Half-Tuck Shirt, já ouviu falar? AMIGA MARI mostra o novo estilo de usar a camisa

Descobri que um estilo de usar a camisa do qual fui adepta a vida inteira (camisa jeans, alfaiataria, flanela, seda, linho, algodão…. Seja ela feita do material que for) é a atual tendência da moda. Descobri por acaso, nessas navegações infinitas pela internet que costumo embarcar para estar sempre a par dos acontecimentos desse mundo, vasto mundo. Qual é o estilo, Amiga Mari? Eu diria que de novo não tem nada. Mas como a moda vive de revivals que sempre ganham novos nomes de batismo, este estilo ganhou a alcunha de Half-Tuck. No bom português, metade pra dentro, metade pra fora do cós (da calça, bermuda, saia… Da peça que for).

Olha!

half-abreASSIM MESMO, SEM MUITO MISTÉRIO
Basta abrir o último botão e colocar para dentro do cós a metade da camisa, deixando a outra metade soltinha por fora da peça de baixo

Fiz esta descoberta bem no dia em que selecionei uma camisa de alfaiataria do guarda-roupa para apresentar minha coluna no programa Band Mulher.

Olha!

mari-camisa-brancaCOMBINADA COM CALÇA PRETA DE ALFAIATARIA ESTILO JOGGING E SCARPIN

mari-camisa-branca-closeCLOSE NA AMIGA MARI
Escolhi colocar toda a camisa para dentro da calça, deixando de fora apenas esta metade da frente. Também é possível deixar a parte de trás da camisa para fora, mas, como a minha é bastante comprida, achei que por dentro funcionava melhor com scarpin e calça de alfaiataria. Se eu estivesse com jeans, por exemplo, teria deixado a parte de trás para fora, de um jeito mais casual

Neste momento em que escrevo para vocês, sou uma pessoa novamente trabalhada na tendência Half-Tuck! Kkkkkk! Agora, com um estilo mais despojado e informal.

Olha!

mari-camisa-xadrezCAMISA XADREZ COM METADE PRA DENTRO DO JEANS
Como esta camisa tem um caimento menos estruturado do que a camisa de alfaiataria branca e como estou com bota e jeans, deixei a parte de trás pra fora da calça. Abri o último botão da camisa e botei apenas essa metade que vocês estão vendo pra dentro do cós.

Por que eu gosto tanto deste estilo? Porque acho descontraído, porque acho que contribui para alongar a silhueta, porque acho que fica elegante e despojado ao mesmo tempo. Selecionei algumas imagens para vocês verem como o estilo Half-Tuck ganhou  as ruas com as mais variadas combinações.

Minha dica de Amiga Mari? Experimenta! Talvez, como aconteceu comigo, você passe a olhar a camisa com olhos muito mais amorosos e usáveis. E não tem regra, viu? Você verá que, dependendo da modelagem da camisa, do tamanho e também de acordo com a altura do cós da peça de baixo, você pode abrir até três botões.

Ah, e fica o convite pra me acompanhar sempre pelo Stories. Só clicar @mari_kalil

half1half2half3half4half5half6half8half9half10half11half12half13half15half16half17

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

2 Comentários
  1. Amiga Mari, vc é uma querida e adoro suas dicas de moda. Sigo muitas delas no meu dia a dia de trabalho. Mas não me empolguei com esta. Não vi muito charme nesta metade pra dentro. Mesmo não me empolgando, aproveitei outros detalhes que mostrou indiretamente: amei bolsa amarela, lenço acabando rabo de cavalo… bj lindinha

  2. Acompanho todas suas dicas,e acho uma maravilha.Gostou de sabe das tendências na moda,embora saiba que nem todas vou aderir.Como tenho várias camisas vou usar essa moda pra sair do habitual adorei a dica.Ah sou sua fã.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Né?! 🤣
E toca o barco, como dizia meu amigo @boechatreal ♥️
  • Repost @vitalvetpoa “Desejamos que todos os nossos amigos e clientes tenham uma segunda-feira igual à do Bento: agarradinho na sua almofada enquanto curte sua sessão de acupuntura naquela sonequinha gostosa com a língua de fora”. Meu agradecimento eterno. Quem ama cuida. 🐶♥️
  • Que o vento leve o necessário e nos traga o suficiente. ♥️🐶🙌🏻 #bento #xerife #companheirodejornada
  • Figos de Elsa! 👌🏻
• Seleciona lindos figos
• Corta a tampa rente ao talo
• Retira um pouco da polpa, coloca em um pratinho fundo, acrescenta queijo gorgonzola, amassa e mistura bem os dois
• Retorna com esse recheio para dentro do figo
• Pouco antes de servir, leva ao forno para gratinar rapidinho
• Na hora de levar à mesa, escolhe um prato bonito, faz algumas ranhuras com mel, polvilha flor de sal e voilà! Bon appétit! #entradinhadofindi #dicadamari #coisasdeelsa
  • Patricia foi minha boxer dos cinco meses de vida aos 12 anos de idade. Ganhei a Patricia de presente e fiquei muito incomodada. Cachorros têm sentimento, coração, pulmão. Cachorros não são vasos, lustres, sabonetes. Cachorros não são presentes que devemos ganhar sem o nosso consentimento. E a Patricia entrou na minha vida sem o meu consentimento. Eu não estava disponível para cuidar da Patricia naquele momento, eu estava com passagem comprada para São Paulo, contratada para um novo emprego, para um outro estilo de vida que exigia demais da minha capacidade profissional. Então, curti a Patricia por alguns meses, mas precisei ir embora. Durante anos, ela viveu na casa dos meus pais, e eu pedia notícias diárias por telefone. Voltava a Porto Alegre sempre que podia para que ela soubesse que meu comportamento não significava abandono, apenas nos encontramos em circunstâncias desfavoráveis. Pra mim; pra ti; pra nós duas, Patricia. Quando regressei definitivamente a Porto Alegre, Patricia havia acabado de completar 12 anos de idade. Ela sabia desde sempre, por mais de uma década, que pertencia a mim, e eu a ela. Aproveitamos nosso último ano com passeios em ritmo lento, com suas bochechas esbranquiçadas, com a fidelidade rara que só os animais conhecem. Ela partiu pouco tempo depois. Comemos um cheeseburger juntas no nosso último dia sentadas na grama do parque - e o bafo do queijo com mollho de catchup com maionese naquele pão ela sopra de quando em vez no meu nariz, durante a madrugada. Patricia desapareceu dos meus olhos, mas segue onipresente em cada minuto da minha vida. E eu tenho certeza que quando for a minha hora de cruzar a porta que leva para o outro lado da vida, ela estará lá, abanando o rabo e com o focinho rosinha para me buscar. #tbt. Porto Alegre, março de 1999
  • Minha irmã que criou. Minha irmã que me deu. Chato ter uma irmã assim, vai dizer?! 😜#convexoshoes #lojaconvexo #convexopoa #slipon #trendalert #animalprint