Chega de frizz! AMIGA MARI aponta soluções e apresenta produtos para todos os cabelos!

Frizz: palavrinha pequena, constante (e aterrorizante) no vocabulário de mulheres de todas as idades. Quem nunca olhou-se no espelho e topou com aquela visão medonha dos fios arrepiados? O que pouca gente diz é que a solução para evitar o frizz é muito mais simples do que se imagina por um motivo elementar. O frizz nada mais é do que falta de água nos fios, ou seja: a hidratação é fundamental para protegê-los e deixá-los no lugar.

Cabelos arrepiados aparecem com mais frequência quando, além da falta de hidratação, há quebra, fraqueza, fragilidade, umidade no ar e eletricidade. O Brasil é um país tropical, com muitas regiões úmidas. Sim, nós brasileiras sofremos mais com o frizz. Não é por acaso que, quando viajamos para lugares de clima mais seco, temos a sensação de que o cabelo melhora, fica lindo, vai dizer? Comigo, acontece direto.

Pesquisei muitos produtos, li bastante sobre o assunto e entrevistei vários profissionais para escrever este Dossiê Frizz com um objetivo muito claro: explicar por que essa tormenta acontece na cabeça da gente e mostrar quais são os produtos que existem para ajudar nesta verdadeira guerra antifrizz.

y-xampu-marianaMUITO PRAZER, ESTA SOU EU, A AMIGA MARI
Estou com roupa de ginástica, peço que não reparem. Havia acabado de sair da academia porque, como já contei, estou mergulhada no projeto de verão #correndodebiquínibranconapraia. Onde estou? Na YOUHAIR, a Disney dos Cabelos em Porto Alegre – que orgulhosamente apresento como a mais nova parceira do site MK. A partir de hoje, a cada mês, Amiga Mari fará incursões na YouHair para falar de assuntos de cabelos e apresentar produtos e soluções. Se tiverem sugestões e ideias, já podem enviar: leitor@marianakalil.com.br

Continuando: quanto mais eu lia e mais pesquisava sobre o assunto frizz, mais confusa ficava. Afinal de contas, o que eu tenho que usar? Sérum? Shampoo especial? Leave-in? Óleo? E se o meu cabelo é fino? Cacheado? Grosso? O mesmo produto vale para todos? Calma! Há resposta para tudo.

+BELEZA: Bem-vinda a YouHair! Mari visita a Disney dos cabelos e conta detalhes dos produtos e serviços

É possível evitar o frizz desde a lavagem do cabelo. Já existem shampoos e condicionadores para ajudar neste controle. Importante: deve-se aplicar este shampoo especial duas vezes durante o banho. A primeira serve para limpar o couro cabeludo; a segunda é para usá-lo APENAS do comprimento às pontas, como se estivesse aplicando um condicionador. Já vai ajudar – e muito – a desembaraçar e fará com que a gente precise de menos condicionador. Isso, por si só, já contribui para reduzir o frizz em 50%.

Em dois dias de incursão nas prateleiras da YouHair, fiz várias seleções e galerias. A primeira delas de shampoos e condicionadores antifrizz.
Olha!

y-xampu-joicoJOICO SMOOTH CURE
A Joico é uma das marcas mais amadas do mundo, principalmente para quem tem coloração (quase todas as mulheres do mundo). Este shampoo, livre de sulfato, doma, alinha e protege os cabelos cacheados, crespos e grossos e tem alta resistência à umidade – o que é o pavor de quem tem cabelo crespo e cacheado. Ou seja: ele é um shampoo especialmente criado para crespas e cacheadas – e é isso que eu quero deixar muito claro neste dossiê: qual é o produto adequado para cada caso. Rola o mouse!

y-xampu3LIVING PROOF FRIZZ
A Living Proof, que tem a atriz Jennifer Aniston como sócia e garota-propaganda, é uma marca que chegou recentemente ao Brasil e com bastante estardalhaço. Explica-se: só ela possui em seus produtos uma molécula, patenteada e desenvolvida junto a cientistas do MIT, conhecida como OFPMA – que sela a cutícula, blinda o cabelo contra a umidade, repele a sujeira e deixa os fios sedosos e alinhados por mais tempo. Para todos os tipos de cabelo. Eu já testei este shampoo e curti muito o resultado. Ele hidrata sem pesar. Entrou para os meus produtos cativos no box do banheiro!

y-xampu2KEUNE CARE LINE ULTIMATE CONTROL
Esta é uma linha completa de controle de fios rebeldes e com frizz. Claro, dá para comprar os produtos individualmente, mas vale sempre lembrar que eles foram criados para serem complementares. Da esquerda para a direita: Shampoo, Condicionador, Condicionador sem enxágue (quando o tempo está muito úmido, eu costumo usar condicionador no banho, retirar com água, secar o cabelo com a toalha e ainda aplicar o condicionador sem enxágue do comprimento às pontas), Máscara de tratamento e Creme finalizador, que também é protetor térmico para proteger contra a ação de secadores e chapinhas.

y-xampu5L’ORÉAL ABSOLUT CONTROL
Esta é a linha da L’Oréal que, como o próprio nome diz, preocupa-se em oferecer controle absoluto dos cabelos volumosos e indisciplinados. Insisto em bater nesta tecla de saber muito bem para que tipo de cabelo cada produto de cada marca destina-se. Isso evita frustrações. Se você tem cabelo liso, fino ou pouco cabelo, esta não é a sua turma, entende? Da esquerda para a direita: ampola de hidratação, shampoo, condicionador e creme-em-óleo para ser usado em cabelos molhados ou secos.

y-xampu-loveDAVINES
Não conhecia esta marca italiana, ouvi maravilhas sobre ela e trouxe para casa para experimentar exatamente esses dois produtos da linha Love – o shampoo e o condicionador. Gostei muito. O shampoo resseca um pouco o cabelo, o que, no meu caso, acho ótimo, principalmente no couro cabeludo. Fiquei dois dias sem precisar lavar o cabelo por conta disso e ele não ficou oleoso, o que é raríssimo. Já o condicionador é super denso e devolve ao cabelo a sensação de maciez. Para o meu tipo de cabelo, funcionou bastante. Como apliquei: shampoo em todo o cabelo e condicionador do meio para as pontas. Não sequei com secador e meus fios não arrepiaram. Mas importante dizer: meu cabelo está bastante hidratado, premissa básica para evitar o frizz.

Montei esta galeria com outros shampoos e condicionadores e também com linhas completas – todas dedicados ao controle do frizz.

Passemos agora ao capítulo leave in. São produtos que não precisam de enxágue e fundamentais para o combate ao frizz. Até pouco tempo atrás, eu tinha a impressão de que leave in deixava o cabelo pesado e oleoso. Era só cabeleireiro se aproximar de mim no salão, após secar meu cabelo, com aquela mão cheia de óleo para eu ficar desesperada e repetindo:  “Não, não, não, por favoooor!!”. De fato, se a gente utilizar o leave in errado, o cabelo vai pesar mesmo – e o tiro no frizz vai acabar saindo pela culatra.

Existem produtos leave in específicos para cada tipo, textura e espessura de fios. Óleos e cremes não funcionam para mim, por exemplo. Eles pesam nos meus fios e murcham meu cabelo. Daí (de novo batendo na mesma tecla!) a importância de conhecer qual é a versão de produto mais adequada para cada uma de nós.

+BELEZA: Sonho virou realidade! YouHair, a Disney dos cabelos, inaugura em Porto Alegre

Leave in em formato creme é indicado para cabelos mais grossos ou que estejam precisando de uma hidratação mais profunda, muitas vezes por conta de tinturas e colorações, que ressecam bastante e abrem as escamas dos fios. Ele deve ser aplicado após o banho, no cabelo molhado ou bem úmido, do comprimento às pontas. Além de ajudar a hidratar, também nutre e dá força. Alguns possuem protetor térmico, o que protege também contra o secador e a chapinha.

Olha!

y-creme2MEDITERRANI SALVATION LEAVE IN 21
Este é um dos raros leave in creme que não pesaram no meu cabelo. Muito, muito bom. Como o próprio nome diz, ele possui 21 poderes para tratar os fios de forma prática e pode ser aplicado no cabelo úmido ou seco. Minha irmã costuma carregar na bolsa e usa umas gotinhas durante o dia, principalmente quando a umidade pega mesmo aqui em Porto Alegre. Escrevi um post em que ela deu seu depoimento sobre o Salvation 21. Vale a pena ler. Clica AQUI

Há cremes leave-in mais fluídos, há outros destinados a finalizar cachos… Enfim, há produtos para todos os tipos de cabelo. O importante é ler bem o rótulo da embalagem. Se o seu cabelo é liso, mas anda muito ressecado por questão de química e afins, o modelo creme pode ser uma boa alternativa.

Aqui, uma galeria com outros quatro leave-in creme muito bacanas!

Se você possui cabelo fino ou com menos volume, faça como eu: dê preferência ao creme de pentear em spray. Juro: não sei mais viver sem. Como eu uso? Varia. Quando percebo que meu cabelo está meio ressecado, além de shampoo e condicionador no banho, borrifo o spray depois de tirar bastante a umidade com a toalha. Tenho o hábito de cuidar muuuuito do meu cabelo. Faço hidratações no salão, em casa… Então, nem sempre eu preciso recorrer ao spray, pois o cabelo está hidratado e com água o suficiente em seu interior – primeiro passo para domar o frizz.

Olha os produtos em spray que selecionei na YouHair!

y-spray2SCHWARZKOPF SPRAY CONDITIONER
Já usei dois tubos inteiros e ele está entre os meus preferidos. Não pesa NADA, condiciona MUITO! Está destinado a cabelos normais a secos

y-spray3CAVIAR CONDICIONADOR LEAVE-IN, DA K.PRO
Também já experimentei e gostei bastante, mas o produto da Schwarzkopf funcionou mais no meu cabelo. Por que – e isso sempre é importante a gente saber: porque este leave-in da K.Pro hidrata muito mais. Se você precisa desta hidratação, este seria o indicado para você. Como eu já disse que meu cabelo mantém-se sempre bem hidratado, necessito de algo mais leve e fluído.

Outra galeria, agora de ótimos produtos leave-in em spray!

Dia desses, minha amiga Luciana, sabendo que eu estava mergulhada neste dossiê frizz, perguntou: “Mari, porque cabelos crespos e cacheados, como o meu, sofrem mais com o frizz?”. Por uma razão muito simples: como uma das causas do frizz é o ressecamento, os crespos e cacheados, por terem os fios em espiral, custam muito mais para “beber” da oleosidade natural do couro cabeludo e conseguir levar esta oleosidade até as pontas. Já os lisos, em função da linha reta, conseguem garantir muito mais essa nutrição.

+BELEZA: Da série “Eu Testei”! Mari e as amigas colocam os cabelos à prova de novos produtos!

O que resta aos crespos e cacheados, então? Caprichar ainda mais na hidratação. É aí que entram os óleos leave-in. Qual foi a conclusão que eu cheguei a respeito dos óleos – e que me levou a parar de gritar histericamente no salão cada vez que o cabeleireiro aproximava-se com a mão empapada de produto: óleos devem ser usados com parcimônia e somente quando as pontinhas estão realmente secas, rebeldes e quebradiças. Outra questão: gotinhas de óleo (argan, abacate, amêndoa, ojon…) podem ser acrescentadas ao creme ou ao spray. Vai depender do estado do seu cabelo – e só você vai saber disso melhor do que ninguém.

Separei alguns produtos leave-in em óleo!
Olha!

y-oleo3FINALIZADOR BIOSSENTIEL OIL, DA NG DE FRANCE
Este produto transformou e salvou meu cabelo quando ele estava com as pontinhas beeem ressecadas. É fenomenal! Foi por meio dele que conheci e me apaixonei pela marca NG de France. É desenvolvido a base de óleos essenciais, mas não deixa o fio oleoso. É indicado para quem está sofrendo com a porosidade.

y-oleo7REVLON BRILLIANT HYDRA ELIXIR
Outro leave in em óleo que funcionou para mim porque não pesou. Tem uma textura super fluída e pode ser usado tranquilamente com o cabelo seco, pois ainda dá brilho. Contém óleo de jojoba e vitaminas A e E, que protegem do calor do secador e das chapinhas.

y-oleo14MOROCCANOIL
Lembro bem quando este produto chegou ao mercado, eu experimentei e achei pesadíssimo para o meu tipo de cabelo. Claro, não era para mim, mas para cabelos volumosos. O óleo de Argan presente nos produtos  Moroccanoil realmente tem um poder de hidratação super profundo. Para quem necessita, é um grande investimento. Recentemente foi lançada a linha “light” para atender a cabelos mais finos.

Há muuuitas opções de leave in em óleo na YouHair e fiz esta seleção do que achei mais bacana a fim de atender a todos os tipos de cabelos.

No combate antifrizz, outras duas categorias de produtos precisam ser mencionadas: o sérum e o defrizante? Qual é a diferença; o defrizante é um protetor térmico que cria uma espécie de película protetora em torno do fio e deve ser usado sempre antes de secar o cabelo – seja com secador, chapinha, babyliss. O calor desgasta a cutícula dos cabelos, fazendo com que eles quebrem, arrepiem e… virem frizz! A proteção térmica evita este problema.

Alguns produtos com esta proteção!

y-protecao-termica6SPRAY TERMO REPAIR DA NG DE FRANCE
Ma-ra-vi-lho-so! Como eu tinha dito, conheci a NG de France por meio do Biossentiel Oil e me apaixonei pela linha inteira. Este protetor térmico ainda contribui para deixar o cabelo que é uma seda pura!

Outros defrisantes que não deixam nada a desejar selecionados por mim!

E o sérum, Amiga Mari? Qual é a diferença do sérum, que tem um aspecto oleoso, para os óleos? Bem, o sérum, apesar do aspecto semelhante, é um pouco mais fluído e tem um efeito mais de finalização mesmo. Pode ser usado com o cabelo úmido, sem problemas, pois ele também tem alto poder de hidratação, mas o que mais recomenda-se é usá-lo depois de secar o cabelo, em pouquíssima quantidade nas pontinhas. Eu uso sérum, mas não sempre. Costumo utilizar mais no verão, quando o cabelo está sofrendo com praia, sol, vento, mar, piscina, sabe assim? O sérum é um mix concentrado de óleos, silicones e vitaminas que hidratam cada fio e cujo resultado é imediato. Funciona como um finalizador de pontas.

Eis uma galeria de ótimos séruns!

O que aprendi com este mergulho no mundo maravilhoso da batalha antifrizz foi que cometemos alguns erros banais no dia a dia que acabam comprometendo um pouco o investimento que fazemos em tantos bons produtos. Um exemplo: torcer o cabelo com toalha. Eu já havia tocado neste assunto em um post anterior, mas volto a repetir: quer torcer o cabelo com a toalha e deixá-la na cabeça enquanto passa hidratante no corpo? Sim, eu também quero. Não existe nada mais prático. Mas então opte por uma toalha de microfibra.

tumblr_mcf2ew3yne1r4kfic_zps954838c3QUE INVENÇÃO É ESSA AGORA, AMIGA MARI?

Toalhas de algodão podem danificar a cutícula dos fios durante a secagem, principalmente se você (como eu) tem o hábito de friccionar bem a toalha nos cabelos. Torcer mesmo, sabe assim? danificando a cutícula, o cabelo perde brilho e maciez, perdendo brilho e maciez, resseca e então… Frizz!!!

tumblr_mrnfhgqc9y1sd6y2jo1_500TÁ A FIM?

Outro alerta: seu pente ou sua escova são de plástico? Troque por produtos de madeira. Não causam tanta estática quanto as escovas e pentes de materiais sintéticos, ou seja: não arrepiam tão facilmente. Madeira é material neutro que ajuda a combater o frizz.

1-everyday-feels-like-a-bad-hair-dayEVITA ESSE TIPO DE COISA…

Por fim, prefira fronhas de seda ou cetim. Ok, você não gosta de lençol de cetim? Eu também não gosto. Mas não estou falando de dormir enrolada em cetim, apenas de trocar a SUA fronha. O cetim oferece muito menos atrito do que o algodão. Consequentemente, menos frizz – o que vai evitar certos desprazeres de manhã cedo no espelho do banheiro.

f138eb50-8a39-0133-9fe8-0e7c926a42afSE É QUE ME ENTENDE…

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

9 Comentários
  1. Oi mari, adorei teu post e tenho uma sugestao de materia a fazer! Produtos para cabelos para quem adere a tecnica do uso de produtos low poo. Meu cabelo e liso, volumoso e com frizz e no inverno otimo mas no verao e um horror! Desde que aderi a tecnica meu cabelo melhorou muuuuuito, mas e um saco ler as letrinhas pequeninas das embalagens e verificar quais quimicas posso usar. Sou viciada em produtos para cuidados com a pele e cabelos e saio das lojas de maos abanando pir ausencia de informacoes. As funcionarias das lojas de produtos especializados praticamente ou nao sabem ou somente sabem q existe mas nao tem seguranca nenhuma para indicar produtos. Sera que teria como fazer uma materia com finalizadores e protetores termicos para quem adere a tecnica? Nem falo em shampoo e condicionadores pois estes sao um pouco mais faceis de pesquisar, mas o restante e dificil. Fica a dica!!! Adorei a materia, pena que nao posso me jogar a menos que eu carregue um phd em quimica comigo. Bjssss geovana

  2. Oii Mari, nossa amei suas dicas… realmente sempre fico em dúvida do que posso ou não usar no meu cabelo. Eu estou começando a conhecer os produtos Davines, e estou apaixonada… tem muitas opções para tudo que é tipo de cabelo e tratamento e o mais show é que são produtos orgânicos, que não agridem o cabelo e né o meio ambiente, não fazem testes com animais e até as embalagens são ecológicamente corretas

  3. E produtos brasileiros???? Nenhum????? Pois eu indico a você: Linha Reconstrói Fios Siage, Marca Eudora, pertencente ao grupo Boticário. Tem inclusive Cc cream capilar!!! É show e não só contra o frizz , mas protege contra os raios UV…. pesquisa . Abraços Anna

    1. Gosto sim, Camila. É uma marca ótima. Mas não mencionei porque, como fiz toda a pesquisa dentro da YouHair e a Kérastase ainda não chegou na loja, acabei deixando de fora. Mas é ótima! Beijo. Mari

  4. Tudo ótimo! Informações valiosíssimas!
    Só, poderiam vir acompanhadas do preço, né Amiga Mari?
    Mas adorei o post e já tomei nota dos que me interessaram! Beijo!!!
    Susana

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.