Lenny, Patricia Vieira e Gloria Coelho: as peças preferidas da Mari no SPFW

É uma profusão de propostas, um desfile atrás do outro. Toda semana de moda chega ao fim deixando na cabeça da gente algumas dúvidas (será que isso vai pegar?) e outras tantas certezas (quero usar já!). A temporada do SP Fashion Week, que termina hoje em São Paulo, estreou com a novidade de, pela primeira vez, assumir sua crença na independência da moda em relação às estações do ano. Já não era sem tempo.

Com essa velocidade digital que vivemos hoje em dia, apresentar uma coleção hoje para só vê-la chegar às lojas daqui um ano era pedir demais para a paciência do consumidor, que acostumou-se ao mercado rápido e à instantaneidade desse mundo digital – e exige  tudo para aqui e agora. Amanhã já está velho demais.

Acompanhei os desfiles do SPFW durante a semana inteira, digeri as informações e propostas apresentadas nas passarelas de todos os estilistas e vou, a partir deste post, não falar exatamente em tendências, ou usar esse palavreado todo rebuscado da moda que nunca fez minha cabeça. Mas, sim, apresentar uma seleção de peças de cada designer que mais amei e que gostaria de colocar já no meu guarda-roupa. Começo o primeiro capítulo da série “minhas peças preferidas do SPFW” com Patricia Vieira, Gloria Coelho e Lenny Niemeyer. O inverno mal começou, mas que venha o verão 2017. Sigam-me os bons!

PATRICIA VIEIRA
Foi ouvindo Buena Vista Social Clube que a estilista fez uma viagem interior a Cuba, resgatou sobras de couro, recortou, pintou, bordou, rendou e realizou uma das coleções mais lindas desta edição do SP Fashion Week. No lugar de desfile, preferiu apresentar as peças em um ambiente mais intimista, com apenas duas modelos. Um show!

SPFW patricia-viera-spfwn41-7-400x600JAQUETA DE COURO
Me diga, você, se ela não resolve a vida em qualquer ocasião? Me diga, você, se ela não contribui para que jamais percamos tempo pensando no que usar? Sim, porque você precisa apenas dela e nada mais. Vestidinho pretinho e jaqueta; jeans + camisetinha básica e jaqueta… Qualquer coisa e “a” jaqueta. Sou fã deste tipo de peça-investimento que transforma qualquer simplicidade em sofisticação.

SPFW patricia-viera-spfwn41-14-400x600SAIA LÁPIS
O que é o luxo dessa saia de couro rendada, me diz? Consegue imaginar a trabalheira que dá? Consegue entender a joia que é? Consegue perceber que, assim como a jaqueta, basta ela e nada mais? O tom é lindo, o trabalho da estilista é deslumbrante – um mix entre o tecnológico e o artesanal. Até em um casamento esta saia daria show!

SPFW patricia-viera-spfwn41-23-400x600VESTIDO PRETO
A exemplo de minha amiga Jennifer Aniston, sou fã incondicional do pretinho básico. Um vestido desses, então, de couro e todo trabalhado, é o suprassumo da vida descomplicada na hora de sair correndo para algum evento. Vem pra cá, querido!

GLORIA COELHO
Adoro o trabalho da Gloria Coelho, acompanho a trajetória dela há mais de 20 anos e sempre concordei com quem percebeu, ainda lá atrás, que Gloria sempre foi uma mulher visionária, que já enaltecia a modernidade feminina e todo esse mundo digital e tecnológico quando o computador ainda nem era uma realidade. Pois ela continua lá na frente, foi o que concluí com essa nova coleção cheia de assimetrias, sobreposições… Roupas para os novos tempos.

gloria-coelho-spfwn41-1-399x600 BOLSA VERMELHA
Sim, este aparente casaco é uma bolsa, percebem as sacada da Gloria? Pois ela sugere que a gente “vista” a bolsa e vá para a praia. Quando a gente chegar na praia, a gente tira a bolsa e ela… Vira uma esteira! Eu sou encantada com essas peças multiuso. Amei!

280416gloria-coelho-spfwn41-37-399x600VESTIDO GREIGE
Lembram do post que publicamos sobre o “novo neutro”? Não? Basta clicar aqui, ó: Muito prazer, Greige! Mistura de grey (cinza) e bege é o neutro da vez!. Fiquei imediatamente encantada com a elegância da cor. Quando vi o Greige neste vestido da Gloria Coelho não tive dúvida de que ele precisava ir para o meu guarda-roupa. Chique, moderno, discreto, elegante. Pode escrever a minha aposta: assim como o nude, o Greige veio para nunca mais ir embora.

280416gloria-coelho-spfwn41-15-399x600SAIA ASSIMÉTRICA
Sempre gostei de peças assimétricas e precisamos concordar que a personagem Atena, vivida pela atriz Giovanna Antonelli na saudosa novela A Regra do Jogo, contribuiu para popularizar essa tendência. Lembram que falei em meu blog-diário Por Aí do figurino assimétrico da Atena? Não? Está aqui, ó: Giovanna Antonelli já lança moda antes de A Regra do Jogo começar. Na minha modesta opinião, a assimetria tira do básico e do óbvio qualquer peça – da saia, à calça; da camiseta ao vestido. Dá aquele toque preciso, forte e de muita personalidade a qualquer peça de roupa.

LENNY NIEMEYER

Tenho um carinho especial pelo trabalho de Lenny Niemeyer. Ela é a única estilista de moda praia que me faz gostar de usar biquíni. Bem, gostar é um pouco demais, visto que não sou de praia e tampouco de exibir meu lindo corpo nu pelas areias. Mas, enfim, considero que Lenny sempre consegue deixar a gente mais elegante nesses momentos  à beira mar em que qualquer detalhe descamba para a deselegância. Ao longo dos anos, ela tem se aprimorado também em moda pós-praia com vestidos, blusas, cáftans e até mesmo maiôs que podem tranquilamente sair para a noite.

+MARI KALIL: Qual é o sapato ideal para o seu melhor amigo jeans? Amiga Mari responde!

Lenny trouxe para a atual coleção a inspiração no país que eu mais sonho conhecer: Japão. Voltou com ideias mil e uma seleção de roupas chiquérrimas, cheia de estamparias lindas (e olha que eu não sou de estampas!). Deu de tudo no mundo estampado japonês apresentado na passarela da estilista: flor de cerejeira, onça, ondas, koi (as carpas, símbolo de prosperidade). Lindo, lindo, lindo mesmo foi ver a técnica shibari – espécie de  bondage japonês baseado em amarrações com uma corda só.

270416Lenny-Niemeyer-spfwn41-2-399x600BLUSA ESTAMPADA
De uma simplicidade e uma elegância que chega a dar até falta de ar. Essa peça sintetiza o que eu penso do trabalho da Lenny: ela é capaz de transformar em “tudo” uma peça que poderia ser “nada”, sabe assim?
Não é um charme? Siiim, Mari!

270416Lenny-Niemeyer-spfwn41-19-399x600MAIÔ COM MANGAS
Eis aqui este momento Lenny do qual eu falava de transportar para o pós-praia peças originárias da beira mar. Já imaginou esse lindo maiô (ou body, ou collant, como queiram chamar) usado com uma calça de alfaiataria? Deu! Está linda e pronta para ir jantar no Copacabana Palace!

270416Lenny-Niemeyer-spfwn41-30-399x600QUIMONO
Daí, dia desses, eu comentava com minha querida amiga e sócia Maíra, sobre como transformar look certinhos em looks mais despojados. O papo começou porque uma amiga dela queria deixar de se vestir como executiva careta e não sabia como. Com um quimono!! Claro! Percebem? Basta uma peça clássica, chique e sem ser óbvia, como o blazer, para a executiva virar uma “mulher à frente do seu tempo”, como adoram dizer por aí. Muda a vida! Eu, jornalista e escritora que sou, usaria com jeans ou uma bela calça reta de cintura alta de alfaiataria.

Este foi o primeiro capítulo da série “as peças preferidas da Mari no SPFW”.
Voltaremos!

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.