Conheça os tipos de insônia e as maneiras de se ver livre deste mal

Existem vários fatores que causam a insônia: uso de medicamentos, depressão, ansiedade e mais de 85 doenças que podem provocar essa ausência ou má qualidade do sono. Uma coisa é fato: quem não dorme bem vai acordar cansado e indisposto. Além disso, outras consequências com graves prejuízos ocorrem, como irritabilidade, dificuldades de concentração e de memória, ansiedade e sintomas depressivos

O médico psiquiatra Daniel Sócrates explica que insônia pode ser dividida em duas categorias: a aguda e a crônica. A aguda é causada por situações súbitas e pontuais. Como algo que possa ter acontecido que não foi legal, perda de alguém querido, separação conjugal, problemas no trabalho, entre outros.

– Nesses casos, o tratamento deve ser o mais precoce possível, porque a resposta, na maioria dos casos, é rápida e satisfatória – garante.

insonia-é

Já a insônia crônica persiste por períodos mais longos e pode estar relacionada a outras doenças. Insônias podem ser divididas em três tipos:

Insônia inicial
Dificuldade de iniciar o sono.
Insônia de sustentação
Dificuldade de manter o sono contínuo a noite toda, perda do sono no meio da noite e impossibilidade ou dificuldade de voltar a dormir.
Insônia terminal
Despertar precoce, onde não se consegue também retornar ao sono.

Sócrates alerta que para todas elas o tratamento medicamentoso (indutores do sono ou antidepressivos em pequenas doses) é a última alternativa, apesar de necessária em muitos casos. Outras alternativas ao tratamento medicamentoso incluem higiene adequada do sono, psicoterapia e técnicas de relaxamento.

insonia

O médico psiquiatra deixou algumas dicas para o site MK para ajudar a combater fatores que possa estar interferindo nas noites de sono. Espia só:

Pratique atividade física
Exercite-se e permaneça ativo. Atividade física ajuda a promover uma boa noite de sono desde que seja praticada em horário apropriado, nunca no período próximo à hora de dormir.

Verifique seus medicamentos e alimentação
Alguns remédios podem contribuir para a insônia assim como produtos que contêm cafeína, álcool ou outros estimulantes. Antes de dormir evite chá preto, café, refrigerantes de cola e chocolate seis horas antes de deitar.

+MARI KALIL: Os cinco benefícios de dormir do lado esquerdo do corpo

Regule o sono
Evite cochilos durante o dia. As sonecas distribuídas ao longo do dia podem dificultar na hora de adormecer à noite. Se for tirar um cochilo, certifique-se de este não passará de aproximadamente 30 minutos e não ocorrerá após as três horas da tarde. Regularize também o seu relógio biológico, estabeleça um horário fixo para dormir e acordar preocupando-se sempre na quantidade de horas dormidas.

insonia3

Na hora de dormir
Evite televisão no quarto, usar computadores, videogames, smartphones ou outras telas antes de dormir, pois a luz pode interferir no ciclo de sono. Feche a porta, apague as luzes, mantenha a temperatura agradável e deite-se confortavelmente. Encontre uma temperatura ambiente confortável para o sono e mantenha o quarto bem ventilado, livre de ruídos e o mais escuro possível.

Afaste o estresse ou depressão
A preocupação excessiva com os problemas do trabalho, da família e até mesmo da saúde deixa o organismo em estado de alerta permanente. Essa condição provoca a liberação de corticoide e adrenalina, e então o corpo não consegue relaxar. Já a depressão provoca um desequilíbrio químico cerebral.

Fonte: Daniel Sócrates
Graduado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU – Uberlândia/MG) em 2005, residência médica em psiquiatria pela Fundação Hospitalar de Minas Gerais (FHEMIG – Belo Horizonte/MG) em 2007, especialista em Dependência Química pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP – São Paulo/SP) em 2008, doutor em Psiquiatria pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP – São Paulo/SP) e Membro da Câmara Técnica de Psiquiatria do Conselho Regional de Medicina (CREMESP – São Paulo/SP). www.drdanielsocrates.com.br

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • “Hello, doctor Renato! Good morning and good news! Doctor Guy can receive us the coming monday at Sheba Medical Center. The cells grew very well, they are approved for protocol in Israel”. ✨✨✨
Não perca, nunca perca, jamais perca tua força, tua coragem, tua fé.
  • O amor e o carinho de todos vocês, perseguidoras e perseguidores, me impulsiona como uma malabarista que voa pelo céu encantado em seu trapézio mágico. O amor e o carinho da minha família e amigos é o que me mantém firme e forte até aqui, com desequilíbrios e tropeços, sim. Mas com muito aprendizado. Não foram dias fáceis, não tem sido nada fácil e tampouco será daqui por diante. Mas, com fé, força e coragem, chegará o dia em que vamos emergir juntos lá do fundo desta tempestade - e então bastarão algumas braçadas e já estaremos do outro lado da margem deste mar revolto. O lado da cura. Amanhã, já posso voltar a comer batatinha em casa. E vamos em frente. 💪🏻 #bepositive
  • A dinda vai cair e levantar quantas vezes forem necessárias para te ver crescer e florescer em um mundo lindo de rosas amarelas, meu pequeno Johnny. 💛
  • Mais uma etapa vencida; mais três corações explodindo de felicidade de voltar pra casa. Em frente. 👊🏻 #bepositive
  • Uma ideia criativa de servir pão (vou imitar) y otras delícias do Bell Café: couve-flor, kebab e húmus (sempre ele!). #telavivfood 😋
  • Se você não vem comigo, nada disso tem valor. De que vale o paraíso sem amor? Se você não vem comigo, tudo isso vai ficar. No horizonte esperando por nós dois.