Bem-vindo, Teatro Ristorante!

Minha gargalhada é notória na redação de ZH. Eu nunca tinha reparado que ria tão alto até que uma, duas, três pessoas, minha mãe, meu cunhado, enfim, gente amiga e próxima passou a dizer que a minha risada alcança alguns decibéis que eu, até então, desconhecia. Se fiquei melindrada? Que nada! Quer coisa melhor do que rir?

gargalhadasHAHAHAHAHHAHA!!

Foi essa gargalhada que fiz ressoar no Bourbon Country na última sexta-feira. Explico: minha grande amiga Titha criou um grupo no Whats App pra ela, pra mim e pra Claudia Tajes. Tudo para ver se, finalmente, a gente conseguia colocar em prática o programa de sair pra jantar e colocar a vida em dia. Conseguimos! Na sexta-feira, fomos conhecer o novíssimo Teatro Ristorante. Minha amiga Titha tinha criado a identidade visual do restaurante e a ideia era ir até lá prestigiar o novo espaço da querida Marcia Ferla.

Como sou meio caxias com essa história de horário, cheguei antes da duas. Meu destino enquanto esperava: Livraria Cultura, é claro. Não tem programa que me tire mais do ar do que ficar passeando pelas prateleiras de livros. Comprei um que estava havia horas na lista de livros desejo.

Olha!

6559_n“1Q84″, de Haruki Murakami, um dos meu autores preferidos como já contei em Chuva de Sarrabulho

Trata-se de uma trilogia e sabe-se lá Deus quando eu terei tempo para devorar a obra completa. Mas nessses casos, prefiro seguir a filosofia do AA: um dia de cada vez. Um dia eu chego lá. Comprei o livro, guardei na bolsa, dei mais uma volta pela Cultura e nada da dupla dinâmica. “Vou passear na Riachuelo”, pensei.

03mulher-nova-gritando-feliz-thumb89432486ADORO UMA LOJA DE DEPARTAMENTOS

Quando a gente conhece nosso estilo e tem um mínimo de informação e noção a respeito daquilo que nos cai bem, não é preciso usar como bengala grifes caríssimas para achar que faz parte da turma, pelo contrário. O conhecimento permite comprar bem por um preço justo e é por isso que eu sou tão entusiasta de conhecermos nosso corpo e sabermos melhor do que ninguém a roupa que melhor define nossa personalidade. Fiquei lá, distraída na Riachuelo até que…. Cheguei na arara de pijamas!

03-por-ai-mulher-gritando5EU AMO PIJAMAS

Encontrei dois modelos que eram a minha cara. Um deles, todo rosa clarinho. O outro, com fundo rosa e estampa de flores. Tudo em tons pastel. Parecia esses tecidos de sofá de casa de campo, sabe assim? Mas o que mais gostei: eram fofinhos, fofinhos, fofiiinhos!!! Fiquei imaginando se meu tamanho seria P ou M, olhei o P, olhei o M… Ponderei que pijama tem que ser grande, tirei o M da arara e de repente, não mais que de repente… O Whats App vibrou. Era a Titha.
– Onde tu tá, Mary?
– Na Riachuelo vendo pijamas!
– Estamos na Cultura atrás de ti!
– Estou indo!

Feminine-1st-ShameMEU PIJAMA FOFINHO FOI PRO BELELÉU

Nos encontramos no meio do corredor e rumamos para o Teatro Ristorante. O Teatro Ristorante fica ali na entrada do Teatro Bourbon Country. Sabe aquela área que ficava meio vazia e que ao fundo tem o café do teatro? Pois é ali. Tem ainda um espaço ao ar livre, com dieito a temperos e tudo.

Olha!

1412_nTemperos e ervas plantados nesses lindos bolsões!

O chef é um italiano da gema – e o restaurante, obviamente, é de comida italiana. Pedimos uma garrafa de vinho e um dos carro-chefes da casa, uma entradinha chamada Coccoli.

Olha!

coccoliOOOOHHHHHH!!
Massinha croc croc com queijo, presunto de parma e manjericão.
Sem palavras para explicar a delícia!

O segundo prato foi um sopinha maravilhosa de abóbora com gengibre.
Olha!

sopaOOOOOOOOHHHHH!!!!

Então, foi chegada a vez do nhoque. Eu não sou lá muito de nhoque, mas não tenho palavras para descrever este nhoque.

Olha!

nhoqueOOOOOOOHHHHHHHHH!!!!!
Nunca comi um nhoque igual!
Devorei o prato inteiro!

A Marcia queria ainda que a gente experimentasse a pizza e a sobremesa. Não deu. Prometemos voltar outro dia para outras gargalhadas regadas a pizza e sobremesa. Sim, porque Titha e Claudia Tajes são garantia de que minha gargalhada seguirá ecoando pelo Bourbon Country.

Olha o que nos espera!

PIZZA80539375017707_nOOOOOOOOOHHHHH!!!

pinto-dancandof13E O PIJAMA QUE FOFINHO QUE NÃO ME ESCAPA!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Mari,

    Me identifico demais com tua forma de pensar em vários “departamentos”, essa tua frase: “Quando a gente conhece nosso estilo e tem um mínimo de informação e noção a respeito daquilo que nos cai bem, não é preciso usar como bengala grifes caríssimas” me fez vibrar hoje de manhã. Fico impressionada de como o mundo da moda as vezes se torna tão vulgarizado, a ponto de pensarmos que pagar caro garante roupa bonita, que cai bem e nos deixa lindas. Adoro os blogs de moda, sou assinante Vogue, mas utilizo essas ferramentas apenas para inspiração. Tenho pena de quem prefere comprar um vestido grifado a fazer uma viagem, investir em vários livros ou freqüentar ótimos restaurantes.

    Ah, sou a “louca” dos pijamas. Nada me deixa mais feliz que dormir linda e confortável. Gosto muito dos pijamas da renner, da linha Lov. Dignos e preços justos.

    Grande beijo!

  2. Mariana,
    Obrigada por deixar meus dias dificeis, aqui no trabalho, mais alegres..
    Sempre que tenho uma folga, entro no blog pra ver se tem alguma coisa nova.. adoro o que tu escreve. é uma delicia ler..
    Tua coluna dominical na ZH tb é obrigatória..
    Beijo

  3. Mari,
    Teatro Ristorante é ÓOOHHHHH de delicia mesmo! Vale o retorno breve!
    A Veja que fique atenta para o próximo guia 2015: melhor restaurante italiano de POA.
    Beijo.

  4. Mari querida,

    Super obrigada!! Fico feliz que tenhas curtido. Pensamos muito em todos os detalhes.

    Sempre terá uma mesa reservada para vocês colocarem os assuntos em dia!
    Ainda mais com a energia das tuas gargalhadas.

  5. Oi Mari!

    Preciso de sua ajuda! Minha mãe me pediu para comprar livros! Ela mora no interior e eu que tenho essa responsabilidade. Ela adora livros de cunho histórico, mas vou seguir tua dica e comprar para ver se ela gosta. Você teria mais opções? Beijos

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.