Maxi brinco é o máximo! MARI KALIL dá mil ideias para aderir ao acessório-mania

Sempre que me perguntam qual acessório melhor me define, de bate pronto respondo: maxi brinco. Teve uma época, na adolescência que minha mãe, coitada, pedia de joelhos que eu parasse de pendurar alegorias e adereços nas orelhas sob pena dos furos não suportarem tanto peso e as pobres orelhas rasgarem. Nunca obedeci, apenas aliviei os quilos e fui mais seletiva na hora de comprar um novo acessório, levando em conta as gramas a mais e a menos.

Eu tinha uma lata enorme repleta de maxi brincos e agora mesmo, escrevendo este post, fico me perguntando que fim deu a minha lata. Hoje, meus maxi brincos estariam na ultimíssima moda vide toda essa onda retrô que está de volta. Minha paixão, porém, não ficou restrita àquela época e àquela lata. Ao longo dos anos, sempre fui comprando outros brincões e hoje é o que mais tenho na minha gaveta de acessórios.

+ MARI KALIL:  Qual é o brinco ideal para o seu formato de rosto? Amiga Mari tira todas as dúvidas

Como tenho um estilo básico de ser e vestir, como adoro um jeans e uma camisetinha básica, o brinco acaba dando aquela bossa que complementa o visual, sabe assim? Mas não precisa ser básica como eu para cair de orelha nesta moda. O maxi brinco está por toda parte, no look de mulheres de todos os estilos e é a grande aposta deste inverno. Com cabelo preso, solto, cabelo curto, comprido, com camisa, gola alta, com cores neutras ou vibrantes. Dourado, prata, com pedras, geométricos, argolas, cravejados de strass – não tem regra. Quem faz esta moda é o seu estilo, o seu gosto e você.

Fiz uma seleção de imagens que são pura inspiração. Espia!

xl
COM GOLA ALTA: No inverno, esta é uma ótima pedida. Cabelo peso em um rabo de cavalo bem displicente e o maxi brinco com esferas douradas que faz toda a diferença
xl1
STRASS E TRENCH-COAT: Olha que chique este tom sobre tom do casaco com o acessório!
xl2
COQUE BAIXO: Outro modelo de brincão de esferas douradas (bem estilo anos 80). Sabe aqueles elásticos que lembram mola de telefone antigo? Perfeitos para enrolar e fazer este coque podrinho deixando os brincões à mostra!
xl3
PURO CORAÇÃO: Esta imagem é da série “acessórios fazem a diferença”. Repara só no up que o maxi brinco em formato de coração concede ao visual monocromático. Para completar, bolsa estilo livro. Lindo demais!
xl5
ARGOLAS PENDENTES: Elas estão em alta e aparecem em muitas variações de maxi brincos, com tarraxa ou mesmo com pressão. Cuidado para escolher um modelo leve que não pese na orelha!
xl6
MAXI ARGOLAS: Argolas são clássicas e nunca saem de moda. Gosta? Sinta-se livre para escolher o tamanho que quiser. Acho lindo um modelo beeem grande como este usado com tomara-que-caia
xl7
PEDRARIAS: O visual esportivo da jaqueta ganha um toque de requinte com este super brinco repleto de pedrarias que pode passear na rua ou mesmo em uma noite de festa
xl8
MIÇANGAS: Este é um modelo que tem aparecido bastante nas grifes de acessórios, um visual que fica divertido quando o brinco é colorido e a gente elabora o look com batom vibrante, delineador e coque no alto da cabeça
xl9
MAXI BRINCO E GARGANTILHAS: Sim, brincões combinam com adereços no pescoço, basta usar o bom senso e escolher gargantilhas delicadas para fazer o contraponto
xl10
GEOMÉTRICOS: Gosto muito desses modelos em resina que brincam com formas da geometria. Olha que bacana um brinco PB usado com look branco (ou poderia ser preto) e o batonzão vermelho!
xl13
PEDRAS E MAIS PEDRAS: No inverno, com gola alta, o ideal mesmo é prender o cabelo para não deixar muita informação perto do rosto, sobretudo se a ideia for ressaltar o maxi brinco colorido!
brinco
CHANEL NAS ORELHAS: A logomania que tomou conta das bolsas da temporada também chega em grande estilo ao universo dos brincos

Antes do meu até logo, deixo o convite, como de pra você me acompanhar lá no meu Instagram! É só clicar aqui, ó: @MARI_KALIL

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

2 Comentários
  1. Parabéns q matéria Maravilhosa. Eu sempre tenho dúvidas sobre qual brinco usar, pois tenho rosto fininho. Eu amu brincos tenho dezenas deles. Bjao

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻
  • Início de namoro no balanço. Fazenda Tapera, Santo Augusto, RS. Junho 2007. #tbt #valentinesday2019 ♥️
  • Uma tarde em família descobrindo @pueblogarzon e as maravilhas da cozinha do @restaurantegarzon do super chef @francismallmann 👌🏻🇺🇾🐶 #uruguay #poraí #francismallmann
  • “Não existe uma raça superior. Tem tanto valor um porteiro quanto um médico, porque cada um desempenha o seu trabalho com dignidade e cada um é importante para toda a sociedade. Nós não vamos acabar com os problemas sociais enquanto não mudarmos nossas cabeças e exigirmos dos que estão acima de nós o respeito que o povo tem que ter e merece ter. Tem que nos dar respeito, e não caridade pública, mas respeito”. Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat. A fruta não cai longe do pé. 🖤 #rip #ricardoboechat