Como valorizar a imagem profissional com corte de cabelo e penteados bacanas

Quando pensamos de que maneira vamos nos apresentar diariamente no trabalho, muitas das vezes nos preocupamos só com o look e esquecemos de um ponto de atenção importante na nossa imagem: o cabelo. Não adianta sermos descoladas e cheias de estilo se o nosso cabelo não estiver de acordo com todo o conjunto. Assim como as peças escolhidas para compor o seu visual, o cabelo tem um papel chave na imagem que você deseja passar na sua vida cotidiana e, principalmente, no ambiente corporativo.

Se apresentar com uma imagem pessoal positiva fará toda a diferença na sua trajetória dentro da empresa. Afinal, você estará lidando diariamente com chefes, clientes e colegas que estarão observando e avaliando os cuidados que você dispensa a você mesma. Tudo bem, eu concordo que não é uma tarefa simples porque existem aqueles dias em que o nosso cabelo parece jogar contra nós mesmas. E nessas horas que é preciso disciplina, criatividade e, muitas vezes, até a orientação de um bom profissional com dicas de ouro para nos ajudar a vencer essa batalha diária.

A primeira regrinha que não podemos nos esquecer é que cabelo sujo, malcuidado e desgrenhado não cabe em nenhuma situação. Também é imperdoável ir trabalhar com a raiz aparecendo, afinal de contas você não quer ser vista como desleixada, não é mesmo?

Se por algum motivo você não teve tempo de retocar a raiz em casa ou no salão, hoje já existem no mercado produtos que resolvem essa questão em cinco minutos e disfarçam aqueles fios brancos indesejáveis.

cabelo raiz brancaSe por algum motivo você não teve tempo de retocar a raiz em casa ou no salão, hoje já existem no mercado produtos que resolvem essa questão em cinco minutos e disfarçam aqueles fios brancos indesejáveis.

Outro ponto importante é estar atenta ao nível de formalidade da empresa ou do escritório em que trabalha. Não dá para aparecer num escritório de advocacia com o cabelo pintado de azul.

Sei que nem sempre é fácil identificar penteados ou cortes que, além de serem adequados e servirem para qualquer ocasião, deixem a gente bonita e confiante. Por isso, resolvi separar para vocês algumas dicas que vão deixar seu cabelo sempre adequado para o trabalho. Vale lembrar que se mesmo assim você se sentir insegura, procure, se possível, um profissional para fazer uma consultoria personalizada para você.

COQUERABO DE CAVALO E COQUE: DOIS CURINGAS INFALÍVEIS
Com esses dois, não tem erro. Se você trabalha em um ambiente formal, o coque é mais indicado por trazer um ar de elegância. Prenda os fios com grampos da mesma cor do seu cabelo e procure não usar tantos acessórios, para ele ficar mais básico e clássico. Lembre-se de que você está no trabalho, então é preciso ser prática. Para o rabo de cavalo, amarre o cabelo do meio da cabeça para baixo.

Business-woman-meetingPENTEADOS BACANAS: BINGO!
Não há problema em usar o cabelo solto no trabalho. Nesse caso, é importante mantê-lo sempre limpo e com corte, sem pontas duplas evidentes. Caso o seu local de trabalho seja informal, e você queira optar por um look mais despojado, tranças são uma boa opção. Vale também usar o cabelo meio preso, mas tome cuidado para o penteado não ficar “colegial”. Assim como no coque, use grampos discretos e da mesma cor dos fios.

businesswoman-meetingVALORIZE SEUS CACHOS
Ao contrário do que muita gente ainda acha, você não precisa alisar o cabelo para “parecer” mais arrumada. Essa ideia é preconceituosa, porque parte do pressuposto de que um cabelo crespo ou cacheado não é formal o bastante nem bonito. Então, encaracoladas e crespas, liberem seus cachos! O importante, como qualquer tipo de cabelo, é mantê-los sempre limpos e cheirosos.

Compartilhar
Rachel Jordan

Rachel Jordan

Consultora de Imagem, Rachel Jordan é especializada em Comportamento, Moda, Etiqueta Social e Corporativa, Dress Code e formada em Protocolos Internacionais pela renomada The Protocol School of Washington. Referência em seu segmento, a consultora é palestrante e instrutora. Executa um trabalho estratégico e personalizado para empresas e pessoas que desejem melhorar sua imagem pessoal e profissional com o objetivo de se reposicionar na carreira ou se colocar de forma mais adequada nas diferentes situações do cotidiano. O olhar diferenciado, observador, sensível e profissional de Rachel Jordan é potencializado também por sua formação como artista plástica. Membro da Association of Image Consultants Internacional (AICI), tem especializações em História da Moda, Consultoria de Imagem, Produção de Moda, Comportamento, Etiqueta Social e Corporativa, Análise Cromática. Rachel Jordan estreia este mês (janeiro 2016) como colunista de moda, etiqueta e comportamento do site Mariana Kalil (marianakalil.com.br).

1 Comentário
  1. Interessante que este blog – como tantos, ainda – sugere produtos para “esconder os indesejáveis fios brancos” como se fosse regra absoluta escondê-los. Como assim? Tantas mulheres optam por não pintar o cabelo e assumir seus fios brancos. É sinal de maturidade e modernidade. Essa sugestão não condiz com a modernidade do blog da MK. Sorry!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Estaremos te esperando, Chiquinho! Repost @chico_sperotto ♥️🐶🌞
  • • KARL LAGERFELD
10.09.1933 - 19.02.2019 🖤
•”Pense rosa. Mas não use".
•”Calça de moletom é sinal de fracasso. Você perdeu o controle sobre sua própria vida e comprou um moletom".
•”Eu acho tatuagem uma coisa horrorosa. É como viver o tempo todo em um vestido Pucci".
•”Meu maior luxo é não precisar me justificar para nenhuma pessoa.”
•”Gosto que tudo seja lavável. Eu mesmo, inclusive.”
•”Personalidade começa onde a comparação termina.”
•”As melhores coisas que fiz na minha vida, as vi nos meus sonhos. É por isso que tenho um caderno de rascunhos na minha cama.”
•”O politicamente correto, a preservação. Eu acho tudo isso extremamente chato.”
•”Coco Chanel jamais teria feito o que eu fiz. Ela teria odiado.”
•”Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas. É sobre todos os tipos de mudança.”
•”Eu amo estar de passagem. Nasci em um porto, em Hamburgo. Então minha mãe disse: ‘É a porta do mundo, mas não é mais do que a porta. Portanto, já pra fora!’”.
#ripkarllagerfeld
  • - Dinda, entra no mar comigo?
- A dinda não gosta de mar gelado.
- Eu queria mergulhar com a dinda.
- Então a dinda vai te dar a maior prova de amor do mundo. E tu vai lembrar pra sempre, promete?
- Prometo, dinda.
E assim foi, e a lembrança eterna será de nós dois. #joaobenicio #amordadinda
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾 Detalhes no destaque do Stories
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻