Exército de batatas

Afundei os dois pés na jaca durante as férias. Mas afundei tanto, mas tanto que temi nunca mais conseguir colocar sapato de novo. Não fiz nada de exercícios, não subi escada, só andei de elevador, não bebi água, só caipirinha e vinhos brancos e tintos, não comi salada, só frituras e farinhas. Enfim, tirei férias de tudo aquilo que me acompanha durante o ano inteiro: pilates, ioga, corrida na esteira, alimentação saudável, despertador.

bento clássicaSÓ NÃO TIROU FÉRIAS DE MIM

4olivia10DE MIM TAMBÉM NÃO

Bento e Olivia me fizeram companhia e serviram de testemunha da versão Mariana em férias. Foi em andanças pelo Uruguai que Mariana em férias topou com uma das melhores batatas fritas que já comeu em todos os tempos. Olha!

foto (5)OOOOOOOOHHHHHHH!!!!

Foram devoradas no bar e restaurante Chill Out, em Manantiales, Punta del Este. Sentamos para comer uma pizza de tarde (alimento de férias) e a tal da pizza não vinha. Não vinha, não vinha, não vinha. Para desculpar-se pela demora, o garçom resolveu nos oferecer as tais batatinhas como desculpas e distração.

Mulher rezando de joelhosBENDITA HORA!

Além de crocantes e com gosto de batata (não eram essas massas de batata servidas por aí, sabe assim?), vinham acompanhadas de um molho incrível de alho e salpicadas com páprica. Me remeteu imediatamente às saudosas e picantes patatas bravas – as batatas servidas como tapas na Espanha. Eu fazia muito por lá e sei a receita de cor.

woman-question19TU PODE COMPARTILHAR COM A GENTE, MARIANA?

AlmondegasCLARO!

Para o molho de alho é preciso:
1 ovo inteiro
2 gemas
2 dentes de alho
200ml de azeite
2 colheres de chá de sal
Bata tudo, tempere com sal e reserve.

Woman_writing_chalkboardANOTARAM?

Em seguida, cozinhe as batatas, já cortadas no formato desejado (batatas bravas não precisam ser em tirinhas), em água com sal. Atenção para o ponto: al dente. Após cozidas, coloque em uma assadeira, regue com azeite e polvilhe páprica, sal e, se quiser, alecrim. Leve ao forno na temperatura de 200 ºC, até dourar.
Olha!

patatas-bravas-con-salsa-de-ajo-escalivada-la-generosa-eixample-514b1c5e54fdb.jpegOOOOOOOHHHHHHH!!!!

Minha amiga Pati Lima me contou sobre outra receita inglesa envolvendo batatas. Desta vez com batata rosa. Lava-se as batatas em água corrente até que elas terminem de largar uma espécie de líquido turvo (o amido) – e a água que escorre saia cristalina. Então, seca-se bem as batatas com um pano de prato. Depois, é hora de cortá-las em lâminas grossas (não precisa descascar). Unta-se uma forma com um pouco de azeite e distribui-se as batatas. Salpica-se a páprica, sal e mais alguns fios de azeite e leva-se ao forno até que fiquem douradas e crocantes.

mulher chocadaWOW!!

shocked-girl-from-a-mentalism-trickPARECE INCRÍVEL, HEIN, MARIANA?

Para finalizar o assunto batatas, visto que as férias terminaram e agora vivo o momento rúcula e chicória, testemunho ter experimentado em Porto Alegre outras duas ótimas versões de batatas. Uma delas no Rambla, bar de tapas, no bairro Moinhos de Vento, que oferece uma cozinha espanhola deliciosa; a outra no Rex Bar, no Bom Fim, onde servem umas batatas com incrível molho agridoce e levemente apimentado.

Mulher com vergonhaUMA PERDIÇÃO

Com esse arsenal sobre batatas eu me despeço no momento, visto que as férias acabaram e é hora de voltar para a realidade.

Mulher com alface na bocaSE É QUE ME ENTENDEM

* Esta coluna está publicada na revista Donna, edição dominical de 12/1/2014

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Eu te entendo, vais começar a dieta das folhas e estas passando as receitas das batatas pras tuas leitoras engordarem!
    Estou com desejo de comer estas batatas!!!!!!!!

  2. Oi Mariana,
    A minha experiência das batatinhas croc croc não foi muito feliz, não sei o que fiz de errado, mas elas ficaram borrachudas. Enfim, daqui alguns dias vou tentar novamente.Bjs.

  3. Eu já tinha lido ontem na ZH e já tinha ficado com água na boca, mas vendo aqui no site, deu vontade de entrar no computador e devorar o tal pratinho básico de babatas, ainda mais, antes do almoço…hmmmm…delícia! hehehehe…Beeeejooo.

  4. Mari não se puna tanto, sei que achas que extrapolou nas férias por comer um pouco a mais, mas e daí? quer dizer você se arrepende? mudaria alguma coisa? Sei que queremos estar em forma mas, do que adianta se de alguma forma estaremos infelizes, temos sim que manter uma dieta saudável e cuidar do corpo e da saúde mas, sem nos privar de um dos melhores prazeres da vida. Amei as receitas sou uma apreciadora nata de batata seja ela frita, assada, purê, com maionese em fim , sempre achei uma delícia. Continue assim. Beijinhos. E um grandíssimo abraço pro Bento,ele é realmente lindo.

  5. Oi, Mari!
    Por favor, podes dizer se o molho de alho é feito com os ovos cozidos ou crus? Quanto às gemas, são cruas ou cozidas? Deve ser batido na mão ou no liquidificador?
    Minhas batatas crocs ficaram estranhas…
    Obrigada, Mari!
    Beijo!

  6. Oi, Carolina!
    Eu fiz o molho de maionese caseira mesmo. Como é para petisco, coloquei uma gema cozida, outra crua e bati com óleo de canola.
    Coloquei o alho, salsinha e cebolinha verde e ainda acrescentei uma pimenta moída na hora.
    Servi com bata croc, dei uma untada em cada uma delas com azeite de oliva, para ficar com aquela camadinha croc e gostosa em cima.
    Espero ter ajudado.
    Beijo!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.