI KALIL: A tortinha de maçã natureba que substitui a barrinha de cereal

Observe, então, as condições de higiene do carrinho, do manipulador, dos xaropes e do próprio gelo – inclusive se ele está apoiado sobre um pano e qual a condição deste. O leite condensado não pode estar diretamente na lata, tem que estar num recipiente plástico tipo bisnaga, e limpo.

Água-de-coco1ÁGUA DE COCO

No auge do calor, nada como um produto conhecido como “soro natural”. Que risco poderia ter em tomar água de coco? Ela não está estéril (sem microrganismos) dentro do coco? Sim, sem dúvida, mas o problema está, principalmente nos canudos. Infelizmente, mesmo sendo poucos, existem alguns ambulantes que teimam em reutilizá-los, o que pode provocar herpes labial, candidíase bucal, problemas com cárie, gastrites e úlceras.
O que fazer?
Para evitar que isto ocorra, sempre amasse copos descartáveis e dê um nó, bem forte, no canudo, antes de jogá-lo fora.

lanche-para-levar-na-praia-665x433SANDUÍCHES NATURAIS

Praia, mar, sol: para combinar com tanta natureza, um sanduíche natural parece o ideal. O que não podemos esquecer é que bactérias também são naturais.
O que fazer?
Os ingredientes destes alimentos são conservados sob refrigeração, pois são perecíveis. O mais importante, portanto, é a temperatura do produto: tem que estar frio. Se não estiver, não compre, sob risco de pegar uma doença alimentar também natural, como diarreia, vômitos, entre outros sintomas.

Observe também as condições gerais de higiene do vendedor, da caixa térmica utilizada para transporte, da embalagem do sanduíche. Repare também que não pode haver contato manual direto do manipulador com os produtos que ele está vendendo.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Estaremos te esperando, Chiquinho! Repost @chico_sperotto ♥️🐶🌞
  • • KARL LAGERFELD
10.09.1933 - 19.02.2019 🖤
•”Pense rosa. Mas não use".
•”Calça de moletom é sinal de fracasso. Você perdeu o controle sobre sua própria vida e comprou um moletom".
•”Eu acho tatuagem uma coisa horrorosa. É como viver o tempo todo em um vestido Pucci".
•”Meu maior luxo é não precisar me justificar para nenhuma pessoa.”
•”Gosto que tudo seja lavável. Eu mesmo, inclusive.”
•”Personalidade começa onde a comparação termina.”
•”As melhores coisas que fiz na minha vida, as vi nos meus sonhos. É por isso que tenho um caderno de rascunhos na minha cama.”
•”O politicamente correto, a preservação. Eu acho tudo isso extremamente chato.”
•”Coco Chanel jamais teria feito o que eu fiz. Ela teria odiado.”
•”Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas. É sobre todos os tipos de mudança.”
•”Eu amo estar de passagem. Nasci em um porto, em Hamburgo. Então minha mãe disse: ‘É a porta do mundo, mas não é mais do que a porta. Portanto, já pra fora!’”.
#ripkarllagerfeld
  • - Dinda, entra no mar comigo?
- A dinda não gosta de mar gelado.
- Eu queria mergulhar com a dinda.
- Então a dinda vai te dar a maior prova de amor do mundo. E tu vai lembrar pra sempre, promete?
- Prometo, dinda.
E assim foi, e a lembrança eterna será de nós dois. #joaobenicio #amordadinda
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾 Detalhes no destaque do Stories
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻