Bolsa de rainha ou… O chumbo que a gente pendura no ombro!

mk_003

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

8 Comentários
  1. Já estou eu cedo no PC lendo tua coluna ! Adorei ;eu sempre tive curiosidade para saber o que a rainha levaria na bolsa/ na verdade ela não precisa levar nada ! tem sempre alguem por perto para socorrer…
    Gostei.

  2. Hahaha!
    Muito sacrifiquei minha coluna com uma bolsa abaurdamente grande cheia de inutilidades.
    Agora, com a onda de assaltos, nem uso mais bolsa, só niqueleira.
    Celular na rua, nem pensar …
    Bjs.

  3. Um detalhe importante sobre as roupas femininas: por que elas não tem bolsos como a dos homens? Aliviaria muito o peso, o risco de roubo e a responsabilidade de carregar a bolsa.

  4. Olá Mariana,

    Fiquei triste quando você saiu do Donna, mas por outro lado felicíssima por ter você por perto ainda.
    Se eu contar pra você que minha bolsa pesa muito por eu guardar papéis inúteis dentro dela, você acredita? Acho que sim, pois nós mulheres somos capazes de coisas que até Deus duvida.
    Obrigada por estar ainda nas nossas vidas, brindando-nos com seus textos maravilhosos, com a participação impagável dos seus peludos!!

    Bjks

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Edifício Império, Porto Alegre. 
Verão de 1978. Mami, Ota e eu. 
#tbt
  • Blazer sem ser caretinha?! Temos Amiga Mari mostrando no Stories! #vemver ❤️
  • Liga na @radiobandnewsfm que estamos ao vivo no @bnhappyhour pra comemorar os 14 anos da Band News POA com @icothomaz e @fzaffari no @360gastrobar 🥂 #happybirthday #happyhour #bandnewsfm
  • A gente se diverte e nos minutos que sobram a gente se embeleza, né @thaylacollingmicropigmentadora 👌🏻#coisasdethayla #bandmulherrs #makedodia #goodhairday
  • Pise na grama! 🍃🐾☀️🐶
  • Toda semana acontece a mesma coisa. Lá por quarta ou quinta-feira, começo a planejar com detalhes a agenda de sábado. Eu amo sábado. Sábado é dia de fazer tudo aquilo que não deu tempo durante a semana. Sábado é dia de não acordar tão cedo, mas também é dia de arranjar tempo para tudo. É dia de ir ao salão, de fazer a mão, alguma hidratação no cabelo. É dia de ir à floricultura, na feirinha de orgânicos da Redenção, de pegar um sol, de ler os jornais sem pressa, de tomar chimarrão… É dia de almoçar tarde, mas para almoçar tarde é preciso tomar café cedo. E como sábado é dia de dormir até um pouco mais, o negócio é pular o café tradicional para almoçar na casa da mãe, ou da sogra, ou ir até o Gambrinus comer um linguado grelhado com caipirinha de limão. Todo sábado de manhã é a mesma coisa: eu me pego estaqueada no meio da sala sem saber pra que lado eu vou. 
Bentolino também.
Feliz sábado de sol pra nós! 🌞❤️🐶