Direto de Punta: Mari faz a conta dos preços de restaurantes e sorveterias da península

Desde que desembarquei em meu escritório de verão em Punta del Este, no dia 26 de dezembro do ano passado, venho me mantendo alheia às notícias do Brasil. Ouvi meio por cima sobre a rebelião do presídio em Manaus, mas não quis me aprofundar. Há momentos em que é preciso entrar em uma bolha e viver um pouco dentro dela a fim de não ser espiritualmente, mentalmente e criativamente impactada pela quantidade de absurdos, abusos, disparates e toda a sorte de adjetivos malditos que têm acompanhado a vida social e política brasileira nos últimos tempos.

Punta del Este tem sua maior lotação dos últimos 15 anos. Impulsionados pelo efeito Macri na economia, os argentinos vieram em peso para cá. Aqueles que se restringiam às suas praias locais agora somam-se aos veranistas habituais e lotam restaurantes, bares, ruas e areias de Punta. Já brasileiros… Um aqui e outro acolá. Muito pouco. O real oscila entre 8,40 e 8,65 pesos (câmbio de hoje). Ou seja: R$ 1 = 8,65 pesos. E qual é o poder de compra deste montante? Olha, varia. Depende de onde a gente vai.

bento1124A GENTE VAI TODOS OS DIAS NO ARLECCHINO

Sim, todos os dias, atravessamos a rua aqui de casa e vamos ao Arlecchino comer sorvete. Peço sempre o vaso de dois sabores, que me custa 95 pesos, ou seja, R$ 10,90 – o preço de um bom sorvete no Brasil.

Olha!

punta-arlecchinoOOOOOHHHH!
Neste dia, os eleitos foram Fondente (chocolate beeeem amargo) e Monte Bianco (uma mistura de doce de leite e cookies). O objetivo é sempre escolher um amargo e outro doce pra contrabalançar!

punta-arlechino2OOOOOOHHHHH!!
Neste dia, os eleitos foram chocolate semi amargo e dulce de leche super (beeeeem doce!)

Também já fomos ao Freddo e lá pedimos banana split (beeeem doce) + chocolate amargo num dia; chocolate suíço (beeeem doce) + chocolate amargo no outro.

Olha!

punta-freddoOOOOOOOOHHHHHH!!!

O sorvete no Freddo é um pouco mais caro. Dois sabores sai por cerca de R$ 15. Sobre os restaurantes aqui da península, onde mais circulo, há controvérsias sobre se vale a pena pagar o preço ou não. O que eu tenho a dizer: varia de restaurante para restaurante. Tem aqueles que se aproveitam da vista linda que proporcionam da sua janela para meter a faca e não oferecer nada significativo à mesa. Para o meu gosto, o Isidora é um deles.

isidora-bfcc548f8cbae03dc4c98edd1f6bf2003744be0ec63405248d38af7b277913f9MUITO PRAZER, ISIDORA

Não tive esta má impressão no ano passado, quando ali sentei com a família para comer um risoto chamado Mar e Campo, de rúcula com camarões, que estava delicioso. Talvez a especialidade do restaurante seja risotos, vai saber… Só sei que este ano fui duas vezes ao Isidora, Na primeira, com meu baba, pedi uma salada chamada Ensalada Gourmet. Apresentava-se como um prato com mix de folhas, brie, figos, amêndoas caramelizadas e parmesão. Pedi esta salada porque queria comer apenas uma salada e nenhuma outra me cativou – esta tampouco, mas me pareceu a menos pior. Se tem algo que me arrependo nos últimos dias foi não ter tirado uma foto deste prato.

+MARI KALIL: Mari em Punta: a moda das camisetas, a viseira do desejo e o almoço com Tom Ford

Fiquei tão, mas tão, mas tão constrangida quando o garçom colocou aquele disparate na minha frente que não tive outra reação a não ser enfiar a cabeça no prato e comer. Tive vergonha, inclusive, do meu pai que ia pagar a conta daquele absurdo. O mix de folhas era, na verdade, umas duas folhas de alface picadas para tapar o fundo do prato, que veio atolado de queijo brie e parmesão – para entupir o cliente mesmo e ele não reclamar que era pouca comida. Deixei a metade dos tais queijos no prato e saí indignada da vida. Nem una copa de vino eu quis para acompanhar. Pedi água mesmo.

A segunda vez que sentei no Isidora foi na semana passada, após uma reunião na loja Daniel Cassin. Havia passado a tarde trabalhando e charlando e achei que merecia sentar quietinha em algum lugar e ser servida. Poderia ter escolhido qualquer outro lugar, mas como o Isidora é aqui na esquina de casa, e eu estava a fim de um jogo rápido, coloquei o carro na garagem e fui a pé ali. Cheguei e o restaurante estava vazio. Vazio, mas não havia mesa disponível. “Estão todas reservadas”, me disse a recepcionista. Me apontou apenas uma opção próxima à cozinha, que refutei, e outra mais decente, que acabei aceitando.

Então, aceitei o couvert, pedi uma taça de vinho tinto e passei os olhos pelo cardápio atrás de algum prato com peixe. Optei pelo salmão com legumes salteados e mostarda. Prato chegou à mesa e eu tive o mesmo constrangimento.

Olha isso!

punta-isidoraME DIZ, POR FAVOR, SE ISSO É POSSÍVEL??!!
Olha o que são os tais legumes salteados que não tinham gosto de nada!
Olha a quantidade de brócolis!!!!! Olha ali em cima o pingo de mostarda!

Isidora = restaurante morto e enterrado para mim depois desta. Quanto foi a conta? Tenho discriminada.

Cubierto (couvert) = 120 pesos (R$ 13,90)
Água com gás = 120 pesos (R$ 13,90)Copa de vino tinto = 180 pesos (R$ 20,90)
Salmão = 720 pesos (R$ 84)
Total = 1.140 pesos (R$ 132)

Não vale aqui nem na China e nem na Cochinchina este valor. O mesmo não posso falar do Boca Chica.

boca-chica-restaurante-punta-del-este-la-dulce-vida-5ESTA É A VISTA QUE OFERECE O BOCA CHICA
E este é um dos vários passarinhos que sempre aparecem para pedir uns farelos do couvert

Sentei ali com o pai um dia antes da fatídica salada do Isidora. Pedimos brótola com legumes salteados. Como brótola é um peixe que só é servido quando pescado no dia, nem sempre está disponível no cardápio dos restaurantes. Desta vez não estava. Ficamos, pai e eu, um olhando com cara de desolação para o outro. Foi quando o garçom sugeriu a Merluza Negra com papas e mais alguma coisa que me pareceu apetitosa. Topei na hora. Pai também. Foi um dos melhores pratos que já comi aqui pela península.

Olha a diferença de apresentação (sem falar no sabor!!)

punta-merluza-boca-chicaOOOOOOOOHHHHHHH!!!!
Incrivelmente delicioso!!!

Este prato custa 1.150 pesos (R$ 130). Não é naaada barato, mas é aquela história que eu estava conversando com o pai: junto, vem embutida a localização do restaurante. Não estamos ali para pagar unicamente pela comida, mas pela experiência. Poderíamos ter dividido o prato, baba e eu chegamos à conclusão. Foi o que sugeri ao Chico quando lá voltamos porque eu queria porque queria que ele experimentasse essa Merluza Negra. A ideia desta vez foi pedir uma entradinha e dividir o prato principal. Bebida? Clericot, o melhor de Punta disparado.

Olha!

punta-clericotMOSTREI VÍDEO NO INSTA STORIES…
… Do garçom preparando o clericot. Ah, não estão acompanhando o dia a dia de Mariana no Insta Stories? Ai, ai, ai, ai, ai… Estão perderdo aventuras…. Ó MARI_KALIL

punta-chico-e-mariOI, GURIAS!
Momento selfie feliz de Mari e Chiquinho com suas taças devidamente servidas e o mar de Punta ao fundo!

punta-rabasOOOOOOHHHHHH!!!
Resolvemos quebrar o jejum das frituras e pedir essas rabas a romana de entradinha. Estávamos com uma saudade…. Croc croc na medida!! E a salsa golf que acompanha? Uma delícia! Chico pediu reposição!

Quando terminaram as rabas terminou também a primeira jarra de clericot. “Vamos pedir a segunda?”, sugeriu o Chico, que pegaria o ônibus aquela noite e tudo o que mais desejava era desmaiar em Punta e acordar em Porto Alegre. Parceira que sou, fiz esse sacrifício. Um tempinho depois, o mesmo prato de Merluza que baba e eu havíamos pedido chegou para a gente compartir. Foi na medida, visto que havíamos comido rabas de entrada. Caso contrário, seria pouco.

+MARI KALIL: Ranking da Mari: meus lugarzinhos top 5 para comer em Punta del Este

Rainha que sou de me desfazer de tudo que é papel e notinha, fui agora atrás da conta e coloquei fora. Mas fiz o cálculo pouco depois que saímos e nosso jantar de 1 água + 2 jarras de clericot + rabas + Merluza custou aproximadamente R$ 300. Se vale o programa, caso a ideia seja investir num jantarzinho assim com vista linda? Vale muito!

Olha!

punta-por-do-solISSO NÃO TEM PREÇO

Saindo do roteiro restaurantes e focando agora na economia que se faz preparando a nossa comida em casa, o que tenho a dizer? Olha, supermercado não está barato aqui em Punta, mas claro que a economia é sempre maior se podemos fazer algumas refeições caseiras. Vou usar como exemplo uma salada de camarões que virou nossa especialidade.

Olha!

mari-saladaNHAM NHAM!!!

punta-camaronesAQUI ESTÃO ELES PRÉ-COZIDOS
Comprados no mercado do Porto. Quinhentas gramas é suficiente para duas pessoas e custa um pouco menos de R$ 50

mari-e-chico-cozinhaCHEF CHICO EM AÇÃO
Ele mistura suco de uns cinco limões + perejil (salsinha) + uma cebola roxa + pimenta preta. Não coloca sal! Deixa marinando na geladeira entre meia hora e 40 minutos. Quanto mais tempo ficar, mais temperadinho será!

mari-e-chico-na-mesaOI, GURIAS!
Preparei uma salada só de rúcula para mim e outra de rúcula com tomate para o Chico como acompanhamento!

punta-almoc%cc%a7oMOMENTO ALMOÇO SOZINHA
Mesmo camarão marinado, mas sem cebola porque não tinha em casa. Coloquei rúcula e uma saladinha de batata que comprei pronta no super como acompanhamento. Desta vez, só pra mim, comprei 300 gramas de camarão. Foi muito. Poderia ter ficado em 250 gramas. Paguei R$ 30 por 300 gramas

Você, querida amiga, é saladeira? Curte folhas, tomate, azeite de oliva, beterraba, cenoura…. Eu sou muuuuuito e tenho a dizer que a melhor salada e a mais em conta a gente come é em casa. Aqui em Punta, o tomate tem um sabor especial, a rúcula tem um sabor especial, as folhas de manjericão, o perejil… Tudo tem um sabor especial. Aconselho muuuuito a comer salada em casa e não gastar esse crédito em restaurantes. Não vale o preço. Guarde as economias para comer um peixe especial, tomar um clericot, devorar um chivito…

image53b47c2be2a256-67023448NHAM NHAM!!!!
Ainda nos veremos nesta temporada, bonitão!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

4 Comentários
  1. Oi, Mari…

    Estive no Uruguai em dezembro e um dos meus destinos foi Punta. Não vou dizer que fiquei encantada, pois não fiquei… Mas lembrando que eu fui dois dias (estava hospedada em Montevidéu) e durante o dia. Quem sabe se passasse alguns dias minhas impressões fossem outras.
    Uma coisa que eu e minha amiga notamos é que as saladas são muito caras. No nosso primeiro dia pedimos cada uma uma salada, nada muito chique, e ficamos perplexas com o valor. À partir dali preferimos comer carnes ou peixes (que são uma delícia).
    Achei que as refeições não diferem muito dos preços aqui no Brasil, por exemplo em um bom restaurante em POA.
    E aproveitei e fui à loja Daniel Cassin (já sou cliente aqui no Brasil) e comprei uma sapatilha linda e muito barata.

    Desejo boas férias a você e aos peludos.

    Valentina

  2. Mari, ano passado passamos o reveillon em Punta. Estava ansiosa, pois todos os amigos falavam maravilhas. O que posso dizer: não vale o custo-benefício. É como comprar uma calça jeans de grife só pela marca, sabendo que outra sem grife cumpre o mesmo papel. Comi mal e paguei muito. Nunca mais cairei nessa. E sorvete temos vário maravilhosos aqui mesmo em POA. ABRAÇOS.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Quando você fica sabendo que mãe e filha se divertem às suas custas - ainda que rindo da desgraça alheia🤣🤣🤣 Obrigada pela companhia @llillinee e @helena.e.silva.7 ♥️
  • Em um universo digital cada vez mais galopante, grandes empresas começam a entender que a comunicação de qualidade está nas mãos dos influenciadores. Obrigada por me incluir nesta turma @tramontinaoficial. Foi um privilégio estar com todos vocês! #visitatramontina #tfactorystore #serragaucha
  • Encontrei meu vagão na Maria Fumaça. Grata pelo toque @adrianafranciosi 🤣 #firstclass #sóquenão #viagemdetrem #visitatramontina #tfactorystore
  • Convido a todos vocês a acessar o site historiasquemarcam.com.br. Uma  bela homenagem do @simers_rs aos médicos neste 18 de outubro. Porque a vida deles, e eu tenho esse lindo exemplo em casa, merece ser sempre lembrada e reverenciada. Parabéns, meu pai querido e a todos teus colegas ♥️ #18deoutubro #diadomédico #historiasquemarcam
  • A felicidade de ver o filho esgotado na Feira do Livro de Porto Alegre depois de quatro horas de autógrafos uma semana depois de outra sessão de mais quatro horas de autógrafos na Saraiva; a surpresa de receber a notícia da presença dele na lista dos mais vendidos do país são aquelas afetuosas lembranças que ficam pra sempre. O #tbt de hoje é pra ti, meu amado VidaPeregrina - e a todos que dedicaram seu tempo para ler minha história. ♥️ Porto Alegre, outubro de 2013.
  • Transformação do dia para o Band Mulher. Vivo uma certa afeição por conjuntinhos. Aquela coisa de não precisar pensar, sabe assim? 👌🏻 #twentyfourseven.poa