Micropigmentação: a sobrancelha natural feita por Kely Bavaresco

Mãos e pinças nada delicadas são as piores inimigas da geometria perfeita de nossas sobrancelhas. Entre falhas humanas e genéticas, a estética nos apresenta novidades o tempo todo para recuperar a aparência e tentar moldar a melhor forma destes pelos para o rosto.

A famigerada “sobrancelha definitiva” ficou para a história. Aparelhos modernos e o entendimento aprofundado da nossa pele trouxeram uma opção mais adequada: a micropigmentação, que deixa para trás a ideia de tatuar a face. O procedimento tem entre seus mais populares nomes de Porto Alegre, a estetocosmetóloga Kely Bavaresco, que trabalha no Kapo Salão de Cabeleireiros.

Além da micropigmentação, Kely depila sobrancelhas com pinças e adesivos | Foto: Carol GoyerKELY EM AÇÃO: ALÉM DA MICROPIGMENTAÇÃO, DEPILAÇÃO COM PINÇAS E ADESIVOS

Em seus 12 anos de atuação, Kely percebeu a falta de responsabilidade na execução deste procedimento estético, que se popularizou nos últimos 10 anos.

– É muita gente fazendo sem responsabilidade, sem produtos adequados e dizendo ser o que não é, seja designer ou depiladora – afirma.

Além da noção estética, é imprescindível o uso de produtos de qualidade e que sejam “anvisados”, ou seja, autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

microANTES E DEPOIS: ASPECTO NATURAL É A PALAVRA DE ORDEM

A micropgimentação, ou dermopigmentação como também é conhecida, é uma alternativa para suprir falhas genéticas, explica Kely. Em alguns casos, a depilação e o redesenho da sobrancelha não são suficientes para um bom resultado. Falhas e perdas de pelo são revertidas pelo procedimento.

A diferença entre a antiga sobrancelha definitiva e a micropigmentação são as camadas da pele que cada uma atinge. O antigo método chega à terceira camada, afetando a melanina e assim marcando a pele por tempo indeterminado. O pigmento moderno, por outro lado, alcança apenas a primeira camada, sem modificar a coloração da melanina e atuando com duração limitada.

micro1ANTES E DEPOIS: 12 MESES DE DURAÇÃO SEM DANOS IRREVERSÍVEIS

Segundo Kely, a micropigmentação dura até 12 meses, e some de forma gradual. Trinta dias após a primeira aplicação, a cliente tem direito a um retoque, já incluso no preço inicial. Ela salienta que, em peles mais oleosas, de adolescentes, por exemplo, o pigmento se dilui mais facilmente, diminuindo assim a durabilidade da aplicação.

Os cuidados especiais com os pelos da sobrancelha se devem à fragilidade dos mesmos. Ao contrário dos pelos das axilas e da virilha, que servem de proteção e se renovam facilmente, a sobrancelha dificilmente nascerá de novo após uma retirada indevida. A sessão de micropigmentação custa R$ 770, com retoque após 30 dias e 50% de desconto na segunda sessão (após um ano).

Compartilhar
4 Comentários
  1. Louca para fazer…mas o valor é alto demais 🙁 A minha é cheia de falhas e clara. Procuro algo bem natural..mas ainda não foi dessa vez heeh
    Mas parabéns pelo trabalho..fica bem natural mesmo! 🙂

  2. Mari muito obrigada pela matéria, a Carol goyer é uma profissional incrivel, estou muito feliz por poder esclarecer sobre a minha profissão é ajudar as pessoas a compreender a real diferença entre as técnicas e execuções! Carol vc conseguiu escrever com perfeição a nossa conversa! Muito obrigada por essa oportunidade, vcs devem imaginar a quantidade de pessoas que se interesaram pelo assunto e me procuraram! Beijao no coração, vcs são top!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Desapeguei! Eliminei 30% das roupas do armário e ganhei uma saia nova, que já nem enxergava mais. Sim, estou toda exibida com essa energia que se renova 🙌🏻♥️✨ #recomendo #doação #desapego #vidaleve
  • Deprimida sem motivo! 🤣🙌🏻🙏🏻♥️
  • 26/12/1993, PUC-RS, Bacharel em #jornalismo e uma frase de #paulofrancis que sempre me guiou: “Crítica não é raiva. É crítica. Quem ofende os leitores é o jornalismo em cima do muro, que não quer contestar coisa alguma. Meu tom às vezes é sarcástico. Pode ser desagradável, mas é, insisto, uma forma de respeito”. #tbt #throwbackthursday #quintafeiradoretorno #quintafeiradoretrocesso
  • A gente volta das férias assim! 💙 #lardocelar #gremio #campeaorecopa
  • Milanesa con huevo, papas y sin filtro 👌🏻🍳🍟 #despedida #fimdeferias 😢
  • Uma grata surpresa em Punta: Club de los Balleneros. Lugar lindo, restaurante maravilhoso e pet friendly. Precisa mais!? 🌞🙌🏻🐶♥️