MARI KALIL: Com vocês, a receita das magníficas papas a la crema de mamãe

Semana passada, fui almoçar na casa de mamãe. Havia comida para duas gerações, mas isso não vem ao caso agora. O que sim vem ao caso é que mamãe preparou papas a la crema para comermos como acompanhamento de uma maminha mal passada.

nham nhamNHAM NHAM

Quem frequenta Uruguai, Argentina e adjacências sabe o que é um prato de papas a la crema: verdadeira perdição. Minha adorada mamãe não sabe fazer nada na cozinha, exceto papas a la crema – o que contribui com minha teoria de que não é que ela tenha dificuldade em aprender alguns dotes culinários, é falta de vontade mesmo. Só aprende o que gosta de comer.

– A mãe fez papas a la crema para ti, filhinha – ela disse, indo para a cozinha buscar  manjar.

Então, voltou de lá com uma travessa de papas a la crema. Estavam magníficas! Comi três vezes. Então, comentei com a mãe que Chico, meu respectivo marido, havia marcado um churrasco na nossa casa no sábado à noite para casais de amigos, que eu tinha aula das 10h às 18h e estava tentando me organizar para deixar tudo meio pronto (falo dos acompanhamentos), ou mesmo fazer rapidinho na volta da aula.

Ao que mamãe sugeriu: “Faz papas a la crema! É muito fácil!”. Largou os talheres, foi até a cozinha e trouxe a receita escrita de próprio punho!

IMG_4362COMO NÃO AMAR MAMÃE?

Segui o conselho de mãe. Comprei seis batatas grandes, coloquei para cozinhar (com casca mesmo), esperei que ficassem macias, tirei do fogo, deixei esfriar. Quando esfriaram, cortei em rodelas não muito finas, untei o refratário com azeite para que não colassem no fundo e fui fazendo camadas. Camada de batatas, sal, pimenta do reino, creme de leite, mais camada de batatas, sal, pimenta do reino, creme de leite, mais uma última camada de batatas, sal, pimenta do reino e creme de leite. Finalizei com um pouco de queijo ralado polvilhado por cima e coloquei na geladeira.
PS: Usei apenas uma caixinha de creme de leite. Não é para ser junk, ok?!

:O peixe de forno que é uma barbada

Os amigos chegaram, Chico começou a servir linguicinhas de aperitivo e pedi que me avisasse quando fosse colocar a carne na parrilla. Quando ele colocou a carne no fogo, levei as papas a la crema ao forno. O tempo é o olho: na hora que a gente percebe que o queijinho está gratinado, elas estão prontas. Leva cerca de uns 20 minutos a 180/200ºC.

woman-yelling-istock-de23CADÊ A FOTO DAS PAPAS, MARIANA?

Pois é… Acreditam que não tirei foto? Estava meio tumulto, sabe assim? Mas posso dizer que comeram tudo! Não sobrou uma única papa a la crema para contar a história.

Camadas-de-papas-a-la-cremaMAS FICA TIPO ASSIM, Ó
Sequinhas porque coloquei pouco creme de leite

049ATÉ PORQUE A IDEIA NÃO É FICAR ASSIM!

Camadas-de-papas-a-la-cremaÉ ASSIM, OK?!

049NÃO ASSIM!

bento1CADA PESSOA FAZ COMO QUER

Não, não, não, não, não!! Eu quero que as gurias façam papas a la crema sequinhas e magníficas como as minhas papas e as papas da mamãe.

baby-kiss3COMBINADO?

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • “Hello, doctor Renato! Good morning and good news! Doctor Guy can receive us the coming monday at Sheba Medical Center. The cells grew very well, they are approved for protocol in Israel”. ✨✨✨
Não perca, nunca perca, jamais perca tua força, tua coragem, tua fé.
  • O amor e o carinho de todos vocês, perseguidoras e perseguidores, me impulsiona como uma malabarista que voa pelo céu encantado em seu trapézio mágico. O amor e o carinho da minha família e amigos é o que me mantém firme e forte até aqui, com desequilíbrios e tropeços, sim. Mas com muito aprendizado. Não foram dias fáceis, não tem sido nada fácil e tampouco será daqui por diante. Mas, com fé, força e coragem, chegará o dia em que vamos emergir juntos lá do fundo desta tempestade - e então bastarão algumas braçadas e já estaremos do outro lado da margem deste mar revolto. O lado da cura. Amanhã, já posso voltar a comer batatinha em casa. E vamos em frente. 💪🏻 #bepositive
  • A dinda vai cair e levantar quantas vezes forem necessárias para te ver crescer e florescer em um mundo lindo de rosas amarelas, meu pequeno Johnny. 💛
  • Mais uma etapa vencida; mais três corações explodindo de felicidade de voltar pra casa. Em frente. 👊🏻 #bepositive
  • Uma ideia criativa de servir pão (vou imitar) y otras delícias do Bell Café: couve-flor, kebab e húmus (sempre ele!). #telavivfood 😋
  • Se você não vem comigo, nada disso tem valor. De que vale o paraíso sem amor? Se você não vem comigo, tudo isso vai ficar. No horizonte esperando por nós dois.