Moda com desabafo (e com fotos!!!)

Eu acho que não pertenço ao mundo da moda (Mariana em momento de reflexão no terceiro dia de Fashion Rio). Ai, desculpem, deixa eu soltar uma risada de nervosa? Haaaaaaaaaaahahahahhahaa!!!

Me recomponho e repito: eu acho que não pertenço a este mundo. E isso, muitas vezes, me dá uma certa crise de identidade. Explico: Acho todas essas pessoas nervosinhas demais, se levando a sério demais, se achando demais a última bolachinha do pacote.

Ah, tem que ser assim pra fazer parte da tribo? Sorry, baby. Tô fora. E gostem de mim do jeito que sou. Ponto. Não acho que por não ser assim eu saiba menos ou tenha menos credibilidade. Olha, são quase duas horas da madrugada e estou abrindo meu coração. Mas é que essa energia me esgota um pouco, entende?

Se vocês conhecessem a histeria da sala de imprensa, talvez entendessem um pouco do que falo. Hoje, por exemplo, só pra citar algo que me incomodou muuito: um coleguinha do meu lado despejou uma lata de refrigerante em mim porque tinha pressa em “escrever uma matéria”. Pediu desculpa? Nãoooooo. Ele tinha pressa em escrever a matéria, entende?

Não passou nem meia hora, a coleguinha do outro lado, deixou cair o brigadeiro de colher que comia em cima do meu teclado. Pediu desculpa? Não…. Ela tinha pressa em transmitir o texto “ou a editora vai me matar”. Ahã. Já te conto quem vai matar quem.

Eu não sou assim. Cresci e aprendi que educação e gentileza regem a nossa vida, seja na circunstância que for. Aliás, em momentos de maior perrengue (como a sala de imprensa) esta é a hora de valer essa máxima. Por isso gosto tanto da minha xará Gloria Kalil. Ela sim, um exemplo a ser seguido. Enternder de moda e saber se vestir não faz ninguém melhor do que ninguém, será que isso pode ficar claro de uma vez por todas?

Sem falar em nariz empinado, ego maior que o Píer Mauá etc. e tal.Feito meu desabafo da madrugada, vamos as desfiles do terceiro dia.

Bianca Marques

Foi a estreia de Bianca Marques no Fashion Rio. E eu gostei bastante, sobretudo da linha PB que ela mostrou. Uma coleção feminina, de alguns brilhos, estampas, mas sobretudo de leveza no jeito de ser e na fluidez dos tecidos. A bailarina Ana Botafogo abriu o desfile em um solo, e essa delicadeza da dança a estilista fez questão de trasmitir nas peças. Delicadeza, taí uma palavra que faz falta nesse universo.

Maria Bonita Extra

Sou fã declarada da MB Extra. Em 21 anos de vida, ela sempre consegue se reinventar, e agora trouxe a saia “anquinha”, como podem ver nas fotos. Muitas perninhas de fora, trabalho primoroso com tecidos e a certeza de estar bem vestida em qualquer ocasião. Balonês e frufrus também estiveram em alta em minis e shortinhos. Aliás, o inverno será a estação dos saltos altíssimos e das pernocas de fora. A Maria Bonita Extra é aquela grife a quem gente sempre pode recorrer em qualquer ocasião que nunca, nunca fará feio, pelo contrário.

New Order
Como andava meio de cara com os coleguinhas, ao ler que  a New Order faria um desfile inspirado na aviação e nas aeromoças dos anos 60, me empolguei tanto que parecia que estava indo para um espetáculo de bom humor. Até parei na carrocinha de pipoca e comprei um pacote de meio doce meio salgada pra assistir ao desfile. E adorei. Bolsas que faziam alusão a travesseiros de bordo, kits de viagem, revistas, tudo estava contemplado. Pra quem não conhece, a New Order é uma marca de sapatos e acessórios que bate o maior bolão no Rio porque traz essa irreverência típica do carioca que faz falta na vida.
Espaço Fashion
Confesso que não assisti in loco, porque precisava fechar o texto que sai na ZH de hoje e lutar bravamente pelo meu direito de ter um computador na sala de imprensa. Então, vi pelo monitor, garantindo meu lugar, meu deadline de fechamento, mas achei que a EP seguiu sua linha comercial de sempre, com destaque para o preto e branco.
Coca Cola Clothing

Tive uma grata surpresa. Adorei o desfile e a ideia de viajarmos ao espaço com a grife com uma moda feminina e masculina que parecia vestir astronautas modernos. Muita prata e muita cor e muita peça bacana que faz a boa diferença na hora de compor um look.

Ah, e vocês estão se perguntando como a Mariana, após três dias brigando com Steve Jobs e com meio mundo, conseguiu, finalmente, postar as fotos? Tchá-tchá! Não fui eu! Ahá! Foi minha super-ultra-parceira editora do Donna Online, a querida Camila Saccomori, que deixou tudinho pronto pra mim.

Como diz uma outra amiga minha, esta de Bagé, a Ana Alice, “parceria é parceria, borracheira é borracheira”. Hahahhaha!!

Com essa eu me despeço. Até amanhã.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Concordo contigo,apesar de ser estudante de moda,sei como as pessoas deste mundinho fashion se transformam,o negócio sobe para a cabeça,mas amo moda,por isso sei que moda nao é só isso,amei teu blog,parábens,bjs!!

  2. Concordo contigo,apesar de ser estudante de moda,sei como as pessoas deste mundinho fashion se transformam,o negócio sobe para a cabeça,mas amo moda,por isso sei que moda nao é só isso,amei teu blog,parábens,bjs!!

  3. Mariana, pessoas desse tipo são muito comuns, e no meu ponto de vista, tomam esse tipo de atitude por serem inseguras do seu trabalho e terem que mostrar de alguma forma superioridade sobre outras pessoas. O nosso mundinho é muito mais do que esses seres vazios. :*

  4. Mariana, pessoas desse tipo são muito comuns, e no meu ponto de vista, tomam esse tipo de atitude por serem inseguras do seu trabalho e terem que mostrar de alguma forma superioridade sobre outras pessoas. O nosso mundinho é muito mais do que esses seres vazios. :*

  5. claro que pertences. quem não pertence são essas pessoas aí! olha, não entendo quase nada de moda, mas uma coisa eu aprendi cedo: educação nunca sai de moda, em nenhum lugar, em nenhuma circunstância. parabéns pela cobertura e continua com o bom trabalho!

  6. claro que pertences. quem não pertence são essas pessoas aí! olha, não entendo quase nada de moda, mas uma coisa eu aprendi cedo: educação nunca sai de moda, em nenhum lugar, em nenhuma circunstância. parabéns pela cobertura e continua com o bom trabalho!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.