O desafio chique das estampas PB

A descoberta de que sou uma pessoa meio avessa a estampas demorou cerca de 38 anos para acontecer. Sim, fui me dar conta este ano que estampas, seja de que tipo ou de que cor elas forem, me causam um certo desconforto. Antes que me interpretem mal, já adianto: há estampas lindas. O problema sou eu. O problema é que não gosto de estampas em mim.

Quem lê pensa que meu guarda-roupa é todo monocromático. Não é verdade. Assim como morro de medo de avião, mas ando de avião, não sou muito chegada em estampas, mas tenho algumas peças estampadas. Duas vezes por ano tenho vontade de usar. Foi pensando nesse meu gosto meio esquisito que lembrei de uma tendência que está super em alta: as estampas PB. Elas apareceram muito nas coleções – estrelas, animal print, flores, pied de poule, poás, listras etc. e tal. Acho clássico. E acho um desafio aprender a usá-las sem parecer uma mulher mais velha.

Estampas PB me lembram uma mulher de 40 anos, sei lá porquê (e também não estou muito longe disso. Hahahahaha!!) Um estilo meio Jackie Onassis, Audrey Hepburn, Coco Chanel, Gloria Kalil. É, pelo visto acho chique estampas PB. Já contarei se elas serão capazes de fazer com que eu me sinta chique também.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Eu deixei de gostar de estampas faz algum tempo.
    Gosto mais de coisas bordadas ou no caso do inverno, uma lã monocromática básica.

    PS: Olha o moço do comentário da “corda” lá no callcenter aqui… rs.
    Fiquei lisonjeado pelo post, mesmo que não tenha sido citado meu nome (nem tinha como mesmo… HAHA!)

    Bom Donna Fashion IGUATEMI para todos nós!

  2. Eu deixei de gostar de estampas faz algum tempo.
    Gosto mais de coisas bordadas ou no caso do inverno, uma lã monocromática básica.

    PS: Olha o moço do comentário da “corda” lá no callcenter aqui… rs.
    Fiquei lisonjeado pelo post, mesmo que não tenha sido citado meu nome (nem tinha como mesmo… HAHA!)

    Bom Donna Fashion IGUATEMI para todos nós!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.