A Maria Passadeira existe para a gente não precisar mais fazer essa cara!

Você mora em Porto Alegre, odeia passar roupa e não tem quem passe para você? Pagaria fácil por este serviço? Seus problemas acabaram! Foi inaugurada na rua Landel de Moura, 2011, no bairro Tristeza, a Maria Passadeira, já ouviu falar? Nasceu para atender uma demanda específica pelo serviço de passadoria.

Pesquisas realizadas demonstraram que a maioria das pessoas não tem problemas ou dificuldades para lavar e secar roupas, mas quando o assunto é passar roupas, as dificuldades vão desde a indisponibilidade de tempo, passando pela falta de habilidade com mesas e ferros e chegando ao fatídico “odeio passar roupas”. Mesmo as famílias que contratam empregada doméstica ou diarista enfrentam problemas, uma vez que 49% das profissionais não passam roupas.

dvs057864ENTENDA: ISSO NÃO PRECISA MAIS ACONTECER

A Maria Passadeira oferece serviço de busca e entrega para diversos bairros e adota a política de preços por caixas. São dois tamanhos de caixas, sendo que a caixa pequena tem 67% da capacidade da caixa grande. Dentro, a gente pode colocar as peças de roupa que quiser. Porém, se a opção for passar apenas algumas peças, a empresa também disponibiliza tabela de preços individualizada.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.