Insalata Incrementata!

Desculpem se estou sendo inconveniente, mas eu estou encantada com a minha própria redescoberta da Salada Incrementada como “o” jantar do verão.

Olha essa que fiz ontem!

OOOOOOOOOHHHHHHHH!!!!
SALADA DE CAMARÃO!!

CAMARÃO!?
Tá falando sério?

Seríssimo – e facílima de fazer.
Quando comentei em casa, ontem, que estava pensando em fazer a SALADA DE MASSA COM ATUM, não ouvi nada. Apenas um silêncio sepulcral. E um certo pavor velado.

ATUM EM LATA DE NOVO?

Percebi que homens não são como mulheres: eles não conseguem comer atum em lata mais de uma vez por semana (eu poderia comer todos os dias. E atum puro, direto da lata, espetado com garfinho).

Pois é, meu amigo Drummond…
Eu é que te pergunto: E agora, José?

Pensava em meu amigo Drummond enquanto empurrava o carrinho de supermercado e passava em frente ao freezer do corredor de congelados. “E agora, José? Salada de quê?

Foi quando…

Olá, Mariana!
Não está nos reconhecendo?
Somos camarões cozidos e congelados e adoraríamos fazer parte de sua salada!

Venham já para cá, oferecidos camarões!
Tenho uma ótima
receita para vocês!

Em 15 minutos está pronta, eu juro. Até porque, com este calor dos diabos, os camarões descongelam já no caixa do supermercado.

Lápis e papel na mão?
Anotem a receita da Insalata Incrementata de Camarão:

OOOOOHHHHHH!!!!

Em uma travessa grande, coloque dois tomates picados, um punhado de alcaparras, pedaços de queijo Grana Padano, cenoura ralada (eu tinha pronta na geladeira), um punhado de azeitonas pretas, a bandejinha inteira dos camarões descongelados, salpique pimenta calabresa, regue com azeite de oliva, atire as rúculas por cima, mexa, mexa, mexa bem com o auxílio de duas colheres, coloque um pouco de shoyu (se quiser e gostar, claro. E, se colocar shoyu, não coloque sal), mexa, mexa, mexa mais um pouco, misturando tudo.

Por fim, para se sentir beeeem fina, atire umas sementes de Chia por cima e leve à mesa.
E com esta eu me despeço por hoje.

BYE, BYE, BABIES!

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.
  1. Mariana, me vi nesse teu post de hoje. Eu AMO saladas, quase iguais a tua, adoro atum em lata ( assim como você) e certamente mais de uma vez por semana, kkkkk…
    Adorei a receitinha, valeu por dividí-la conosco!
    Grande abraço, bom final de semana e boas saladas!!
    Monica

  2. Mariana, me vi nesse teu post de hoje. Eu AMO saladas, quase iguais a tua, adoro atum em lata ( assim como você) e certamente mais de uma vez por semana, kkkkk…
    Adorei a receitinha, valeu por dividí-la conosco!
    Grande abraço, bom final de semana e boas saladas!!
    Monica

  3. Sou solidária com teu marido… não gosto de atum em lata. Já gostei muito e acabei enjoando (principalmente quando é com óleo) … claro que como mas só um pouco … prefiro atum fresco e, se possível, cru. Mas essa salada nova ficou linda e nada como precisar variar para a criatividade aparecer. Continua assim e teu próximo lançamento vai ser um livro de receitas!!!!
    bjs

  4. Sou solidária com teu marido… não gosto de atum em lata. Já gostei muito e acabei enjoando (principalmente quando é com óleo) … claro que como mas só um pouco … prefiro atum fresco e, se possível, cru. Mas essa salada nova ficou linda e nada como precisar variar para a criatividade aparecer. Continua assim e teu próximo lançamento vai ser um livro de receitas!!!!
    bjs

  5. Nossa, tua salada ficou linda Mariana! Estou tentando fazer só saladas à noite, mais fácil e leve, amo fazer com kani, já tentaste? Mas essa tua salada me deu água na boca, vai ser a minha receita de segunda-feira! Espero que fica tão bonita quanto a tua. Bjos!
    P.S.: Hj termino de ler o livro!!!!

  6. Nossa, tua salada ficou linda Mariana! Estou tentando fazer só saladas à noite, mais fácil e leve, amo fazer com kani, já tentaste? Mas essa tua salada me deu água na boca, vai ser a minha receita de segunda-feira! Espero que fica tão bonita quanto a tua. Bjos!
    P.S.: Hj termino de ler o livro!!!!

  7. Mari querida, ontem fiz a tua salada de massa com atum. Fiz o maior sucesso com o maridão! Agora ele está me exigindo outros pratos desse tipo.hehe. Pode continuar postando receitinhas práticas sim! Obrigada pela dica! Beijos

  8. Mari querida, ontem fiz a tua salada de massa com atum. Fiz o maior sucesso com o maridão! Agora ele está me exigindo outros pratos desse tipo.hehe. Pode continuar postando receitinhas práticas sim! Obrigada pela dica! Beijos

  9. Uau!!! Amei saber, Leticia!! Que bom! Estava conversando com a minha irmã e outra opcao desta de camaroa é marinar um pouco ele no limao, ou dar uma fritadinha no azeite com alho e jogá-los croc croc por cima da salada. Bjo. MK

  10. Uau!!! Amei saber, Leticia!! Que bom! Estava conversando com a minha irmã e outra opcao desta de camaroa é marinar um pouco ele no limao, ou dar uma fritadinha no azeite com alho e jogá-los croc croc por cima da salada. Bjo. MK

  11. Mariana, lamentei muito não ter mais tempo para conversar com vocês. Naquele exato momento eu deveria estar no outro lado da cidade. Estava um “pouquinho” atrasada…
    Realmente, foi uma incrível e maravilhosa coincidência!! E também fiquei imaginando, isso aqui é um post, pena que eu não tenho talento ou blog…hahaha!! Bj
    (Obs: esta tua salada também ficaria ótima com anéis de lula, levemente salteados no azeite de oliva e com um toque de molho de ostras=delícia!!)

  12. Mariana, lamentei muito não ter mais tempo para conversar com vocês. Naquele exato momento eu deveria estar no outro lado da cidade. Estava um “pouquinho” atrasada…
    Realmente, foi uma incrível e maravilhosa coincidência!! E também fiquei imaginando, isso aqui é um post, pena que eu não tenho talento ou blog…hahaha!! Bj
    (Obs: esta tua salada também ficaria ótima com anéis de lula, levemente salteados no azeite de oliva e com um toque de molho de ostras=delícia!!)

  13. Marii! Adoro saladas incrementadas, são praticamente minhas refeições de todos os dias hehe…Pena que meu amado não curta muito verdinhos, como ele mesmo se refere a alfaces e afins. Tenta fazer uns crutôns e deixá-los guardadinhos no armário em um pote hermeticamente fechado, só pãezinhos picados, azeite na frigideira e temperinhos mil, ficam ótimos pra incrementar qualquer salada no verão ou sopa no inverno. Dá pra variar o pão, do italiano mais gordinho, até esse integrais com passas e castanhas..humm, perái tá me dando fome! Ai pinoli fica muito bom também!
    Adorei os camarões! Práticos e bem coloridos junto à rúcula!
    Beijo

  14. Marii! Adoro saladas incrementadas, são praticamente minhas refeições de todos os dias hehe…Pena que meu amado não curta muito verdinhos, como ele mesmo se refere a alfaces e afins. Tenta fazer uns crutôns e deixá-los guardadinhos no armário em um pote hermeticamente fechado, só pãezinhos picados, azeite na frigideira e temperinhos mil, ficam ótimos pra incrementar qualquer salada no verão ou sopa no inverno. Dá pra variar o pão, do italiano mais gordinho, até esse integrais com passas e castanhas..humm, perái tá me dando fome! Ai pinoli fica muito bom também!
    Adorei os camarões! Práticos e bem coloridos junto à rúcula!
    Beijo

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Né?!👌🏻#simplesassim #bekind
  • “Nunca mais me convida pra pegar praia em José Ignacio.” #gorda #reportergorducha
  • Dia de praia no @lachozademarparador. Viaja até José Ignacio, caminha na areia quente, procura guarda-sol, carrega geleira, sacola, mochila, faz reportagem para o Band Mulher e sorri pra foto! 🤣🐶
  • Bento envelheceu. Não foi do dia para a noite. Trata-se de um envelhecimento gradativo. Uma enfermidade aqui, uma coisinha crônica acolá – e há uns bons cinco anos vamos levando esses percalços da velhice com acompanhamento veterinário, exames de rotina, troca de medicações, mas sobretudo, com amor, cuidado, amizade, lealdade e fé. Neste último ano, mais precisamente nos últimos meses, Bento deixou de ser um cachorrinho vivaz, de olhos espertos e comportamento ágil para se transformar em um senhor de seus lá 95 anos (equivalente à idade humana) que requer uma série de cuidados e a minha presença e atenção 24 horas por dia. O diagnóstico complicou, como costumam complicar os diagnósticos à medida que a idade avança, e através do olhar do Bento eu enxergo diariamente o reflexo da finitude da vida. Não pode existir sofrimento maior para um dono de cachorro do que essa despedida diária. A cada dia, menos um dia. A cada dia, também uma surpresa. Um dia feliz, caminhando melhor, disposto, com apetite e sorrisos. No dia seguinte, sono, muito sono, xixi nas calças, olhar distante, cabecinha para o lado e alheio ao mundo ao redor. Um dia vivaz; noutro, senil. Deveria ser proibido pela natureza vivermos tal experiência. Bento significa para mim muito mais do que um dos meus grandes melhores amigos.
É meu companheiro de jornada por uma vida de altos e baixos, cheia de mudanças e reinvenções – e da qual foi testemunha ocular e grande conselheiro. Nos conhecemos quando ele tinha 30 dias de vida e desde então cruzamos oceanos até. O que eu quero que ele saiba – e o que eu sei que ele sabe – é que estarei sempre aqui. E hoje estamos aqui. E assim seguiremos juntos. Com sorrisos e mãos dadas. Até o fim. Porque a única certeza que temos é a de que o fim chega para todos nós. E com ele um novo renascer.🐶♥️🙏🏻 #bento #xerife #18anos #companheirodejornada
  • Muito havia ouvido falar de que filhos de nossas irmãs são nossos filhos também. Mas a teoria sempre só faz sentido quando a realidade se confirma. Quando João Benício nasceu, me tornei tia – e ser tia é o maior presente que um irmão e uma irmã podem nos dar. Ser tia é descobrir a maternidade de outra forma, é descobrir um amor que não sabíamos que existia. Quando me tornei tia, passei a enxergar as crianças sob outra ótica, com mais ternura e paciência. Passei a entender também a falta de paciência das mães em muitos momentos. Quando me tornei tia, passei a sentir mais saudade, passei a beijar e a abraçar mais. Passei a me preocupar mais com a humanidade, com o futuro, com o legado das pessoas e das coisas. Quando João nasceu, me tornei um ser humano melhor. Ser tia é amar profundamente uma pessoa que parece ter saído de dentro de nós. É encontrar tempo onde antes só havia falta de tempo. É segurar no colo, é não sentir dor no braço, é aguentar sem reclamar a dor nas costas. É deixar a garrafa de vinho e o Netflix de lado numa sexta-feira à noite para deitar ao lado de quem insiste em se manter acordado. Tias também são mães, são capazes de amar como mães. Tias são a segurança das mães de que, em qualquer ausência delas, amor é o que jamais faltará. Porto Alegre, agosto de 2015. #joãobenicio #amordatia #amordadinda
  • Gula é o desejo insaciável, além do necessário, em geral por comida, bebida. Pecado capital, viu Gorda?