Burgundy na terra; Bieber no espaço

Ontem à noite, cheguei ao meu quarto dia de dedicação ao novo livro com a sensação de dever cumprido. Após seis horas ininterruptas na frente do computador, com direito a apenas três bolachinhas BelVita e uma xícara de café com leite de almoço, coloquei o ponto final na terceira parte.

OBRIGADA, MEU DEUS…

Dividi meu trabalho em três partes, e essas três partes distribuí nas semanas em que estou de licença do jornal. Foi a forma que encontrei de me organizar. Tinha colocado como meta finalizar essa terceira parte até hoje.

FINALIZEI ANTES

SERÁ QUE AGORA A GENTE PODE ENCONTRAR A NINA?

VAI COMEÇAR A LADAINHA

Há muito fracasso nessa vida, querido Bento, pelo fato de as pessoas acharem já terem chegado lá – onde quer que seja esse “lá”. Nós estamos muito longe de chegar lá – e este lá, no momento, é o fim desse livro. Portanto, podemos combinar o seguinte: eu vou mandar um email para a Nina, e a gente monitora como vai andar a próxima semana. Se o trabalho correr bem como nesta, marcamos o encontro para o fim da outra semana. Pode ser?

NÃO SEI SE AGUENTO

Ah, aguenta! Tem coisas bem piores nesse mundo para aguentar.

TIPO?

Tipo saber que meu amado, idolatrado, salve salve Jamie Oliver pretende abrir um restaurante no Brasil, mas a algumas milhas de distância de nós… No Rio de Janeiro!

TÁ FALANDO SÉRIO, MARIANA?!

Seríssimo. A ideia é trazer para cá a franquia de restaurantes de comida italiana aberta há cinco anos na Inglaterra – e o Rio aparece entre as cidades mapeadas na expansão global da rede de restaurantes para até 20 países, que inclui Austrália, Rússia, Turquia, China, Indonésia e Tailândia.

FALA OUTRA COISA PIOR DO QUE FICAR LONGE DA NINA

Tem uma bem pior: receber um email com duas notícias do Justin Bieber.

A PRIMEIRA QUE ELE VAI VOLTAR AO BRASIL

A segunda que não tem mais onde colocar dinheiro e resolveu pagar R$ 389 mil para uma viagem de duas horas até o espaço.

POR QUE ELE NÃO FICA POR LÁ?

Acho uma ótima ideia. Por que tu não sugere?
Melhor de tudo é que ele poderia, ao menos, fazer uma viagem romântica, digo convidar a amada Selena Gomez para ir junto. Mas não. Ele convidou o representante, Scooter Braun.

ENTÃO ELE É GAY?!

BENTO, POR FAVOR….

Tudo que não preciso agora é sofrer um processo do Justin Bieber por calúnia e difamação. Calúnia e difamação eu deveria aplicar contra mim mesma. Minha amada mãezinha me presenteou com uma calça de couro burgundy linnnda. Mas antes de me presentear, ela me telefonou para saber o número. Eu disse 38. A calça chegou lindinha, mas…

FICOU GRANDE

ERREI MEU PRÓPRIO NÚMERO DE CALÇA

Se não tiver uma 36 para a troca, eu vou ficar sem a calça de couro que eu queria tanto. E daí eu tento amenizar a vontade de cortar meus próprios pulsos pensando o quão difícil é acertar um número de qualquer peça de roupa aqui no Brasil. Cada grife tem um corte, uma numeração, algo próprio. Não estou comemorando por achar que estou magra, pelo contrário. Estou triste de ver que ainda não chegamos a uma convenção de numeração nas confecções brasileiras.

OS AMERICANOS E A ASOS TÊM MUITO A ENSINAR

Tinha até bisbilhotado como poderia usar minha calça de couro burgundy. Olha!

COM CARDIGAN LISTRADO E CASACÃO DE LÃ
Quanto ao chapéu, a Carrie Bradshaw que existe dentro de mim não me permite usar em Porto Alegre

COM CAMISA DE SEDA PRETA
Adorei o tom da bolsa com a calça burgundy

COM MALHA CINZA
Cinza é a melhor cor quando a gente não sabe o que vestir. Já falei em algum post sobre um estudo que saiu sobre o cinza. A maioria das pessoas, em momentos de indecisão na frente do guarda-roupa, acaba inconscientemente escolhendo cinza.

COM SAPATILHA ANIMAL PRINT E JAQUETINHA DE COURO
Essa calça não é de couro, mas a ideia vale muito

COM CINTO MARCANDO A CINTURA ALTA
Acho linda a combinação de branco + preto + burgundy

COM COLETE FOFINHO
Onde encontro uma botinha simples assim, por favor??

Dá para concluir as melhores cores para combinar com burgundy são preto, cinza e branco. Acessórios dourados ficam bacana. Como adoro tons neutros, blusas, blusõezinhos e malhas nas cores branca, cinza e preta.

SÓ FALTA MINHA CALÇA BURGUNDY!

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

13 Comentários
  1. Mariana, tem botinhas assim no site da passarela, são ótimas! Na paquetá também vi umas lindas, se você quiser experimentar antes de comprar. Já adquiri a minha e tô usando direto. Só falta a calça burgundy!

  2. Então lá vai a terceira notícia sobre o Justin:
    Ele e a Selena (Que eu acho lindinha demais) não estão mais namorado. ooooohhhh

    Bento apaixonado é mais fofo ainda! Faz uma serenata pra ela no dia dos namorados, Bentinho. Usa todas as horas de cantoria voltando do banho a teu favor.

  3. Bommm diiiiiiiiiia, Mari (já me sentindo íntima, te lendo todos os dias, hehe)

    Estas calças são realmente lindas, estou à procura de uma nesta mesma cor, não necessariamente de couro, mas ainda não encontrei uma que desse certo no meu corpo, sou magra, porém alta e com quadril mais larguinho, e como é complicado de achar calças com uma numeração adequada. Nunca é a mesma…

    Sobre a botinha, dá uma olhada no site da Louloux, eles tem calçados lindos, e uma proposta bem bacana, de calçados sustentáveis, reutilizando o couro que é desperdiçado pelas grandes empresas. São de Novo Hamburgo, e pelo menos uma vez por mês tem loja temporária em Porto Alegre, no Bom Fim. Tem uma bota que talvez seja parecida com a que tu queres, aqui ó:
    http://louloux.com.br/products/black-out-iii.html

    Parabéns pelo teu blog, é o primeiro que me cativou de fato e que leio as postagens diariamente! E boa sorte na jornada do livro (ainda não li o primeiro, mas está na minha lista!!)
    Forte abraço

  4. Terminei a leitura do teu primeiro livro (Peregrina de Araque) e adorei, vc tem uma forma cativante de escrever, nao poderia ser diferente ja que tb acompanho vc diariamente aqui no blog. Desejo muito sucesso nestas tuas novas empreitadas p/ vc e seu companheiro fiel Bento. Bjs.

  5. Ah sim…sobre as calças. Conversava ontem com algumas amigas.
    Tu saber que numeração tu usa não está mais servindo pra nada!
    Como tu disse: Cada marca tem um corte e varia demais entre uma e outra. Agora só provando a calça pra saber se serve ou não.
    Ta na hora de padronizar, como fizeram com calçados e meias.
    São por essas e por outras que morro de medo de comprar roupa pela internet, mesmo gostando muito de alguns modelitos.

  6. Também sou louca por uma calça burgundy!!! Só não sabia combinar! Mas agora com tuas super dicas, perdi o medo!!! Vou me jogar!!! eheheh

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.