O mais politicamente incorreto dos filósofos ataca novamente

Luiz Felipe Pondé quer manter o desejo em pauta. Em Guia Politicamente Incorreto do Sexo (LeYa), seu novo livro, a maior preocupação está na importância de falar sobre o relacionamento, o desejo entre duas pessoas, sem que haja a interferência de qualquer patrulha. Para ele, o que acontece entre quatro paredes não pode ser regido pela correção política – essa “forma de censura do pensamento, dos gestos e da linguagem”.

Na visão de Pondé, o terreno da vida sexual é onde o politicamente correto faz maior estrago. Trata-se de uma praga que “destrói, no campo do sexo e do afeto”. A obra é constituída pelo que ele chama de “aforismos imorais”, habitados por nomes como Marquês de Sade, Nietzsche, Freud, Karl Kraus, Nelson Rodrigues e, de outro lado, os “chatinhos e chatinhas” que seguem a cartilha do politicamente correto.

GUIAA CAPA DA OBRA

O narrador é um homem que, mais do que gostar de mulher, gosta de falar de mulher e sabe que tudo nela pode ser objeto de desejo. “A estupidez é assumir que essa frase exclui a alma ou qualquer coisa além do corpo. Tudo nela pode ser objeto de desejo”, escreve.

MARI KALIL: Bons aprendizados de vida para se ter na mesinha de cabeceira

Guia Politicamente Incorreto do Sexo é uma obra original e irreverente que tem, acima de tudo, a intenção de provocar e combater a caretice – como tudo o que Pondé fala e escreve.

felipe-pondePONDÉ PARTICIPA SEMANALMENTE DA BANCADA DO JORNAL DA CULTURA

Luiz Felipe Pondé é filósofo, escritor e ensaísta. Doutor pela Universidade de São Paulo e Université de Paris VIII, é também autor dos livros (Crítica e Profecia 2013), Contra um Mundo Melhor (2010), Guia Politicamente Incorreto da Filosofia (2012) e Filosofia da Adúltera (2013), todos publicados pela LeYa. Escreve semanalmente para a Folha de S.Paulo.

Guia Politicamente Incorreto do Sexo
Autor: Luiz Felipe Pondé
LeYa
228 páginas
R$ 39,90

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.