Filme de terror. Parte 2

O primeiro pesadelo desta semana, como contei agora há pouco (rola o mouse para o post anterior que eu espero) aconteceu ontem à noite. O segundo foi agora, cedinho da manhã. Ele se chama “Assalto no Supermercado”.

Passa a grana, Mariana!

Sempre que a Rosa deixa avisado por escrito que está faltando “material de limpeza”, eu sinto um calafrio na espinha. Sempre que abro a gaveta da geladeira e constato que acabou o tomate e o mamão do meu café da manhã, sinto outro calafrio na espinha. Sempre que meu marido olha pra mim e pergunta onde guardei o sabonete – e não há mais sabonete nenhum -, sou tomada por um trimilique agudo.


Meu pobre dinheirinho vai ficar no super……

Como de fato ficou esta manhã. Papo bem de dona de casa agora: já pararam pra analisar os preços do supermercado? Pois eu me dei o trabalho de pegar a nota fiscal e olhar item por item. E veja bem: não comprei carne, não comprei frango, não comprei pasta de dente importada, não comprei queijo, presunto, salame, leite, congelados, bolachinhas, chocolates, enlatados. Não comprei nada disso.

E sabem quanto eu gastei?

QUATROCENTOS  E OITENTA E NOVE REAIS E QUARENTA E CINCO CENTAVOS!

** Quatro unidades de mamão papaia pro meu café = R$ 15,15 (QUINZE REAIS!)
** Um saco de moranga pra minha sopa = R$ 7,49
** Meia dúzia de tomates longa vida = R$ 7,99 (porque o TOMATE GAÚCHO eu não compro mais)
** Um saco de pão preto = R$ 5,49 (PÃO!!)

 

E a parte da limpeza? (Sem contar o maldito estresse de achar onde está o maldito produto X14 da lista, que venho eu a saber, depois de rodopiar trocentos mil corredores, que se trata de um “removedor de sujeiras profundas”).

Ah, é??

** Tubo de desengordurante = R$ 9,20
** Desinfetante = R$ 6,29
** Vanish tira-manchas (Dona Mariana, a senhora tem que comprar o tira-manchas) = R$ 23,85
** Tubo de desodorante = R$ 10,98

E por aí foi.

Por fim, paguei chorando R$ 28,99 por um tubo de Odor Free.

PORQUE POBRE EU JÁ FIQUEI
MAS CHULEPENTA?
AÍ JÁ É DEMAIS!

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.
  1. Tenho a mesma sensação toda vez que vou ao super, Mariana: um verdadeiro assalto.
    Qualquer comprinha não sai por menos de R$300,00! Aff!

    Não posso também deixar de registrar que adoro teus textos e acompanho teu blog diariamente! :-)

    Beijo

  2. Tenho a mesma sensação toda vez que vou ao super, Mariana: um verdadeiro assalto.
    Qualquer comprinha não sai por menos de R$300,00! Aff!

    Não posso também deixar de registrar que adoro teus textos e acompanho teu blog diariamente! :-)

    Beijo

  3. Ai, Mariana! eu choro e dou risada contigo. Acho sensacional a maneira como escreves, de tantos blogs disponíveis, é o teu que ocupa um lugar especial no meu coração.
    Parabéns, beijão e boa quarta chuvosa pra nós.

  4. Ai, Mariana! eu choro e dou risada contigo. Acho sensacional a maneira como escreves, de tantos blogs disponíveis, é o teu que ocupa um lugar especial no meu coração.
    Parabéns, beijão e boa quarta chuvosa pra nós.

  5. Mariana, leio sempre o blog e adoro! Me identifico muito com o que escreves – acho que tb sou meio maluquinha kkkk. Nunca comento mas dessa vez não posso deixar passar. Acontece exatamente a mesma coisa comigo, minha ajudante sempre deixa um bilhetinho com os produtos de limpeza para eu comprar – e tb sinto calafrios. Na primeira vez que fui comprar o tal X14 rodei o mercado inteiro – e tb não fazia a menor ideia do que era. Ah, já ia esquecendo, seu blog está nos meus favoritos tb. Bjos

  6. Mariana, leio sempre o blog e adoro! Me identifico muito com o que escreves – acho que tb sou meio maluquinha kkkk. Nunca comento mas dessa vez não posso deixar passar. Acontece exatamente a mesma coisa comigo, minha ajudante sempre deixa um bilhetinho com os produtos de limpeza para eu comprar – e tb sinto calafrios. Na primeira vez que fui comprar o tal X14 rodei o mercado inteiro – e tb não fazia a menor ideia do que era. Ah, já ia esquecendo, seu blog está nos meus favoritos tb. Bjos

  7. Oi, Taís! Hahahaha! Bem-vinda ao clube das que foram apresentadas aos X14! Adorei saber que estou entre os seus favoritos. Venha sempre aqui, vou adorar! MK

  8. Oi, Taís! Hahahaha! Bem-vinda ao clube das que foram apresentadas aos X14! Adorei saber que estou entre os seus favoritos. Venha sempre aqui, vou adorar! MK

  9. MINICONTO DE SUPER
    Então ela entrou no super só para comprar tomate. Só tomate. Mas apavorou-se com o preço e achou a banana da banca ao lado com uma cara boa. Um preço bom, não tão a preço de banana. Daí ela seguiu sem o tomate e pegou um pé de alface, verdinha, tava com uma cara tão boa…e parecia estar resolvida a salada. Mas pegou cenoura, para acompanhar a alface. E a maçã, parecia da branca de neve, tentadora. Pegou três. E lá se foi ela, quando enxergou o iogurte com preço bom e até ganhou um potinho com uma provinha. Delícia. Faz parte do regime. Levou. E mais um pão light. É cara a vida light. Mas ela também não resiste a uma lata de Coca Zero, personalizada, com seu nome, como resistir… Quando chega ao caixa, está com mais de dez itens…mas era para comprar só um. Agora não dá mais para voltar e largar tudo de volta. É mico. Depois de mil anos alguém teve a brilhante ideia de deixar uma cestinha no meio do caminho, para aqueles que vão levando mais coisas que necessário, como ela. E lá no caixa, enxerga um tictac, um plicplac… e já era. Era para comprar só o tomate.
    THE END
    ?.?*¨)?.?*¨)¸.?*¨)
    (¸.?´¸.?*¨)?.¸.???????? (¯`?´¸.¸.?¨¯`¸¸.¸.??´¸.?*´¨) ¸.?*¨)?

  10. MINICONTO DE SUPER
    Então ela entrou no super só para comprar tomate. Só tomate. Mas apavorou-se com o preço e achou a banana da banca ao lado com uma cara boa. Um preço bom, não tão a preço de banana. Daí ela seguiu sem o tomate e pegou um pé de alface, verdinha, tava com uma cara tão boa…e parecia estar resolvida a salada. Mas pegou cenoura, para acompanhar a alface. E a maçã, parecia da branca de neve, tentadora. Pegou três. E lá se foi ela, quando enxergou o iogurte com preço bom e até ganhou um potinho com uma provinha. Delícia. Faz parte do regime. Levou. E mais um pão light. É cara a vida light. Mas ela também não resiste a uma lata de Coca Zero, personalizada, com seu nome, como resistir… Quando chega ao caixa, está com mais de dez itens…mas era para comprar só um. Agora não dá mais para voltar e largar tudo de volta. É mico. Depois de mil anos alguém teve a brilhante ideia de deixar uma cestinha no meio do caminho, para aqueles que vão levando mais coisas que necessário, como ela. E lá no caixa, enxerga um tictac, um plicplac… e já era. Era para comprar só o tomate.
    THE END
    ?.?*¨)?.?*¨)¸.?*¨)
    (¸.?´¸.?*¨)?.¸.???????? (¯`?´¸.¸.?¨¯`¸¸.¸.??´¸.?*´¨) ¸.?*¨)?

  11. Olá, Mariana!

    Também tenho essa sensação quando chego ao caixa para pagar as compras do super!

    Quero dizer que adoro ler teu blog! Acho maravilhosa a maneira que tu escreves! As tuas dicas também são ótimas…

    Abraço.

  12. Olá, Mariana!

    Também tenho essa sensação quando chego ao caixa para pagar as compras do super!

    Quero dizer que adoro ler teu blog! Acho maravilhosa a maneira que tu escreves! As tuas dicas também são ótimas…

    Abraço.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Né?! 🤣
E toca o barco, como dizia meu amigo @boechatreal ♥️
  • Repost @vitalvetpoa “Desejamos que todos os nossos amigos e clientes tenham uma segunda-feira igual à do Bento: agarradinho na sua almofada enquanto curte sua sessão de acupuntura naquela sonequinha gostosa com a língua de fora”. Meu agradecimento eterno. Quem ama cuida. 🐶♥️
  • Que o vento leve o necessário e nos traga o suficiente. ♥️🐶🙌🏻 #bento #xerife #companheirodejornada
  • Figos de Elsa! 👌🏻
• Seleciona lindos figos
• Corta a tampa rente ao talo
• Retira um pouco da polpa, coloca em um pratinho fundo, acrescenta queijo gorgonzola, amassa e mistura bem os dois
• Retorna com esse recheio para dentro do figo
• Pouco antes de servir, leva ao forno para gratinar rapidinho
• Na hora de levar à mesa, escolhe um prato bonito, faz algumas ranhuras com mel, polvilha flor de sal e voilà! Bon appétit! #entradinhadofindi #dicadamari #coisasdeelsa
  • Patricia foi minha boxer dos cinco meses de vida aos 12 anos de idade. Ganhei a Patricia de presente e fiquei muito incomodada. Cachorros têm sentimento, coração, pulmão. Cachorros não são vasos, lustres, sabonetes. Cachorros não são presentes que devemos ganhar sem o nosso consentimento. E a Patricia entrou na minha vida sem o meu consentimento. Eu não estava disponível para cuidar da Patricia naquele momento, eu estava com passagem comprada para São Paulo, contratada para um novo emprego, para um outro estilo de vida que exigia demais da minha capacidade profissional. Então, curti a Patricia por alguns meses, mas precisei ir embora. Durante anos, ela viveu na casa dos meus pais, e eu pedia notícias diárias por telefone. Voltava a Porto Alegre sempre que podia para que ela soubesse que meu comportamento não significava abandono, apenas nos encontramos em circunstâncias desfavoráveis. Pra mim; pra ti; pra nós duas, Patricia. Quando regressei definitivamente a Porto Alegre, Patricia havia acabado de completar 12 anos de idade. Ela sabia desde sempre, por mais de uma década, que pertencia a mim, e eu a ela. Aproveitamos nosso último ano com passeios em ritmo lento, com suas bochechas esbranquiçadas, com a fidelidade rara que só os animais conhecem. Ela partiu pouco tempo depois. Comemos um cheeseburger juntas no nosso último dia sentadas na grama do parque - e o bafo do queijo com mollho de catchup com maionese naquele pão ela sopra de quando em vez no meu nariz, durante a madrugada. Patricia desapareceu dos meus olhos, mas segue onipresente em cada minuto da minha vida. E eu tenho certeza que quando for a minha hora de cruzar a porta que leva para o outro lado da vida, ela estará lá, abanando o rabo e com o focinho rosinha para me buscar. #tbt. Porto Alegre, março de 1999
  • Minha irmã que criou. Minha irmã que me deu. Chato ter uma irmã assim, vai dizer?! 😜#convexoshoes #lojaconvexo #convexopoa #slipon #trendalert #animalprint