Os quatro signos que compõem nossa personalidade e seus significados

Acredito que um dos maiores mitos da Astrologia é a crença de que ela divide as pessoas em 12 tipos, cada qual correspondente a um dos doze signos do zodíaco, o que equivaleria dizer que somos apenas o nosso signo solar (aquele do mês em que nascemos).
Na verdade, a nossa essência traz muito do nosso signo solar, mas a nossa personalidade é uma combinação complexa de vários fatores que devem ser analisados no mapa astral de nascimento. No entanto, existem algumas posições chave, que por si só descrevem grande parte da nossa natureza.

Neste artigo vamos falar das principais posições e do significado de cada uma.
Somos uma mistura de pelo menos 4 signos: o Signo Solar, o Ascendente, o Signo Lunar e o Meio do Céu. Esses são os mais importantes componentes da nossa personalidade.

Signo Solar
Assim como o Sol é o astro principal do nosso sistema solar, a sua importância na descrição da nossa natureza também é central, por isso ele revela a nossa essência.
É a energia com que mais facilmente nos sintonizamos e nos identificamos.
Ele também diz da qualidade da nossa autoestima, dependendo das interações com outros planetas no mapa natal, e daquilo que nos faz sentir energizados e vivos.

O setor de vida em que temos mais chances de brilhar é indicado pelo posicionamento do Sol em nosso mapa.

Ascendente
Signo que estava em elevação no horizonte na hora exata do nosso nascimento, ele modifica a expressão do signo solar, caso não coincida de ser o mesmo.

Descreve a maneira de nos expressarmos, o nosso jeito de ser, e é responsável pela primeira impressão que causamos nos outros.

Também revela a nossa maneira de abordar a vida. Por exemplo: pessoas que têm signos do elemento fogo (Áries, Leão ou Sagitário) no ascendente irradiam vitalidade, autoconfiança, além de encarar a vida de forma otimista. Já pessoas com signos de terra (Touro, Virgem ou Capricórnio) em elevação têm uma visão mais realista da vida, são mais céticas, além de aparentarem ser reservadas.

Signo Lunar
Descreve o nosso lado emocional, as nossas reações, como nos revelamos na intimidade de pessoas próximas e queridas. Também fala do que necessitamos para nos sentirmos nutridos e emocionalmente seguros. Revela nossa relação com a figura materna e como somos como mães.

Meio do Céu
O meio do céu está diretamente relacionado com a nossa carreira e com o lugar que ocupamos no mundo.

As qualidades desse signo, se bem desenvolvidas ao longo dos anos, nos ajudam a sermos bem sucedidos na profissão e a obtermos reconhecimento social.

Também representa progresso e autoridade, o caminho para nos realizarmos no mundo, fora do nosso círculo de amizades. Com essas informações já é possível entender bastante da natureza de cada um. E dependendo do nosso nível de autoconhecimento, podemos nos identificar num grau maior ou menor com essas energias em nossos mapas natais.

Compartilhar
Mariana Queima

Mariana Queima

Formada em Direito, exerceu a advocacia durante cinco anos, até que o lado criativo e a paixão por moda falou mais alto e mudou de profissão. Fez faculdade de Design de Moda, trabalhou como designer de acessórios e buscou especialização em Londres, passando a atuar como Consultora de Imagem. Atualmente, dedica-se ao trabalho de gestão de imagem, aplicando a Astrologia como ferramenta de autoconhecimento para comunicar a personalidade de cada um de forma coerente e consistente com a sua essência.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Estaremos te esperando, Chiquinho! Repost @chico_sperotto ♥️🐶🌞
  • • KARL LAGERFELD
10.09.1933 - 19.02.2019 🖤
•”Pense rosa. Mas não use".
•”Calça de moletom é sinal de fracasso. Você perdeu o controle sobre sua própria vida e comprou um moletom".
•”Eu acho tatuagem uma coisa horrorosa. É como viver o tempo todo em um vestido Pucci".
•”Meu maior luxo é não precisar me justificar para nenhuma pessoa.”
•”Gosto que tudo seja lavável. Eu mesmo, inclusive.”
•”Personalidade começa onde a comparação termina.”
•”As melhores coisas que fiz na minha vida, as vi nos meus sonhos. É por isso que tenho um caderno de rascunhos na minha cama.”
•”O politicamente correto, a preservação. Eu acho tudo isso extremamente chato.”
•”Coco Chanel jamais teria feito o que eu fiz. Ela teria odiado.”
•”Sou uma pessoa da moda e a moda não é somente sobre roupas. É sobre todos os tipos de mudança.”
•”Eu amo estar de passagem. Nasci em um porto, em Hamburgo. Então minha mãe disse: ‘É a porta do mundo, mas não é mais do que a porta. Portanto, já pra fora!’”.
#ripkarllagerfeld
  • - Dinda, entra no mar comigo?
- A dinda não gosta de mar gelado.
- Eu queria mergulhar com a dinda.
- Então a dinda vai te dar a maior prova de amor do mundo. E tu vai lembrar pra sempre, promete?
- Prometo, dinda.
E assim foi, e a lembrança eterna será de nós dois. #joaobenicio #amordadinda
  • Ensalada de Durazno: pêssego queimado, folhas verdes, queijo de cabra, pistache, cebola roxa e um molho vinagrete indescritível. Autor: @francismallmann @restaurantegarzon 👌🏻♥️🇺🇾 Detalhes no destaque do Stories
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻