Até o pãozinho integral entrou para a turma de vilões. E agora, José?

A matéria-prima do pão nosso de cada dia é atualmente um dos cereais mais consumidos mundialmente. Conforme projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nos últimos 40 anos o consumo médio per capita de trigo no Brasil mais que dobrou: em média, são 60 quilos por pessoa em um ano. Os números são expressivos – e os efeitos deste crescimento no consumo do grão estão em xeque na área da saúde.

Estudos científicos têm mostrado que retirar sistematicamente os derivados do trigo do cotidiano pode ser extremamente benéfico para a saúde. Emagrecimento, desaparecimento de sintomas como refluxo, cólica e até mesmo reversão do diabetes são alguns dos resultados alcançados em dietas que tem como principal foco eliminar a ingestão do alimento.

trigoTRIGO: O NOVO VILÃO?

Apesar de parecer radical, esta abordagem tem se mostrado extremamente poderosa em tratamentos e acompanhamentos médicos. De acordo com o doutor Patrick Rocha, especialista no tratamento de diabetes e pesquisador da área de nutrição, um dos principais fatores a se levar em consideração para compreender a orientação é que o trigo consumido atualmente não é mais como aquele de 30 ou 40 anos atrás, devorado pelas gerações anteriores. Diz o médico:

– O trigo que era consumido há quatro décadas era diferente do que é consumido hoje. Desde 1960, o trigo passou por diversas modificações genéticas, resultando em uma planta diferente, com maior quantidade de amido e um glúten muito mais problemático e agressivo para o corpo humano.

assortment of baked breadPÃO INTEGRAL NÃO É O MOCINHO QUE PARECE

Patrick Rocha ainda destaca que o consumo está diretamente relacionado ao agravamento de complicação na saúde e doenças mais graves, como obesidade e diabetes. Além disso, outro ponto que dá ênfase é que, apesar de recomendações indicarem a substituição dos refinados por grão integrais, isso não é suficiente, pois os mesmo ingredientes nocivos são encontrados em ambos. Para se ter uma ideia, diz ele, duas fatias de pão integral aumentam o açúcar no sangue mais do que duas colheres de sopa de açúcar de cozinha.

– O ideal é restringir tanto o consumo de refinados, quanto de integrais – salienta o médico. – Pode ser difícil em um primeiro momento – reconhece, e aconselha: – Para tirá-lo da alimentação, é preciso colocar outra coisa no lugar. Uma das minha recomendações é trazer de volta outros alimentos, como ovos, abacate, castanhas. Alguns destes foram injustamente execrados na década de 70 e isso trouxe consequências graves para a saúde das pessoas, contribuindo para o que hoje é considerado uma epidemia de sobrepeso, obesidade e diabetes.

the-egg-i-i-love-eggsOVO: DE VILÃO A HERÓI

Uma questão importante apontada pelos profissionais da saúde que defendem a necessidade de diminuir a ingestão do cereal é que os alimentos feitos com trigo elevam o açúcar no sangue, devido principalmente ao seu alto índice glicêmico. Assim, o consumo diário pode levar a elevações mais frequentes dos níveis de insulina que, por sua vez, criam a resistência à insulina, colaborando para o desenvolvimento do diabetes.

MARI KALIL: Do que uma porção de cem gramas de abacate por dia é capaz

Atualmente, a orientação de uma dieta rica em mais nutrientes e proteínas, privilegiando alimentos naturais, está muito mais relacionada à necessidade de mudança de estilo de vida do que simplesmente a dietas temporárias com fins estéticos. Abrir mão dos bolos, biscoitos, pães e pizzas pode ser uma mudança difícil num primeiro momento, mas, em contrapartida, mostrar-se extremamente benéfica para a saúde e bem-estar a longo prazo.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • “Continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos. Sorriam, pensem em mim. Rezem por mim.” Passeio na janela. Pra ti, Xerife! #bento #companheirodejornada ❤️
  • E que a gente nunca esqueça que a autoestima é o que há de mais divino no ser humano. Pois, quando nada lhe resta, resta-lhe a si mesmo. #sejaluz #sejavoce #sejaleve #sejaforte #sejapositivo #sejafeliz
  • Quem acertar o peso de cada uma (com roupa!) ganha um chope com as duas!! 🍻 #145quilosjuntas
  • Favor manter sempre em mente! 👆🏻
  • Só as gatas! 💅🏻 #miau @marina_tkalil @cami_abbott
  • “Façamos da interrupção um caminho novo. Da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sonho uma ponte, da procura um encontro.” (Fernando Sabino). Estância Dona Genoveva, Bagé, março’19. #tbt