Meu cactos desmunhecou

Vi o último capítulo da novela ontem e fui dormir decidida que faria meu sábado render. “Não vou ficar rodopiando na sala sem saber o que faço primeiro, não vou perder tempo, tenho que ser objetiva, alguma coisa de útil vou ter que fazer neste sábado”, era o que eu pensava.

Acordei com este ar sereno, com minha xícara de café preto na mão e fui até a varanda respirar ar puro

O sábado me oferecia um mundo de possibilidades. Dei um gole no meu café, olhei o horizonte, respirei fundo, me sentia extremamente feliz. Foi quando decidi bater em retirada para a cozinha atrás do meu mamão papaya. Foi quando me virei e tive um pesadelo.

– Meu Deus, meu Deus, meu Deus, meu cactos, meu cactos…

MEU CACTOS DESMUNHECOU!!

– Como isso foi acontecer? Bento, fala alguma coisa?! Quando foi que ele desmunhecou desse jeito? Tu viu ele desmunhecar? Vocês brigaram??

EU NÃO BRIGUEI COM O CACTOS. EU SÓ QUERO PASSEAR. EU SÓ QUERO MEU PÃO COM MANTEIGA

– Mas exatamente quando foi isso, meu Deus? Como eu não vi? Oh, não!!!

A DESMUNHECADA FOI MAIOR DO QUE EU PENSAVA!
DESMUNHECOU EM CIMA TAMBÉM!!

Não havia mais o que pensar. Meu único destino era a floricultura mais próxima. Desde que ameacei de morte o seu Adão e relatei meu dilema no post QUEM TEM UM JARDINEIRO PARA EMPRESTAR?, decidi que quem cuida das minhas plantas sou eu. Com o auxílio da Patrícia, a melhor vendedora da Blumengarten.

Quando vierem aqui, peçam pela Patrícia. Podem dizer que é recomendação da “Mariana das jabuticabas”. Ela vai entender

Estacionei na Blumengarten e saí me descabelando atrás da Patricia.

– Meu cactos, meu cactos, meu cactos desmunhecou!! – disse a ela.
– Desmunhecou como?

Mostrei a foto.

DES-MU-NHE-COU!

– Hiiii, muita água – ela respondeu.

Foi quando tive um flashback. “Sim”, pensei. “A Rosa me contou que estava molhando o cactos a cada 15 dias por recomendação de quem?

DAQUELE MALDITO JARDINEIRO QUE EU JUREI DE MORTE!

– O que eu faço agora, Patricia?
– Põe terra preta. Se tiver areia, melhor. E esquece de molhar por um bom tempo.

Aproveitei que estava por lá e resolvi dedicar meu sábado à jardinagem. Comprei gerânios vermelhos, comprei florzinhas coloridas para fazer um arranjo numa bandeja, comprei manjericão, sálvia, coentro. Estava pagando quando avistei uma planta chamada “Kitchá”. Já ouviram falar? A coisa mais linda.

MUITO PRAZER, SOU A “KITCHÁ” E A MARIANA ME TROUXE PARA SUA CASA E ME COLOCOU EM SUA MESA NA VARANDA

– Que linda, Patricia! Que planta é esta? Nunca ouvi falar!
– São várias ervas – ela respondeu.
– E se chama Kitchá por quê?
– Hein?
– Por que Kitchá?

É KIT CHÁ, sua débil mental!!
Um kit com várias ervas para chá!
KIT CHÁ!

– Ahhhhh, mas é linnnnnnda! Vou levar também – disse a ela.
– Tu gosta de chá? – ela perguntou.
– ODEIO!
– Hã???

EU ODEIO CHÁ
Mas como já escrevi no post AS COMBINAÇÕES COM MEU JEITO, eu acho que combino com chá e vou aprender a gostar de chá nem que seja na marra

Eis a cena ao chegar em casa pós-Blumengarten:

MOMENTO “DESCARREGAR O ELEVADOR”

Escolhi um dia ótimo para plantações: 33 graus à sombra. Só não fiquei de péssimo humor porque é impossível ficar de péssimo humor mexendo na terra e nas plantas. Querem ver o resultado do meu sábado de manhã? Tchan, tchan, tchan, tchan…..

KIT CHÁ EM CIMA DA MESA
Já mostrei, mas estou mostrando de novo para me convencer de que chá é bom

ARRANJO COLORIDINHO EM CIMA DA OUTRA MESA
Coloquei uma vela no meio para dar um clima
Casa Cláudia (Casa Vogue eu não tenho capacidade nem orçamento)

COMPREI MAIS DUAS MUDAS DE MANJERICÃO E COLOQUEI NESTE VASO QUE JÁ TINHA

TAMBÉM PLANTEI SALSINHA
A ROSA VIVE PEGANDO SALSINHA DA HORTA PRA COZINHAR

Também comprei e plantei coentro. Por quê?
Porque nos últimos tempos, todas as receitas que tenho lido levam coentro – e eu achei que eu tinha que ter coentro em casa.
E agora vocês me dão licença que vou procurar onde eu coloquei essas receitas com coentro.
Porque agora eu encasquetei que vou ter que comer alguma coisa com coentro hoje.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

20 Comentários
  1. To adorando a coluna, coisa boa rir! Frescuras com sustância! Um dia deve sair uma compilação das colunas para nosso deleite, além da Peregrina. Muito interessante as colocações do padre Tito.
    E parabéns por nos brindar com a Eliane Brum. Achei bem sensato o artigo dela sobre a indenização pelo abandono afetivo na revista Época e fiquei mais fã ainda.
    Abs,
    Inês

  2. To adorando a coluna, coisa boa rir! Frescuras com sustância! Um dia deve sair uma compilação das colunas para nosso deleite, além da Peregrina. Muito interessante as colocações do padre Tito.
    E parabéns por nos brindar com a Eliane Brum. Achei bem sensato o artigo dela sobre a indenização pelo abandono afetivo na revista Época e fiquei mais fã ainda.
    Abs,
    Inês

  3. Nossa, só você pra me fazer rir nesse domingo, o dia inteiro trabalhando, desde 7 da manhã, já tava morrendo de sono… E resolvi dar uma olhada no teu blog.. Obrigada Mariana, por fazer a minha tarde mais feliz!!!

  4. Nossa, só você pra me fazer rir nesse domingo, o dia inteiro trabalhando, desde 7 da manhã, já tava morrendo de sono… E resolvi dar uma olhada no teu blog.. Obrigada Mariana, por fazer a minha tarde mais feliz!!!

  5. EU E AS VIOLETAS
    Lendo o post do cactus que desmunhecou, lembrei da minha história com violetas. Sempre admirei as violetas dos outros, que davam flor e eu comprava a minha no super e depois secava a florzinha e nunca mais voltavam outras. Não sei se era a água no pratinho ou na terra, pouco sol. muito sol, pouca luz, muita luz, enfim…a última que comprei por pura falta de tempo esqueci de molhar, de ter tanto cuidado e ela dá flor sem parar. Fiz até making off, tirei foto dela, coloquei no blog. Pensei que são como certas coisas na vida que abandonamos por um tempo, escanteamos, esquecemos um pouco num canto. E aí, um belo dia, inusitadamente voltam a nos surpreender… e florecer.
    THE END

  6. EU E AS VIOLETAS
    Lendo o post do cactus que desmunhecou, lembrei da minha história com violetas. Sempre admirei as violetas dos outros, que davam flor e eu comprava a minha no super e depois secava a florzinha e nunca mais voltavam outras. Não sei se era a água no pratinho ou na terra, pouco sol. muito sol, pouca luz, muita luz, enfim…a última que comprei por pura falta de tempo esqueci de molhar, de ter tanto cuidado e ela dá flor sem parar. Fiz até making off, tirei foto dela, coloquei no blog. Pensei que são como certas coisas na vida que abandonamos por um tempo, escanteamos, esquecemos um pouco num canto. E aí, um belo dia, inusitadamente voltam a nos surpreender… e florecer.
    THE END

  7. Ai Mari esse post tá sensacional, eu tava meio desatualizada e resolvi botar o Por Aí em dia. Já li todos os que eu tinha perdido e adorei, mas esse do cactos está es-pe-ta-cu-lar. AMEEEEEI. Bjos!

  8. Ai Mari esse post tá sensacional, eu tava meio desatualizada e resolvi botar o Por Aí em dia. Já li todos os que eu tinha perdido e adorei, mas esse do cactos está es-pe-ta-cu-lar. AMEEEEEI. Bjos!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Sobre amar e ser amada. ❤️
  • Ontem um menino que brincava me falou: hoje é semente do amanhã. Para não ter medo que este tempo vai passar; não se desespere e nem pare de sonhar. Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs. Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar. Fé na vida, fé no homem, fé no que virá. Nós podemos tudo, nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será. #timetogohome #gonzaguinha
  • “Aqui, no entanto, nós não olhamos para trás por muito tempo. Nós continuamos seguindo em frente, abrindo novas portas e fazendo coisas novas. Porque somos curiosos - e a curiosidade continua nos conduzindo por novos caminhos. Siga em frente”. (Walt Disney)
  • Quem me conhece de toda uma vida sabe que palavrão é algo que não sai da minha boca de lady. Mas, né? Vamos combinar! 😂😂😂 #humor #bepositive
  • Baba, mami e meu bolinho de aniversário de 1 ano. Sempre com a certeza de ainda muitos e muitos outros de vida. ✨ Londres, 19/12/1973. #tbt❤️
  • Meu pai, meu norte, minha serenidade, minha calmaria, meu aconchego, meu alicerce, minha certeza, minha paz, minha alma. Meu baba, minha estrutura, minha vida. ❤️