Ninguém é peixe pra se deixar morrer pela boca!

mk_015-vale

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

5 Comentários
  1. Perrrrrfeita tua coluna . Me enquadro nessa de fazer da refeição um ritual. Como menos que todo mundo e sou sempre a última a terminar. Com 47 anos mantenho o peso dos 20

  2. Mari, minha querida amiguinha, temos mais um pontinho em comum eheheh
    Sempre como devagar, mastigo muito, aliás isso já é piada recorrente na família, sempre sou a última a terminar a refeição, mesmo quando como pouco
    Já assisti um senhor engasgar num restaurante onde jantávamos, foi pavoroso, fiquei tão chocada que não consegui comer mais nada, tivemos que sair dalí. Mas graças a ajuda de um anjo que alí estava ele se salvou. Aiai amiga, todo cuidade é pouco

  3. Há uns 30 anos, salvei meu filho pequeno, engasgado com uma bala soft. Aconteceu de ter lido, recentemente, o livro Christine, de Stephen King e que dedicou uma página inteira, descrevendo a manobra de Heimlich. Quem disse que literatura não salva vidas?

  4. Gostei muito da tua coluna de hoje.
    Sobre o uso de velas, vou te passar uma informação que me deu uma iraniana, minha amiga: quando se cozinha,devem se manter acesas duas velas na cozinha e uma na sala onde se vai comer, até o fim da refeição.
    O odor de comida desaparece totalmente.
    Espero que esta dica te seja útil, ainda mais por se tratar de sabedoria milenar…

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.