As cinco fases do luto: pensamentos e comportamentos comuns de quem vivencia uma perda

Pode ser que você já tenha passado pela experiência, pode ser que ela seja antiga ou recente, ou mesmo que você tenha o hábito de preparar-se para a morte de alguém muito querido. Fato é que todas nós viveremos a fase do luto em algum momento de nossas vidas – ainda que o termo luto, na área da psicologia, tenha uma abrangência maior do que o simples fato de perder alguém.

– O luto pode significar qualquer tipo de perda, real ou imaginária. Perda de um emprego, separação do cônjuge, perda de algum ideal – exemplifica o psicólogo Pedros Adrados.

Geralmente, o luto é passageiro, ainda que corra o risco de converter-se em um sentimento patológico quando aparecem sinais de tristeza profunda e prolongada, perda de interesse em realizar atividades do dia a dia, sentimento de culpa, perda de peso e alterações no sono. Em todos esses casos, deve ser emitido um sinal de alerta e a busca por um especialista que seja capaz de oferecer apoio e ferramentas necessárias para enfrentar a situação e facilitar a volta à normalidade.

lutoLUTO EM 5 FASES: NEGAÇÃO, RAIVA, NEGOCIAÇÃO, DEPRESSÃO E ACEITAÇÃO

Existem cinco fases comuns de luto: negação, raiva, negociação, depressão e aceitação. Em todas elas influenciam, claro, fatores pessoais – a tolerância de cada pessoa à dor da perda, o apoio de quem está na volta, os níveis de autoestima etc. Conheça melhor cada uma dessas fases.

Negação
Diante de uma notícia ruim e negativa, como a morte de uma pessoa querida, a primeira reação é a de negação ou não aceitação do fato. “Consiste na rejeição consciente da realidade e da situação”, explica o psicólogo Pedros Adrados. Esta fase resume-se com a frase “isso não pode estar acontecendo comigo”.

Raiva
A segunda fase ocorre quando já não se pode mais negar a perda. Então, surge a dor. “Ainda que a raiva esteja presente em todo o processo, esta é uma fase em que ela surge com mais frequência. São habituais perguntas como “por que eu?”, “isso não é justo”, “como pode ter acontecido isso comigo?”, relata o especialista.

Negociação
Nesta fase busca-se fazer algum tipo de acordo de maneira que as coisas possam voltar a ser como antes. Essa negociação geralmente acontece dentro do próprio indivíduo ou também pode ser voltada à religiosidade, com pactos e promessas. Os pensamentos recorrentes são “vou acordar cedo todos os dias, tratar bem as pessoas, parar de beber, procurar um emprego e tudo ficará bem” ou “vou pensar mais positivamente e tudo se resolverá.”

Depressão
Com ela aparecem sentimentos de tristeza, medo e incerteza diante do futuro. Como afirma o psicólogo, trata-se de um bom sinal, já que “esses sentimentos mostram que a pessoa começa a aceitar a situação”.

Aceitação
É a última fase, aquela em que a pessoa consege, por fim, realizar uma reflexão que a permite, sem culpas, encontrar algum significado para a perda que sofreu em sua vida.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Blindagem & Proteção ✨🙌🏻🙏🏻
  • Uma irmã é mais do que uma amiga; um vínculo inquebrantável muito além do familiar; uma conexão emocional, biológica e de intimidade tão exclusiva. Aliada nas grandes e pequenas batalhas, o pilar do cotidiano. Para alguns, a metade do nosso coração. Para mim, meu coração inteiro. Minha irmã, minha cúmplice, fiel escudeira. Minha alma gêmea, minha companheira de tantas jornadas. Te amo, maninha @luciakalil #tbt #amordeirmã ♥️ Punta del Este, fevereiro de 2019.
  • “Amo as pessoas que me fazem rir. Sinceramente, acho que é a coisa que mais gosto: rir. Cura uma infinidade de males. É provavelmente a maior virtude de uma pessoa.” Audrey Hepburn ♥️ #FigurinoBandMulher #jeans #poatwentyforseven
  • A tenteada é livre. Tome café todas as manhãs com esse farol de raio laser de olho no seu pão. 🐶 #gorda #gorducha #fofolete
  • “Ninguém ainda sabe se tudo apenas vive para morrer ou se morre para renascer”. Marguerite Yourcenar, escritora francesa. #notredame #notredameparis #notredamecathedral 😢🙌🏻🙏🏻
  • Repost @tainavidal ♥️
No Band Mulher com @reginalimaoficial de hoje falando sobre nossa Campanha do Agasalho 2019. #esquentaportoalegre #campanhadoagasalhopoa2019
🧣🧤🧦
Com a meta de arrecadar 270 mil peças de roupas, a Campanha do Agasalho 2019 inicia o período de arrecadações um mês mais cedo e vai até 15 de agosto. O objetivo é não esperar o frio chegar para distribuir as roupas a quem precisa. O prefeito Nelson Marchezan Júnior destacou que realizar uma doação é também ajudar a cumprir o papel da máquina pública de proteger quem mais precisa. “A prefeitura não tem como realizar tudo que a população precisa todos os dias e que bom que podemos contar com pessoas solidárias para isso. Todo mundo pode ‘prefeitar’ no dia a dia. As pessoas são um pouco prefeito quando descartam de maneira correta o lixo, cuidam de suas calçadas ou ajudam a população mais vulnerável. Se cada um dos habitantes não ‘prefeitarem’ em algum momento do seu dia, não teremos uma cidade boa”.
🧤🧦🥾
A campanha deste ano conta com um projeto de comunicação para lembrar a cada dia a necessidade da doação dos agasalhos. A proposta é viabilizar, através de parceiros, uma “piscina gigante”, que será instalada na frente da prefeitura, e preenchê-la com bolas coloridas a cada doação para que as pessoas possam mensurar o volume de peças doadas. Também serão oferecidas recompensas para a população a cada etapa vencida. A primeira etapa, de 25 mil peças, já foi superada e o parceiro Coca-Cola/Femsa vai doar a pintura do muro de uma escola municipal Liberato Salzano. A ação será feita no dia 27 de abril. #vamosjuntos #euvistoestacausa