Os conjuntinhos estão com tudo! Vamos combinar? Amiga Mari ensina a usar

Antes conjuntinhos, agora coordenados. A moda adora mudar a nomenclatura das peças para dar aquele perfume de novidade – e os nomes das cores a cada temporada estão aí para não deixar mentir. Roxo vira berinjela; vermelho vira melancia; vinho vira cabernet, verde vira militar e por aí vai. Minha mãe sempre adorou “conjuntinhos” e tornou-se até piada entre minha irmã e eu. Nunca conseguiu presentear a gente com uma peça apenas. Sempre vinha o complemento pra “fazer o conjuntinho”.

Dizem que vamos pegando algumas manias de nossas mães, e eu sou a prova viva disso. Ela me fez dar valor à existência do colete e o complemento bacana que esta peça é capaz de conferir ao visual. E também – tema deste post – compreender a praticidade e a elegância de um conjuntinho.

Olha!

mari-amareloESTE CONJUNTINHO AMARELO ADIVINHA? FOI MAMÃE QUE ME DEU! KKKK
Por falar em amarelo, recomendo a vocês investir em alguma peça desta cor, ou, se já tiverem no armário, usá-la. Muda o astral – e eu também sou prova viva disso. Tanto que resolvi usar numa segunda-feira (dia que não curto) e me senti em plena sexta (dia que adoro!)

Conjuntinho funciona como peça única, estilo vestido, macacão, sabe assim? O adorado “vestiu, saiu”. A vantagem é que, diferentemente do vestido e do macacão, podemos coordenar suas peças com outras mil e montar várias possibilidades.

A origem do conjuntinho data do século 12, quando nasceram como trajes femininos de equitação. Por conta da montaria, era necessário que fossem confeccionados com tecidos grossos e pesados e apenas mãos masculinas tinham habilidade para tal. Vem daí o nome “tailleur”(alfaiate em francês).

Os séculos foram passando e o tailleur foi sendo incorporado no dia a dia do guarda-roupa clássico feminino. Ganhou golas, cintura marcada, bolsos… Foi então que mademoiselle Chanel decretou que vestiria com seus twin sets as mulheres clássicas e modernas do século 20.

chanel-tailleurCOCO CHANEL E O CLÁSSICO TAILLEUR DA MAISON FRANCESA

Os anos continuaram passando e chegamos agora em 2017 do século 21 com os conjuntinhos, chamados de “coordenados” compondo muito além de saias e casaquetos. Ficou para trás toda aquela formalidade da roupa. Blusas e calças, camisas e shorts, tecidos variados, eles são criados para agradar a todos os estilos. Para formar um conjuntinho (ou coordenado), a parte de cima e de baixo precisam ser da mesma estampa, do mesmo tecido ou da mesma cor.

conjuntinhoTRÊS CONJUNTINHOS; TRÊS ESTILOS
A fashionista Anna Dello Russo (1) ousa mesmo, com estampa floral bem chamativa e coordenado de saia, blusa, jaqueta bomber e até sapato na mesma estampa. A brasileira Helena Bordon (2) prefere conjunto de saia e blusa de estampa mais miúda e tecido mais fluído; Miroslava Duma usa pantalona e blaser azul

Há algumas dicas de Amiga Mari que considero bem úteis (e que muitas vezes passam despercebidas)  na hora de investir no conjuntinho.

1) Estampa floral miúda: não curto muito, pois duas peças coordenadas podem dar um ar de pijama, sabe assim?
2) Modelagem: se curte calça mais ampla, prefira uma parte de cima mais justinha ou ajustada. E vice-versa.
3) Tecidos pesados, como tweed e jacquard são lindos e clássicos, mas envelhecem. Tenha isso em mente na hora de escolher os acessórios, caso sua ideia não seja passar muita maturidade fashion.

Vamos ver algumas inspirações para usar conjuntinhos? Vamos, Mari!

conjunto1
O CONJUNTO RISCA DE GIZ FICA MODERNO COM CAMISETA DE BANDA DE ROCK
conjunto2
A TENDÊNCIA ESPORTIVA CHEGA AOS CONJUNTOS E ÀS PRINCIPAIS MARCAS DOS SEGMENTO E SAI PRA FORA DAS ACADEMIAS
conjunto3
NUANCES DE MESMA COR, COMO A BLUSA, A CARTEIRA E O SCARPIN USADOS COM CONJUNTO ROSA DEIXA O VISUAL ELEGANTE
conjunto4
DE NOVO, A TENDÊNCIA ESPORTE CHIQUE, AGORA EM LOOK PRETO E SANDÁLIA DE SALTO
conjunto5
CONJUNTO DE TWEED COM CAMISA DE SEDA, A GOLA EM FORMATO DE LAÇO DA CAMISA DEIXA O LOOK MENOS CARETINHA
conjunto7
NO VERÃO, CONJUNTINHOS ESTAMPADOS DE CALÇA OU SHORT SÃO ÓTIMOS PARCEIROS PARA FESTINHAS, ALMOÇOS, JANTARES E HAPPY HOUR
Compartilhar
mariana

mariana

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é sócia-diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

1 Comentário

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • "Foi a melhor palestra que já assistimos". Tem coisas que o dinheiro não compra. Para todas as outras existe o testemunho da @tatilaschuk e do @betofabbrin de que ouvimos esta frase ao final da palestra na @uniritterdesignweek, né @mairafranz? ♥️🙏🏻🙌🏻 Gratas pela confiança @uniritter
  • É amanhã nossa palestra na @uniritterdesignweek! O tema: como construir uma marca com conteúdo, transparência e verdade. Obrigada pelo convite @uniritter! Dormindo cedo hoje, hein sócia @mairafranz 😜#implicandocomaloira #uniritter #uniritterdesignweek #9h #CampusdaFAPA
  • Kale Chips: folha de couve crespa, desidratada e temperada com pasta de castanha de caju, pimentão vermelho, suco de limão siciliano e pimenta caiena) 🌶Pensa numa coisa ardida e croc! #semfiltro #urbanfarmcy
  • Pipoca e altos papos ♥️#joãobenício #amordosdindos
  • Muito honrada com o convite da @uniritterdesignweek para ministrar a palestra "Conectando Marcas e Pessoas por meio de Conteúdo com Transparência e Verdade". É na próxima terça 17, às 9h, no Campus da FAPA que subo ao palco com a @mairafranz pra um papo sem fórmula mágica. Todos convidados!!! #uniritterdesignweek #uniritter
  • Então você foi a aluna eleita de hoje para posar no paredão anti-fashion. Motivo? Seu Crocs verde tartaruga 🐢🐢#yoga #sattvashala #aulaonoferiado