O grande banquete da Chanel

Donna fechadinho esperando a edição dominical, agora posso me dedicar a falar sobre o que mais me chamou atenção esta semana no quesito moda: o desfile Métiers d’Arts da Chanel, no Grand Palais, em Paris, sob o tema Paris-Bombaim (ou Mumbai, a maior e mais importante cidade da Índia).

Não canso de me surpreender com Karl Lagerfeld e sua capacidade absurda de destrinchar um tema com sutileza, sem cair no óbvio. Bombaim remete a Caminho das Índias? Só nas novelas de Gloria Perez, darling. Porque na passarela de Lagerfeld, a Índia nunca se viu tão elegante e sofisticada.

O espetáculo já começou no cenário: um grande banquete de marajás, em que os convidados sentavam-se à mesa para se deliciarem com moda de luxo. Bom apetite!

Saias drapeadas por cima de calças lembraram a silhueta da calça jodhpur;  saltos? nem pensar. As botas brancas foram tatuadas com henna pelo ateliê Massaro

Reparou na tendência sugerida pelo kaiser? PIERCING, darling. Fique atenta. A bolsa da vez é trespassada e luxuosíssima, com fecho de ímã que é uma joia

As tiaras elásticas de cabelo tinham grandes pendentes sobre a testa

Os colares eram releituras da joalheria clássica indiana, com pedras lapidadas de forma bruta,  tachinhas e micropérolas

As correntes presas ao rosto, típico da cultura indiana; prata e ouro branco foram destaque nas roupas e acessórios. Cadê o colorido da cultura indiana? Na passarela do kaiser, o óbvio passa longe, beeeem longe. Não é demais a releitura do sári por baixo do terninho?

A marca registrada Chanel inspirada em Paris-Bombaim. De novo: muitas micropérolas nos detalhes

Quem fechou o desfile foi a top inglesa Stella Tennant, uma das grandes musas de Karl na maison francesa. O cabelo? Cheio de dreadlocks

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.