A bolsa de palha nunca foi tão versátil e nunca esteve tão longe da praia!

Lembro sempre de uma ida ao Rio com minha adorada mamãe e ela falando sem parar que a única coisa que queria no quesito compras na Cidade Maravilhosa era uma bolsa de palha para usar fora da praia. Ela encasquetou com a tal bolsa e, enquanto não achou, não sossegou. Encontramos na loja da Lenny do shopping Rio Design.

Mami vive linda, leve e solta com sua bolsa de palha Lenny por aí – bem longe da praia. Até porque foi-se o tempo em que bolsas de palha ficavam restritas à beira-mar. Com a chegada das estações amenas, elas caem como uma luva, combinadas com vestidinhos, calças de linho, rasteiras, enfim, com um visual mais descontraído e fresquinho. A bolsa de palha, por sinal, é uma das tendências deste verão, talvez por isso você veja muitos exemplares por aí. Uma das maiores entusiastas da bolsa de palha na cidade é a it girl inglesa Alexa Chung.

Olha!

bolsa-alexa3ALEXA COM SUA BOLSA ESTRUTURADA DE MÃO, SANDÁLIA GLADIADORA E VESTIDINHO EM NYbolsa_alexaA MESMA BOLSA USADA COM VESTIDO LONGO FLORAL E SAPATILHA

alexa5AINDA A MESMA BOLSA COM TOMARA QUE CAIA PRETINHO E SAPATO DE BICO FINO COM TORNOZELEIRA

alexa4E POR FIM A MESMA BOLSA COM JEANS, TÊNIS E CAMISETA
Alguma dúvida quanto à versatilidade da bolsa (e de Alexa?)

O que quero mostrar com todas essas imagens de uma das influenciadoras de estilo que mais admiro é que a bolsa de palha pode acompanhar a gente da praia ao coquetel, sabe assim? Ela dá uma quebrada em qualquer visual mais caretinha – e a imagem de Alexa de pretinho básico com a bolsa de palha não deixa mentir. Seria outro estilo, bem mais comum, se ela estivesse com uma carteira preta, vai dizer?

+MARI KALIL: A nostalgia de um romance a ser escrito nas cadernetas mais lindas que há

Então, fiz uma pesquisa a fim de selecionar diferentes estilos de bolsas de palha e aprender como fica legal no ambiente urbano. Alguns modelos são lisos; outros andam adornados como nunca – pompons são os adereços preferidos!

Olha!

palha palha1palha2palha3palha4palha5bolsa1bolsa2bolsa3 bolsa4bolsa5bolsa6bolsa7bolsa8bolsa9bolsa10bolsa11bolsa12EMPOLGARAM-SE?
Pois não custa lembrar que está aberta a temporada de liquidações e pode-se encontrar opções lindas e eternas com preços mais lindos ainda! #ficaadica

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

2 Comentários
  1. Ai fico aliviada com sua mini matéria. Há alguns meses estava como sua mãe : louca por uma bolsa de palha bafônica porque me deu vontade. Fiquei muito feliz quando achei duas beeem longe do que eu queria, mas de acordo com meu bolso. Mas a maior felicidade mesmo é saber que, apesar de não ser escrava da moda, também não estou tão por fora assim. E se tiver, paciência!!! Vou só esperar as chuvas passarem pra usar a minha. Hahaha.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Estaremos te esperando, Chiquinho! Repost @chico_sperotto ♥️🐶🌞
  • • KARL LAGERFELD
10.09.1933 - 19.02.2019 🖤
•”Pense rosa. Mas não use".
•”Calça de moletom é sinal de fracasso. Você perdeu o controle sobre sua própria vida e comprou um moletom".
•”Eu acho tatuagem uma coisa horrorosa. É como viver o tempo todo em um vestido Pucci".
•”Meu maior luxo é não precisar me justificar para nenhuma pessoa.”
•”Gosto que tudo seja lavável. Eu mesmo, inclusive.”
•”Personalidade começa onde a comparação termina.”
•”As melhores coisas que fiz na minha vida, as vi nos meus sonhos. É por isso que tenho um caderno de rascunhos na minha cama.”
•”O politicamente correto, a preservação. Eu acho tudo isso extremamente chato.”
•”Coco Chanel jamais teria feito o que eu fiz. Ela teria odiado.”
•”Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas. É sobre todos os tipos de mudança.”
•”Eu amo estar de passagem. Nasci em um porto, em Hamburgo. Então minha mãe disse: ‘É a porta do mundo, mas não é mais do que a porta. Portanto, já pra fora!’”.
#ripkarllagerfeld
  • - Dinda, entra no mar comigo?
- A dinda não gosta de mar gelado.
- Eu queria mergulhar com a dinda.
- Então a dinda vai te dar a maior prova de amor do mundo. E tu vai lembrar pra sempre, promete?
- Prometo, dinda.
E assim foi, e a lembrança eterna será de nós dois. #joaobenicio #amordadinda
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾 Detalhes no destaque do Stories
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻