Lombinho com batata rosa para o jantar

Estava ontem aqui, sentada em meu bat-local de trabalho, quando Mommy (para quem não sabe, Pati Lima, repórter da revista Donnanós nos chamamos mutuamente assim, somos quase um Félix), aproximou-se:
– Mommy, tu não sabe a receita de batatas que eu aprendi no programa do Chuck!
– Que Chuck?

Chuck-Hughes1ESTE CHUCK, MOMMY!

– Conta, conta!! – pedi.
– Seguinte, Mommy: tem que comprar batata rosa. Ro-sa. Daí tu coloca as batatas embaixo da água corrente da pia e dá-lhe água. Lava, lava, lava bem até elas deixarem de largar um líquido meio turvo, que vem a ser o amido. Quando a água voltar a sair cristalina das batatas, tu fecha a torneira e seca bem as batatas. Seca, seca, seca. Não descasca!
– Não descasca?
– Não, não pode descascar. Eu descasquei porque meu marido é um fresco com essas coisas e me dei mal.
– Continua! – pedi.
– Daí, depois de sequinhas, tu corta elas em tiras. Não precisam ser tirinhas fininhas como as de batata frita. Podem ser tiras mais grossas. Pega uma assadeira, unta com pouco azeite, coloca as batatas, salpica sal, páprica e mais um fiozinho de azeite por cima e leva ao forno por 40 minutos.
– Fica bom!?
– Mommy, tu não sabe o que ficou as batatas do Chuck! Pareciam fritas. Faziam croc, croc, croc!!
– E as tuas?
– Mais ou menos. Além de descascar, eu coloquei muito azeite.

ÍndiceDOIS MINUTOS DEPOIS….
(Mariana telefona para seu compreensivo marido)

– Alô?
– Chiquinho…?
– Oi!
– Tu vai passar perto do super na volta para casa?
– Posso passar. Qual é a invenção dessa vez?

03-por-ai-mulher-gritando5BATATA ROSA COM PÁPRICA!!

– Mas de onde isso?
– Do Chuck!
– Que Chuck!?
– Compra que eu te explico.
– O que tu precisa?
– Batatas rosas e páprica!
– Tá bem.

ÍndiceQUATRO HORAS DEPOIS….
(Mariana chega em casa)

– Comprei as batatas rosas e a páprica!
– Onde estão!??
– Na cozinha.

Olha!

batataOOOOOHHHHHHH!!!!
(junto com as cebolas roxas!)

Olha!

papriaOOOOOHHHHHHH!!!
(próxima especiaria da coleção!)

– Quem vai fazer? – perguntou o Chico.
– Eu!
– Sério?
– Sim, é fácil.
– Quando?
– Amanhã.
– Ótimo. Comprei lombinho de porco. Eu faço o lombinho e tu as batatas.
– Combinado.

a-seguir-cenas-do-próximo-capítulo.novela1

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

17 Comentários
  1. Mari, adorei a receita! Faz e nos conta como ficou, boa sugestão para o findi quando queremos comer algo gostoso mas não queremos ficar fazendo receitas demoradas e difíceis passando um tempão na cozinha. Bjos.

  2. Meu Deus..eu amooooooo batatas mais que tudo!! Pena que só eu lá em casa, ainda mais com o tal carboidrato da batata, o povo não quer chegar nem perto nesse verão..hahahaha!!
    Preciso saber se ficam boas, se ficam croc croc…porque eu quero fazer!!!!!!!!!!

  3. Adorei! Meu sogro costuma fazer batatas no forno mais ou menos dessa maneira (mas ele não usa batata rosa hehe), ficam ótimas, eu amo! Depois dá notícias da batata e, se não for pedir muito, a receita do lombinho tb rs rs. Bjs!

  4. A receita do Chuck é um pouco diferente da descrita aqui… Você corta a batata antes e depois põe ela em uma vasilha com água fria, por até 24h.

    Além disso, ele usa páprica defumada (um clássico espanhol), um pouco diferente da páprica doce.

    http://www.cookingchanneltv.com/recipes/chuck-hughes/oven-roasted-potato-fries.html

    A chef Annabel também têm uma receita de batata “frita” de forno:

    http://gnt.globo.com/receitas/Aprenda-a-fazer-batata-frita-de-forno–seca-e-crocante.shtml

  5. Vou puxar a orelha da Mommy, Mario! Valeu, obrigada! Vou tentar fazer a versão dela do Chuck. Depois faço esta que tu passou, já que preciso de mais 24 horas. Abs. MK

  6. Mari,

    Eu faço sempre essa receita mas com batata doce, cortinhas e descascadas, azeite de oliva, um pouco de pimenta e alecrim, também fica uma delícia! Experimenta!

  7. Mari querida, fiquei com água na boca…
    Meu pedido é o mesmo que o da Sabrina, poderia por favor passar a receita dolombinho? ;) E se não for pedir muito fala um pouquinho da churrasqueira elétrica, estou louca por uma, mas gostaria de saber se realmente vale a pena. Obrigado querida, feliz 2014! Beijão!

  8. #topchef: adoro essas receitas e assistir os programas de topchefs e outros, parece fácil cozinhar… eles vão montando os pratos rapidinho. Adorrrro. Voltaremos.

  9. Mari!
    E então? Como ficaram as batatas?
    Pensei em fazer um molho de iogurte pra comer com elas, como as batatinhas de Punta.
    O q te parece?
    bj e bom dia!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.