Mari no Rio: Wayuu Bag no calçadão de Ipanema e a saudade desmedida do animal

Entrei trôpega no restaurante do Marina Palace, onde é servido o café da manhã. Quem nunca acordou sobressaltada, colocou qualquer calça que viu pela frente, enfiou uma camisetinha e saiu correndo para não perder a hora do café de hotel? Quem? Quem? Quem? Não mintam que é feio! Pai e mãe já me esperavam em uma mesa próxima à janela com vista para o mar do Leblon.
– Nossa… – suspirou mamãe olhando para minha cara de pano de chão.
– Humm… – murmurei
– Hoje vamos caminhar sem chuva, viu que dia lindo? – devolveu ela, cheia de entusiasmo.
– Huuummm… – murmurei.

closeup of cross-eyed woman with nostrils pinched shutODEIO TER QUE LEVANTAR PRA NÃO PERDER CAFÉ DE HOTEL

Três xícaras de café preto, uma fatia de pão integral com ovo e um pedacinho de bolo de chocolate depois e lá fomos nós, a passos nem tão largos assim, percorrer os três quilômetros de ida que separam o Posto 11 do Posto 8 e os três quilômetros de volta que separam o Posto 8 do Posto 11. No meio da caminho, mais pra lá do que pra cá, entre o Posto 8 e 9, eis o que se apresenta no calçadão de Ipanema!

riobolsasOOOOOOOOOHHHHHHHHHH!!!!!!

Imediatamente, mami e eu interrompemos a caminhada. “Que lindas!”, mami exclamou. “Muito!”, respondi. “Vou me sentar um pouco”, murmurou papai, exausto. Deu tempo de descansar bastante. Enquanto não penduramos meia dúzia de bolsas cada uma no corpo, não sossegamos.

Mari no Rio: almoço delícia no Bazzar e uma Adilettes pra chamar de minha

Essas são as famosíssimas bolsas Wayuu, que, gradativamente vêm fazendo sucesso por aqui, mas agora estão definitivamente disseminadas como “a” bolsa do verão 2017. São super coloridas – esta, aliás, é sua principal característica.

2b26de43060b48a3a589c094a95064d1ELAS TÊM FORMATO DE BOLSA-SACO
São feitas em teares de madeira, em lã ou algodão (na praia, eram de algodão), com padronagens geométricas e cores contrastantes

Por que chamam-se Wayuu? Explica-se: os primeiros modelos foram criados originalmente por mulheres indígenas da comunidade Wayúu, em Shukumajaya, no norte da Colômbia e noroeste da Venezuela. Uma a uma – artesanalmente. Como toda moda que se propaga mundo afora, é preciso atentar para as versões falsificadas. Cópia chinesa é o que não falta por aí.

5a306c_428d7bb0eb6e4afea1229cb0ce23069a-jpg_srz_500_348_85_22_0-50_1-20_0-00_jpg_srzPURO CHARME NA PRAIA OU NA CIDADE
Um site bacana de consultar sobre esse acessório é o Wayuu Tribe

Há os mais variados preços espalhados pelos mais diferentes locais onde essas bolsas são comercializadas. Quer um exemplo? No calçadão de Ipanema, vendidas por uma simpática argentina de Córdoba, cada bolsa custava R$ 200. A Manufact, uma das minhas lojas de calçados e bolsas predileta, tem exposto um único modelo de Wayuu Bag em sua vitrine no shopping RioDesignLeblon. Lindíssimo! Maior do que os modelos expostos no calçadão e predominantemente laranja. Preço? R$ 1.200.

160114-bolsas-wayuu-destaque-590x581PAREDÃO DE WAYUU BAGS EM CARTAGENA, NA COLÔMBIA
Cores, estampas, padronagens e tamanhos pra matar qualquer um de tanta dúvida! Na Colômbia, custam entre US$ 15 e US$ 40

Para comprar aqui no Brasil, um dos caminhos é pelo site Kanas. Elas custam entre R$ 250 e R$ 350 e há várias cores. Vende-se em até 12x no cartão. Vale a pena dar uma espiada. Na página, há o telefone de contato do atendimento ao consumidor e não custa nada dar uma ligadinha para tirar qualquer dúvida antes de ir digitando o número do cartão.

Mari no Rio: o fascinante Museu do Amanhã e a descoberta da cozinha do Mironga

O Kanas oferece vários outros acessórios da estética e cultura Wayuu, como carteiras e até coleiras de cachorros. Há uma seção destinada a bolsas Wayuu Luxo.

Olha!

photo_56d4cb88b6a46

MODELINHO LUXO COM BORDADOS: R$ 759

Meu terceiro dia de Rio de Janeiro terminou sem bolsa nenhuma. Fiquei tão afetada visual e emocionalmente pela quantidade de opções que acabei com um nó na cabeça e resolvi espairecer com um almoço no Quadrucci. Um almoço leve.

Olha!

rioatumOOOOOOOOOOOHHHHHHH!!!
Atum selado em crosta de pimentas com guacamole e coulis doce de tomate

riosaladaOOOOOOOOOOOOOHHHHHH!!!!
E uma salada de queijo de cabra com berinjela grelhada, amêndoas picantes e folhas como acompanhamento.

unnamedVOLTO SÁBADO PARA CONTAR DO ÚLTIMO DIA DE RIO!

bento1121QUANDO TU CHEGA?

Lembra que falamos hoje por telefone e eu te disse que volto no voo das 15h de domingo?

bento1121QUERO SABER SE É VERDADE

Óbvio que é verdade, menino!

bento1121TU VAI CUMPRIR O PROMETIDO?

Sim, eu já disse 12 vezes que está tudo combinado, que vou cumprir o prometido, que vamos todos comer uma pizza no Puppi Baggio domingo à noite.

bento1121NÃO VEJO A HORA

Óin, mimoso!! Tá com saudade de mim?

bento1116NÃO, DO PUPPI

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Calma! Toma um mate, come uma bergamota e não loqueia. Nem tudo merece tua intensidade 🍊🍊 #bomdia #boasemanapranós
  • #ptnão #ptnuncamais #vemprarua 🇧🇷👊🏻
  • Então, em um belo dia do ano passado, recebi uma ligação da direção de @revistadonna @gauchazh comunicando que minha coluna não se encaixava mais no perfil editorial da empresa. Pois o tempo sempre vai mostrando suas razões. Quanto orgulho de não me encaixar na filosofia de um veículo que cede espaço à defesa do extermínio de animais inocentes.
  • Quando você fica sabendo que mãe e filha se divertem às suas custas - ainda que rindo da desgraça alheia🤣🤣🤣 Obrigada pela companhia @llillinee e @helena.e.silva.7 ♥️
  • Em um universo digital cada vez mais galopante, grandes empresas começam a entender que a comunicação de qualidade está nas mãos dos influenciadores. Obrigada por me incluir nesta turma @tramontinaoficial. Foi um privilégio estar com todos vocês! #visitatramontina #tfactorystore #serragaucha
  • Encontrei meu vagão na Maria Fumaça. Grata pelo toque @adrianafranciosi 🤣 #firstclass #sóquenão #viagemdetrem #visitatramontina #tfactorystore