Cem anos de história de unhas e esmaltes: reviva o modismo década por década

O canal Mode fez uma produção de pouco mais de dois minutos sobre a história das unhas nos últimos cem anos. “100 Years of Fashion: Nails” conta de forma dinâmica como as mulheres pintaram e estilizaram as unhas no último século e funciona como um passeio pelo comportamento feminino por meio de um de seus principais hobbies de beleza. A principal tendência que marca o visual das unhas hoje em dia é o comprimento longo, os tons de nude e pontas com glitter. Bem diferente de quando toda essa onda começou, nos anos 1910. Naquela época, as mulheres priorizavam unhas bem curtinhas e bem lixadas, sem esmalte.

história-das-unhas-01MANICURE NOS ANOS 1910: CURTINHAS, LIXADAS E SEM ESMALTE

história-das-unhas-09MANICURE HOJE: LONGAS, EM TONS NUDE E PONTAS COM GLITTER

Nos anos 1930, a Revlon firmou-se como primeiro fabricante de esmaltes do mundo – e a brincadeira das cores ganhou forma. Naquela época, o estilo mais popular era a meia-lua. Entre as décadas de 1940 e 1970, as unhas permaneceram compridas e em formato oval, variando apenas as cores – do vermelho intenso à cartela de cores pastel

história-das-unhas-02UNHAS DA DÉCADA DE 1930: FORMATO MEIA-LUA

melina2ESTILO DE VOLTA EM 2010: A PERSONAGEM MELINA, VIVIDA POR MAYANA MOURA, NA NOVELA “PASSIONE”, REVIVEU A MEIA-LUA NO BRASIL

Os anos 1980 terminaram com este modismo. A lixa entrou em ação e reivindicou a tendência quadradinha para a manicure, com aplicação de pedrinhas e a indefectível moda do color blocking, que estendeu-se à beleza. A pegada grunge dos 1990 escureceu o tom dos esmaltes. Nos anos 2000, ninguém tirou o reinado da francesinha.

Aperta o play para passear nessa história!

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Viva as nove primaveras da Marina! Viva! 👏🏼🥂♥️
  • É nosso, gurias @karinachav @reginalimaoficial ♥️Melhor programa de televisão do ano do Prêmio Press! Jamais vou esquecer o convite de vocês duas pra fazer parte dessa equipe! Que orgulho! Ao alto e avante! 💪🏻♥️👊🏻 @ceciliakramer eternamente grata pela confiança! #tamojunto #bandemmovimento
  • A persistência faz do impossível uma possibilidade. No caso, voltar a fechar com folga o jeans guardado há 15 anos à espera deste momento!  #yeswecan 💪🏻👊🏻🤣♥️
  • Né?! 🤣
  • BFF ♥️
  • Meu amor por Porto Alegre é tão grande que não cabe no peito e não coube na foto com a obra do super @jotapepax 🤣🤣🤣. #ilovepoa #vemseapaixonar