Aceita um café? Como evitar que a bebida atrapalhe a perda de peso

Preferência nacional, o café faz parte da rotina diária de milhares de brasileiros. Quem resiste a um cafezinho? Trata-se da segunda bebida mais consumida no país e está presente em mais de 98% das residências, segundo pesquisa da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic). Os benefícios para o organismo são diversos, mas, como qualquer outro alimento, quando consumido em excesso, pode desencadear uma série de problemas.

Seja por hábito, para despertar ou pelo sabor da bebida, para quem adora um cafezinho e não quer comprometer a saúde, o médico e especialista Patrick Rocha, presidente do Instituto Nacional de Estudos da Obesidade e Doenças Crônicas, esclareceu para o site MK alguns mitos sobre o consumo – e aproveitou para orientar como não tornar este o inimigo número um da dieta. Diz ele:

– Os benefícios do consumo são diversos: aumento dos níveis de energia, auxílio no aumento do metabolismo, melhora da performance física. Além disso, apresenta também nutrientes como vitamina B2, B3, B5, manganês, magnésio, potássio. Por ser rico em antioxidantes, pesquisas mostram que o uso regular e moderado de café está associado a prevenção de doenças degenerativas do cérebro como doença de Parkinson e Alzheimer. No entanto, é preciso estar atento a alguns hábitos que podem sabotar estes benefícios.

cafe 473286_black-coffee-quotes-6SEM EXAGERO: TRÊS XÍCARAS POR DIA E NÃO SE FALA MAIS NISSO

A seguir, Patrick Rocha cita alguns hábitos e práticas que são importantes e podem auxiliar na hora de fazer a melhor escolha alimentar, sem deixar de lado a bebida preferida do dia a dia. Vamos ver (e aprender)?

Consuma com Moderação
O segredo está na moderação. O exagero no consumo pode prejudicar e até dificultar o emagrecimento. O ideal é que seja consumido no máximo duas ou três xícaras por dia. O excesso pode gerar a produção de mais ácido clorídrico, agravando gastrites e úlceras e também a ansiedade, tão comum atualmente. Se for preciso, estabeleça cotas, como uma pela manhã, e uma após o almoço ou no meio da tarde.

organic-coffee-beansCAFÉ ORGÂNICO: LIVRE DE TOXINAS

Dê Preferência aos Orgânicos
Os cafés industriais são repletos de pesticidas e outras toxinas que são consideradas aditivas (viciam) e podem inclusive desregular o metabolismo, aumentando a produção de cortisol que dificulta ou até mesmo impede a queima de gordura. O café orgânico é livre de toxinas, diferente daqueles que são usados pesticidas ou transgênicos, sendo uma opção mais segura para a saúde. Portanto, se tiver a disposição, prefira os orgânicos.

Horários são importantes
Evitar o consumo a noite é um ponto importante. Beber café no final do dia pode atrapalhar o sono e intensificar crises de insônia, o que, consequentemente, prejudica o funcionamento do metabolismo e pode colaborar com o ganho de peso.

STEVIASTEVIA: O ÚNICO ADOÇANTE NATURAL RECOMENDADO

Evite adicionar açúcar
O melhor tipo de açúcar para consumo são os adoçantes naturais como a stévia. Por ter origem natural da planta de mesmo nome, ela é segura e pode ser usada. A sucralose pode ser usada por um período de algumas semanas. Se consumida por muito tempo e em grandes quantidades, pode danificar a flora intestinal. Os açúcares orgânicos, mascavo, de coco e o mel são prejudiciais à saúde em geral e podem levar a ganho de peso e piorar a diabetes, devendo ser evitados.

Beba sempre muita água
Muitas pessoas acreditam que ao consumir café não precisam consumir água. É essencial não substituir um pelo outro, até porque, como vimos, o café deve ser consumido com moderação. Já em relação à água, o indicado é beber pelo menos dois litros por dia. Além disso, pelo café ser diurético, é importante caprichar na ingestão de água para compensar e não haver perdas de minerais.

Compartilhar
mariana

mariana

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é sócia-diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

2 Comentários
  1. Uau! Muita informação bacana!
    Mariana, você poderia nos informar mais sobre o açúcar de coco? Pois sabia que ele tem baixo índice glicêmico, não pensei que fosse ruim…
    Beijo

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Faz cara de palestrante, Mariana! 😂😂 Repost from @assessoriafotografica Mariana Kalil durante  a #fbv17 – Feira Brasileira do Varejo
  • Vamos colocar as garras de fora ou descascar um abacaxi?
  • Muito honrada de ser case desta super profissional! ♥️Repost from @lubemfica @ Pessoas se identificam com... pessoas! E é por isso que humanizar a marca pessoal é uma estratégia poderosa: vida real faz sucesso. ✔️ Te convido a ler este texto no blog: www.lucianebemfica.com ✔️Este é um dos temas da aula de Personal Branding na Prática, dia 23/8, em Porto Alegre, no @padrechagascoworking. ✔️ Inscrições no link que está na minha bio.
  • Azul claro pra clarear as ideias! #segundafeira
  • Olivia ♥️
  • Ele é capa de revista! Parabéns @carloseduardosperotto! Sou testemunha diária da tua máxima dedicação à terra! Prêmio merecido! #gentedocampo #dalechiquinho #peludinhosorgulhososdopai 🔝🔝🔝