Dez estrelas para a Estrella

Sábado à noite, conheci o Bier Markt, na Castro Alves. Tinha almoçado tarde e a ideia era só beber alguma coisa com dois casais de amigos. Da caipirinha tive que desistir – posto que o Bier Markt, fui saber lá, não tem nada no cardápio além de cervejas. E cervejas de todos os cantos do mundo.

Pois bem, já que tinha à minha frente infinitas possibilidades de cervejas, resolvi que me daria de presente a degustação de uma especial. Folheia daqui, espia dali, encontrei a Estrella Damm Inedit, espanhola. Na época em que morei em Barcelona, a Estrella Damn era minha cerveja preferida. Resolvi relembrar os velhos e bons tempos e pedi esta edição especial, Inedit.

Só que esta Inedit nada tem a ver com as Estrellas em lata que eu bebia na praça Rius i Taullet, em Gràcia. Ela vem nesta garrafa de 750ml, deve ser mantida em um balde com gelo e servida em um cálice de vinho branco. Fiz todo o ritual, enquanto ouvia “oooohhhhh” de emoção na mesa.

O que achei da Estrella Damn Inedit? ADOREI!

O melhor da Estrella Damn Inedit é a história de sua invenção – uma parceria dos superchefs Ferran Adrià e Juli Soler com os sommeliers do Restaurante El Bulli e os Mestres Cervejeiros da Damm. Ela foi feita elaborada especialmente para acompanhar os pratos da alta-gastronomia, servindo como uma alternativa ao vinho nos melhores restaurantes. E olha que é uma bela alternativa mesmo.

A Estrella Damm Inedit mistura maltes de cevada e trigo, é aromatizada com lúpulos e especiarias como coentro, casca de laranja e alcaçuz. A segunda fermentação na garrafa é que proporciona complexidade aromática, frutada e floral, com notas doces no paladar. É uma cerveja de textura cremosa e bem fresquinha.

Bebi só uma garrafa e bem devagarinho. Quando estava indo embora, soube que tinha um grupo de gurias na parte de cima do bar que já havia derrubado 10 iguaizinhas. E comemoravam a descoberta como o achado do século.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.