Das novidades encantadoras que chegam dia a dia embaixo da porta

Demorei alguns meses, precisamente nove, praticamente uma gestação, para entender como trabalhar em sistema de home office. Achei que a adaptação pudesse ser mais rápida, mas não foi. É estranho tornar-se, do dia para a noite, dona do próprio negócio, do próprio tempo e do próprio nariz. Sobretudo, depois de um costume de mais de 20 anos trabalhando em redações de jornais e revistas. Li muitos depoimentos de pessoas que também têm essa rotina sem rotina – o que ajudou bastante. Temos a mania de achar que certas coisas e sensações só acontecem com a gente, só passam pela cabeça e pelo peito da gente, quando, na verdade, há uma legião de pessoas lá fora que pode estar vivendo a mesma situação. E partilhar, dividir, trocar experiências sempre traz um certo alento.

+MARI KALIL: O que estou aprendendo (a algum custo…) com a rotina do home office

Esse momento autônomo da minha vida, dona do meu nariz, do meu tempo, do meu negócio e de um site que leva meu nome – ou seja, é a minha cara, a minha essência e tem a minha curadoria de conteúdo – também está sendo importante para ver como continuo sendo querida pelas marcas e pelas empresas que sempre me procuraram porque, na minha frente, havia um crachá. Agora, não. Agora eu sou apenas a Mariana – e as marcas e empresas continuam fazendo questão de vir até mim para me manter informada. Continuam me tratando com o carinho e respeito de sempre. A todas meu muito, muito obrigada. Sejam sempre bem-vindas! Podem entrar!  Sintam-se em casa!

portaACEITAM UM CAFEZINHO?

bento1123QUEM VAI FAZER?

Não reparem na deselegância do animal. Vocês já sabem que ele é desaforado mesmo.

bento1123SOU DOS REALISTAS

É tanta novidade que bate aqui na porta da nossa pequena redação que eu resolvi juntar todas elas em um único post. Compilar informações, sabe assim? Então, venho por meio desta compartilhar com vocês, minhas queridas e amadas leitoras, que estão sempre comigo aonde quer que eu vá e onde quer que esteja, as novidades do front – de creperia a marca de bolsas. Vamos lá?

Jolie Crepe

Trata-se de uma creperia que inaugurou recentemente um quiosque no Praia de Belas Shopping (já existe uma loja no BarraShoppingSul). Eu lembro de ter comentado alguma coisa sobre o assunto no Instagram e logo entraram em contato comigo para dizer que gostariam de enviar material. Então, chegou aqui uma cartinha muito querida e que diz o seguinte:

“Oi, Mariana!
Não queremos de forma nenhuuuuuuuuma estragar tua dieta (andamos lendo o teu blog esses dias, viu?), mas uma escapadinha vez ou outra não faz mal a ninguém, né? Adoraríamos que tu viesse nos visitar, por isso estamos enviando um voucher especial que está dentro do envelope.

mulher-com-vergonha1VALE UM CREPE FRANCÊS

crying4COMO É QUE VOU EMAGRECER DESSE JEITO, JESUS?

A querida cartinha-tentação continua contando a história da Jolie, que, em francês, quer dizer bonito. “Foi depois de uma temporada na França que um jovem empreendedor gaúcho de 24 anos decidiu que precisava trazer para Porto Alegre o legítimo crepe francês. E assim nasceu a Jolie Crepe”.

Olha!

jolieA PRIMEIRA JOLIE, NO BARRASHOPPINGSUL

Continua a cartinha: “Mas não o confunda com aquele crepe de palito que você está acostumada a ver nas praias gaúchas. Na Jolie, você prova o crepe que nasceu na Idade Média, lá por volta de 1300, que tem uma massa fininha e crocante dobrada no prato, recheada de ingredientes caprichados (que podem ser doces ou salgados)”.

Olha!

brOOOOOOOHHHHHH!!!!

bento1123TU VAI DIVIDIR COMIGO?

Tu vai servir cafezinho aqui na nossa redação?

bento1123NÃO

Então, não vou dividir nada.

bento1123EGOÍSTA

feliz1HE HE HE

Puffs de Alessa

É um empreendimento que nasceu em Porto Alegre e é o primeiro e-commerce do Brasil especializado apenas em pufes e almofadas de alto padrão. A história do nascimento do negócio, segundo a cartinha que me foi enviada, é a seguinte: “A busca por peças sofisticadas e exclusivas que apresentassem, acima de tudo, personalidade para renovar ambientes foi a inspiração para que a empresária gaúcha Claudete Tavares criasse a Puffs de Alessa”.

Olha!

compose-ii-1102UM DOS MODELOS DE PUFE
Não consegui foto maior no site, mas, clicando AQUI, dá pra ver o pufe com lente de aumento em detalhes

almofada-azul-listrada-508NOSSA, AGORA CONSEGUI ESSE ALMOFADÃO!
Não entendi o porquê de não conseguir a foto grande do pufe… Fiz alguma barbeiragem. Mas, enfim, este é um dos modelos de almofadas. Achei bem elegante!

Agora… Olha que liiiiindo esse pufeeee!!

puff-agnes-couro-legitimo-1008OOOOOOOOOHHHHHHHHH!!!!
Não é maravilhoso? Todo em couro!! Achei um arraso!

Continuando a cartinha de apresentação que recebi: “A marca já comercializa seus produtos para todo o país por meio da loja virtual. Entre os diferenciais estão estampas exclusivas assinadas por designers próprios, o uso de material de alta qualidade na estrutura das peças, como, por exemplo, a estrutura de madeira e os pés de inox. Além disso, há a possibilidade de customização das peças de acordo com a necessidade decorativa do ambiente”.

bento1123TU PODE MANDAR CUSTOMIZAR UM PUFE PRA MIM?

enxaqueca115ALGUÉM INTERDITA ESSE ANIMAL, POR FAVOR?

Fresh Orgânicos

Estava no segundo parágrafo deste post quando o interfone tocou.
– Por favor, a Mariana está?
– Sim, é ela.
– Há uma sacola para a senhora.
– Ok, estou indo.

Era da Fresh Orgânicos. Junto da cartinha da Dani Schumann, a fundadora da Fresh Orgânicos, havia, dentro da sacola ecológica, um pequeno vasinho de cerâmica com terra e sementes para plantar. Logo, logo plantarei, viu, Dani? Obrigada! Aliás, plantei um pezinho de feijão que me mandaram um tempinho atrás (não lembro quem foi para agradecer.. desculpa..) e já tenho quase uma lavoura.

manaELA EXAGERA UM POUCO

Na cartinha que a Dani mandou está escrito o seguinte: “Olá, Mariana! A Fresh entrou 2016 com cara nova! Quando a vida pede uma alimentação mais saudável, precisamos repensar nossas escolhas. É com esse objetivo que a Fresh investe em um novo conceito de alimentação saudável através da praticidade e comodidade do e-commerce. Mudamos nosso site, mas não nossa forma de cultivar relações. Você pode continuar contando com seus amigos de confiança para ter acesso a mais saúde na porta da sua casa”.

Olha!

fresh-1920x1005-4A HOME DO SITE!

Na prática, como funciona: a gente entra na loja virtual e faz a feira, sabe assim? Tem alface, chuchu, abacate, açafrão da terra, banana, batata doce, berinjela, beterraba, cebola, cenoura, cebolinha.. Além de produtos como granola, barrinha de cereal, guaraná em pó… Dá uma bisbilhotada lá. É bem legal!

Me Voy

É uma marca gaúcha de camisetas com o propósito de trabalhar com frases estampadas. Na cartinha que chegou aqui, vem a seguinte explicação para a criação da marca: “‘Vestir o que você pensa’. Este é o lema da Me Voy, marca que carrega palavras na sua essência, como forma de expressão, personalidade e inspiração. As camisetas estampas ‘coisas que estão no ar’, como trechos de músicas, ditados populares, lemas de vida e significados”.

Olha!

me voy 82204_6319109120479537046_nUMA DAS FRASES QUE ESTAMPA AS CAMISETAS DA ME VOY

Continua a cartinha da Natália Braulio, a criadora da marca: “Há duas coleções, a Celebrate e a Prece. A primeira nasceu da vontade de comemorar e compartilhar. Com ela, a gente celebra o que o novo traz e compartilha mensagens positivas para um ano mais otimista.” (Cá entre nós, haja camiseta com mensagens otimistas para este ano…)

Por fim, termina a cartinha: “A coleção Prece nada mais é do que um pedido de paz. É uma coleção antiódio, uma prece por mais tolerância”.

Olha!

me voy 12741992_525984867580070_1509629852855054075_nESTAMOS TENTANDO, ESTAMOS TENTANDO….

Donna Guerriera

Conheci a marca hoje e quem me escreveu foi minha xará, Mari – Mari Guidotti. Diz a Mari em sua cartinha, que veio acompanhada de uma linda nécessaire e um identificador de mala com as minhas iniciais (obrigada, Mari!):

“Oi, Mariana. Tudo bem?
Acompanho você nas redes sociais e tomei a liberdade de te enviar este conjunto de acessórios para deixar suas futuras viagens especiais – e também gostaria de te fazer um convite. Vou inaugurar a primeira loja Donna Guerriera, marca de acessórios de couro que criei há cinco anos. O espaço está localizado na RS 115, 7012, em Igrejinha. Você é minha convidada para o coquetel de lançamento no dia 19 de março, a partir das 15h”.

bento118VAMOS?

586crazy-woman-calls-her-ex-boyfriend-65000-times-1050998-flash-1050998-flash41POSSO TERMINAR?

Continua a Mari: “Caso não seja possível comparecer nesta data, fica o convite para conhecer a loja quando visitares a Serra Gaúcha, pois fica na mesma rota de acesso para Gramado/Canela. Este é um momento muito importante para minha marca e esse mimo é uma forma de compartilhar minha alegria contigo”.

Muito obrigada, Mari. Adorei o carinho. Alegria compartilhada!

bento118NÓS VAMOS?

586crazy-woman-calls-her-ex-boyfriend-65000-times-1050998-flash-1050998-flash41POSSO TERMINAR?

Mari me enviou também o site da marca para que eu pudesse conhecer melhor. Há bolsas, mochilas, carteiras e nécessaire.

Olha!

gue ea330c4b9a680c1f8c21ba0a9f7009c8ACHEI CLASSUDA ESSA PRETINHA!

bento1123QUERO SABER SE NÓS VAMOS PARA IGREJINHA

Não sei ainda, Vou tentar. Gostaria muito. Podemos falar disso em outra hora?

bento1118PRECISO QUE SEJA AGORA

manaO BENTO ESTÁ UM MALA HOJE

MULHER-PANICHOJE???

bento1118NÓS VAMOS?

Eu vou tentar, mas, se a gente não conseguir ir no dia do coquetel, a gente vai em outro. Pode ser?

bento118PODEMOS IR AGORA A ALGUM LUGAR?

Qual lugar?

bento118QUALQUER UM

Diz um lugar!

bento118PUPPI E CHOCÓLATRAS

Percebam essa agora: um belo dia, saímos do almoço no Puppi Baggio, restaurante preferido do animal, e sentamos ao lado, no Chocólatras Anônimos, para tomar um café e comer um docinho. Deste então, o animal acha que todo dia é dia de fazer o dito programa. Hoje, por exemplo, uma quarta-feira de labuta e crise econômica generalizada, o animal – uma criatura que não trabalha e veio ao mundo a passeio – quer que eu saia do meu trabalho às seis horas da tarde para jantar no Puppi Baggio e comer sobremesa no Chocólatras. Depois eu ainda tenho que ouvir que a sem noção sou eu.

bento113ÓBVIO

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

1 Comentário
  1. Leio tudo o que escreves, com prazer, porém,espero ansiosamente os comentários do Bento e da Mana!! Desculpa, meu apreço especial por esses dois! Vocês são demais!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Viva as nove primaveras da Marina! Viva! 👏🏼🥂♥️
  • É nosso, gurias @karinachav @reginalimaoficial ♥️Melhor programa de televisão do ano do Prêmio Press! Jamais vou esquecer o convite de vocês duas pra fazer parte dessa equipe! Que orgulho! Ao alto e avante! 💪🏻♥️👊🏻 @ceciliakramer eternamente grata pela confiança! #tamojunto #bandemmovimento
  • A persistência faz do impossível uma possibilidade. No caso, voltar a fechar com folga o jeans guardado há 15 anos à espera deste momento!  #yeswecan 💪🏻👊🏻🤣♥️
  • Né?! 🤣
  • BFF ♥️
  • Meu amor por Porto Alegre é tão grande que não cabe no peito e não coube na foto com a obra do super @jotapepax 🤣🤣🤣. #ilovepoa #vemseapaixonar