Insalata Incrementata: aula 2

Sou péssima na cozinha, mas posso me gabar do valor das minhas saladas.

SÃO SENSACIONAIS!

Não, não, não..
Que isso?!
Não precisa, vai…

CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP!!

Obrigada, obrigada.
Não precisava a ovação.
Sim, eu sei que vocês ainda se deliciam com a receita da minha Insalata Incrementata de camarões.

OOOOOOOHHHHHH!!!!

Ela é realmente sensacional. Na nossa aula número 2 de hoje sobre Insalatas Incrementatas quero falar sobre frango + fusili + molho pesto.

EU AMO FRANGO + FUSILI + MOLHO PESTO

FALA A VERDADE

Óbvio que vou falar a verdade, Bentinho. Basta com que não comecem a me interromper. O que o Bento quer dizer com esse “fala a verdade” é que esta receita de salada não é minha propriamente dita, mas do restaurante Gula Gula, do Rio de Janeiro. Quando morávamos lá, íamos direto no Gula Gula – assim como os cariocas de Ipanema e arredores e muitos gaúchos que sei que amam o Gula Gula.

QUE SAUDADE!

Eu adorava pedir a Salada de Frango ao Pesto.

NHAM NHAM!!

Quando fiz as malas para voltar para Porto Alegre, fui até a Livraria da Travessa (onde alguns anos depois, por ironia do destino, eu autografaria o meu Peregrina de Araque) e comprei o livro de receitas do Gula Gula.

ESTE!

Comprei também o livro de receitas de saladas do Celeiro, outro restaurante carioca natureba que amo de paixão.

ESTE!
Mas sobre o Celeiro eu falarei na aula de Insalata Incrementata número 3

Foi uma maneira de não dizer completamente adeus a dois programinhas que eu amama de paixão. Ontem à noite, revirando meus livros de receitas na cozinha, fiquei lembrando dos tempos de Gula Gula e da salada de frango ao pesto. E resolvi separar a receita para fazer no próximo fim de semana.

NHAM NHAM!

E resolvi fazer dessa querida lembrança o tema de nossa segunda aula de Insalata Incrementata. É fácil de preparar (eu não sei fazer coisas difíceis) e acho uma dica ótima para receber, já que dá pra deixar prontinha na geladeira.

Lápis e papel na mão!
Anotem a nossa segunda aula de Insalata Incrementata
Tema de hoje: Salada de Frango ao Pesto do restaurante Gula Gula

Ingredientes

Frango
800g de peito de frango
1 litro de caldo de legumes
1 folha de louro

Salada
200g de macarrão parafuso
400ml de caldo de legumes
Sal a gosto
150g de mozarela de búfala
30 folhas de manjericão (eu tenho na minha horta. Faça já a sua!!)

Molho pesto
1 maço pequeno de manjericão desfolhado
100ml de azeite
1 dente de alho
1 noz
5g de sal
20g de parmesão

FALA A VERDADE

Bento acordou com a corda hoje. Eu vou falar a verdade! A verdade é que eu sempre tive preguiça de preparar molho pesto. Prefiro comprar pronto. Mas tem que ser um molho pesto bom. Eu gosto muito dos pestos do Pastifício Italiano e do Pastifício Antoniazzi.

Modo de preparo
Frango: Cozinhe o frango no caldo de legumes com a folha de louro por 40 minutos. Deixe esfriar e desfie em tamanho médio. Reserve.
Molho pesto: Junte todos os ingredientes, menos o parmesão, e bata no liquidificador por 30 segundos. Desligue o liquidificador, coloque o parmesão e misture com uma colher. Reserve.
Salada: Cozinhe a massa no caldo de legumes com sal a gosto, conforme indicado na embalagem. Corte a mussarela de búfala em rodelas e depois em tiras. Misture com o frango, a massa, o molho pesto e metade do manjericão. Decore com as folhinhas.

E com esta eu me despeço por hoje.

BYE BYE, BABIES!


Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Hummm… esta receita parece ser deliciosa! Amo molho pesto! Porém, vou substituir o macarrão parafuso pelo penne. Sei que só muda o formato, mas não gosto de macarrão parafuso. Não consigo comer. Mas,neste mundo, tudo é adaptável ao nosso gosto! Obrigada pela dica!

  2. Hummm… esta receita parece ser deliciosa! Amo molho pesto! Porém, vou substituir o macarrão parafuso pelo penne. Sei que só muda o formato, mas não gosto de macarrão parafuso. Não consigo comer. Mas,neste mundo, tudo é adaptável ao nosso gosto! Obrigada pela dica!

  3. NHAM NHAM!!!
    Eu também adoro o molho pesto do pastifício italiano! Aliás, Mari, fui até o pastifício italiano pela primeira vez por indicação tua!!!!!
    Sempre com dicas boas para nós leitoras!
    Adorei a dica de salada!
    Vou experimentar! ;-)

    Beijo, beijo!

  4. NHAM NHAM!!!
    Eu também adoro o molho pesto do pastifício italiano! Aliás, Mari, fui até o pastifício italiano pela primeira vez por indicação tua!!!!!
    Sempre com dicas boas para nós leitoras!
    Adorei a dica de salada!
    Vou experimentar! ;-)

    Beijo, beijo!

  5. Eu adoro pesto! Faço com peito de grango no forno. Aprendi na casa de uma amiga Belga, quando estive lá. Eu a doro!
    Na proxima confraria podemos montar um livro de receitas….ahahahah

  6. Eu adoro pesto! Faço com peito de grango no forno. Aprendi na casa de uma amiga Belga, quando estive lá. Eu a doro!
    Na proxima confraria podemos montar um livro de receitas….ahahahah

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Penteados e escovados para a primeira de muitas noites de autógrafos de Vida Peregrina, que me levaria à lista dos livros mais vendidos do país e confirmaria Bentolino como um dos personagens mais importantes da minha existência como escritora. Seis anos hoje. Saudade, Xerife. ❤️🐶📘 #tbt #2013 #vidaperegrina #livromarikalil
  • Éramos uma família de bageenses morando no Rio e nossa família multiplicava-se com mais bageenses que chegavam no Carnaval. Tudo começava ao cair do sol com um primeiro chope para brindar a união e terminava com corpos ao mar pra curar o ressacão. Lembrança do nosso primeiro bailinho em que eu me retorci para entrar em uma fantasia de odalisca tamanho 14 comprada em uma loja infantil de Ipanema. É que ainda estava borracha da noite anterior. Borrachos entendem. 🍺
Casa da @renatabrasilvidal e do @marcelogoskes; Rio de Janeiro, Carnaval 2006. #tbt
  • Ter o privilégio de passar horas e horas conhecendo muitas das minhas perseguidoras faz a gente mais feliz. Ser recebida com carinho pelo @centrocarinaborges, que abriu suas portas para este momento tão especial de beleza e amizade faz a gente mais feliz. Poder oferecer a excelência dos produtos da @farmathuia para as amigas da Mari faz a gente mais feliz. Servir os melhores quitutes fit da @feeljoy.com.br e a delícia do capuccino proteico do @mundoverdeiguatemipoa faz a gente mais feliz. Rodopiar com um vestido de seda floral da @boutiquemariahelena capaz de traduzir com maestria meu estado de espírito faz a gente mais feliz. Felicidade é encontrar alegria na alegria dos outros; felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente. Obrigada a todas que hoje fizeram meu dia muito, muito mais feliz! ✨🙏🏻❤️
  • Quem nunca aplicou uma dessas?! 👆🏻
  • Me diga se pode existir desgraceira maior do que chegar ao vestiário de natação molhada em cima de um par de chinelos molhados, com o cabelo todo desgrenhado, com o rosto todo marcado dos óculos e ainda ter que pegar a sacola, botar a sacola em cima de um banco, abrir a sacola, retirar os saquinhos plásticos para guardar o maiô encharcado junto com a touca e o óculos, pegar a nécessaire, sair equilibrando toalha, xampu, sabonete e condicionador até o box, sempre pisando naquele chinelo nojento molhado, tomar banho na companhia de fios de cabelos de terceiros, recolher sabonete, condicionador e xampu, secar um por um com a toalha, se enrolar na tolha, voltar pingando até o armário em cima daquele chinelo nojento molhado, abrir o armário, abrir a sacola, guardar o xampu, o condicionador e o sabonete dentro da nécessaire, retirar o pente, desembaraçar o cabelo cuidando para não deixar fios caírem no chão, passar hidratante na volta dos olhos, sérum facial, creme com proteção solar, hidratante corporal, vestir a roupa toda amassada dentro da sacola, sentar no banco com o pé ainda molhado em cima daquele chinelo nojento com fio de cabelo de terceiros grudados na sola, secar dedinho por dedinho, colocar o sapato, secar o chinelo, ensacar o chinelo e terminar a maratona botando os bofes para fora do calorão que sai daquela quantidade de chuveiros quentes e secadores ligados. 
Me diga: pode existir desgraceira maior?!
  • Tenha coragem para as grandes adversidades da vida e paciência para as pequenas, e quando tiver cumprido laboriosamente sua tarefa diária vá dormir em paz. Deus está acordado. (Victor Hugo).