Obaatian, o “chá da vovó”: o mais puro chá preto artesanal e o único feito no Brasil

O Brasil é mesmo uma caixinha de ótimas surpresas quando o assunto é riqueza natural. A diversidade incrível do nosso continente nos permite produzir tesouros da gastronomia. Uma dessas maravilhas eu tive o prazer de conhecer nos últimos dias, viajando pelo estado de São Paulo. É o chá preto artesanal e brasileiro, produzido no Vale do Ribeira.

A relação do Brasil com o chá começou com a coroa portuguesa, em 1812. Mas foram os japoneses, bebedores natos da bebida, os responsáveis pelas grandes plantações no país, especificamente no Vale do Ribeira, em São Paulo. O auge da produção e da economia do chá foi nos anos 1980, quando existiam mais de 40 fábricas na região. A maioria era para exportação. Com as mudanças econômicas no país e outras mudanças na produção mundial, o chá brasileiro deixou de ser competitivo e as fábricas não conseguiram continuar.

+PRI GUIMARÃES: Tirar os pés do chão, colocar a mente nas nuvens e voar de parapente

Hoje, restam não mais que três produções de chá. Uma delas renasceu há dois anos, de um sonho de família, e hoje é o único chá preto colhido à mão no Brasil: o Obaatian.
Obaatian em japonês significa chá da vovó. Quem está por trás desse chá é mesmo uma senhora de 89 anos, a dona Ume Shimada. Desde os cinco anos de idade colhendo e tomando chá, dona Ume é apaixonada pela roça, como ela mesma diz.

obaa DONA UME SHIMADAUME SHIMADA EM AÇÃO: DESDE OS CINCO ANOS COLHENDO E BEBENDO CHÁ

Na cidade de Registro, São Paulo, onde mora, é o chá que mantém sua ótima disposição e bom humor. Ela viveu o auge do chá, na década de 1980. Viu as coisas ficarem difíceis para o seu chazal (plantação de chá). Há cerca de dois anos, decidiu, junto com sua família, retomar o sonho do seu chá. Resgatou as plantações, qualificou o cultivo com práticas orgânicas. Valorizou a colheita, utilizando somente os brotos e folhas bem novinhas, e tudo colhido à mão.

obaa AS FOLHAS INTEIRAS DO CHÁ ARTESANALFOLHAS INTEIRAS DE OBAATIAN: O ÚNICO CHÁ PRETO COLHIDO À MÃO DO BRASIL

Por fim, estruturou de forma especializada a oxidação, secagem e embalagem do chá. O resultado não poderia ser outro: um produto artesanal autêntico, delicioso e que logo tornaria-se célebre. Não demorou para os japoneses descobrirem o Obaatian. Dona Ume foi ao Japão apresentar o seu chá. Depois, os japoneses vieram conhecer a sua produção e gravaram um documentário com a vovó, que foi transmitido na televisão japonesa e pode ser visto neste link http://www3.nhk.or.jp/nhkworld/english/news/worldupdate/20160209.html

+PRI GUIMARÃES: Muito mais que um chef: Alex Atala promove o conhecimento do Brasil

Também vieram especialistas japoneses de chá e trocaram experiências para qualificar ainda mais a produção do Obaantian que, segundo os orientais, já é muito boa! O espírito empreendedor de dona Ume Shimada deu a ela o título de Empreendedora Internacional, concedida pela sua cidade, Registro (SP).

obaa AS EMBALAGENS OBAATIAN PRONTO PARA BEBER: CHÁ FEITO COM CAMELLIA SINENSIS PRODUZIDA NO SÍTIO

Aos 89 anos, Dona Ume Shimada ainda está apenas começando, pois ainda há muitas possibilidades para desenvolver e valorizar o chá nacional. Eu, de amante de chá, quase passei a membro da família depois de passar alguns dias no sítio. Aliás, o sítio Shimada é aberto à visitação e lá é possível acompanhar todo o processo do chá.

obaa EU E A FILHA DA DONA UME, TEREZINHA, FELIZES COM A COLHEITA DO DIATEREZINHA, FILHA DE DONA UME, E EU: FELIZES COM A COLHEITA DO DIA

Chá X Infusão

Quando a gente fala em chá, logo lembramos de hibisco, erva cidreira, boldo e todas essas ervas, frutos e flores que comumente bebemos aqui no Brasil. Na verdade, pelo “formalismo”, deveríamos chamar de chá somente a bebida preparada a partir de planta chamada Camellia Sinensis, originária da China. Dela são preparados principalmente os chás branco, verde e preto. Com as outras plantas, o nome correto seria infusão de ervas, frutos e flores. O Obaatian é feito com Camellia Sinensis, planta cultivada no sítio de dona Ume Shimada.

+PRI GUIMARÃES: Alecrim: da cosmética à mesa, as maravilhas e benefícios da planta

Os chás mais conhecidos, com certeza, vêm da China e da Índia. O Brasil importa muito destes países e também de marcas da Europa, que compram matéria-prima do Oriente e criam os seus blends. O nosso querido país, no entanto, tem Camellia Sinensis, tem tradição e uma história lindíssima que parece renascer junto a esse movimento de valorização da produção local e da cultura brasileira gastronômica.

Benefícios da Camélia Sinensis
Taninos: ajuda no controle do colesterol
Flavonoides: ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, diminui o risco de câncer e previne o envelhecimento da pele
Cafeína: estimula o sistema nervoso central
Teofilina: estimula o sistema respiratório
Teanina: melhora o foco e a concentração e mantém a mente calma

Onde encontrar Obaatian
Para quem é de fora de São Paulo e deseja conhecer mais e degustar Obaatian, basta entrar em contato pelo email obaatianrs@gmail.com.

Compartilhar
Priscilla Guimarães

Priscilla Guimarães

É analista cultural. Gosta de estudar os porquês da vida, o sentido das coisas. Se dedica a entender as formas de expressão e os significados da cultura. Hoje é sócia diretora na City - consultoria de pesquisa em comportamento humano que tem o propósito de trazer novas perspectivas sobre a sociedade para dentro das empresas. Também coordena a Clínica do Subterrâneo, workshops filosóficos organizados pela City, com o objetivo de trazer conhecimento das ciências humanas para as práticas empresariais. Ainda é sócia diretora na Comunidade Criativa, plataforma de co criação de produtos e serviços que une consumidores e marcas. É graduada em jornalismo e mestra em comunicação social. Já trabalhou com produção de TV, redação jornalística e publicitária, planejamento de comunicação e marketing. Foi professora de graduação e pós graduação. Morou em Paris. Faz psicanálise há 13 anos. Faz ballet e treinamento funcional. Pra relaxar, viaja, faz amigos e mergulho amador.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.