Os quatro signos que compõem nossa personalidade e seus significados

Acredito que um dos maiores mitos da Astrologia é a crença de que ela divide as pessoas em 12 tipos, cada qual correspondente a um dos doze signos do zodíaco, o que equivaleria dizer que somos apenas o nosso signo solar (aquele do mês em que nascemos).
Na verdade, a nossa essência traz muito do nosso signo solar, mas a nossa personalidade é uma combinação complexa de vários fatores que devem ser analisados no mapa astral de nascimento. No entanto, existem algumas posições chave, que por si só descrevem grande parte da nossa natureza.

Neste artigo vamos falar das principais posições e do significado de cada uma.
Somos uma mistura de pelo menos 4 signos: o Signo Solar, o Ascendente, o Signo Lunar e o Meio do Céu. Esses são os mais importantes componentes da nossa personalidade.

Signo Solar
Assim como o Sol é o astro principal do nosso sistema solar, a sua importância na descrição da nossa natureza também é central, por isso ele revela a nossa essência.
É a energia com que mais facilmente nos sintonizamos e nos identificamos.
Ele também diz da qualidade da nossa autoestima, dependendo das interações com outros planetas no mapa natal, e daquilo que nos faz sentir energizados e vivos.

O setor de vida em que temos mais chances de brilhar é indicado pelo posicionamento do Sol em nosso mapa.

Ascendente
Signo que estava em elevação no horizonte na hora exata do nosso nascimento, ele modifica a expressão do signo solar, caso não coincida de ser o mesmo.

Descreve a maneira de nos expressarmos, o nosso jeito de ser, e é responsável pela primeira impressão que causamos nos outros.

Também revela a nossa maneira de abordar a vida. Por exemplo: pessoas que têm signos do elemento fogo (Áries, Leão ou Sagitário) no ascendente irradiam vitalidade, autoconfiança, além de encarar a vida de forma otimista. Já pessoas com signos de terra (Touro, Virgem ou Capricórnio) em elevação têm uma visão mais realista da vida, são mais céticas, além de aparentarem ser reservadas.

Signo Lunar
Descreve o nosso lado emocional, as nossas reações, como nos revelamos na intimidade de pessoas próximas e queridas. Também fala do que necessitamos para nos sentirmos nutridos e emocionalmente seguros. Revela nossa relação com a figura materna e como somos como mães.

Meio do Céu
O meio do céu está diretamente relacionado com a nossa carreira e com o lugar que ocupamos no mundo.

As qualidades desse signo, se bem desenvolvidas ao longo dos anos, nos ajudam a sermos bem sucedidos na profissão e a obtermos reconhecimento social.

Também representa progresso e autoridade, o caminho para nos realizarmos no mundo, fora do nosso círculo de amizades. Com essas informações já é possível entender bastante da natureza de cada um. E dependendo do nosso nível de autoconhecimento, podemos nos identificar num grau maior ou menor com essas energias em nossos mapas natais.

Compartilhar
Mariana Queima

Mariana Queima

Formada em Direito, exerceu a advocacia durante cinco anos, até que o lado criativo e a paixão por moda falou mais alto e mudou de profissão. Fez faculdade de Design de Moda, trabalhou como designer de acessórios e buscou especialização em Londres, passando a atuar como Consultora de Imagem. Atualmente, dedica-se ao trabalho de gestão de imagem, aplicando a Astrologia como ferramenta de autoconhecimento para comunicar a personalidade de cada um de forma coerente e consistente com a sua essência.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Penteados e escovados para a primeira de muitas noites de autógrafos de Vida Peregrina, que me levaria à lista dos livros mais vendidos do país e confirmaria Bentolino como um dos personagens mais importantes da minha existência como escritora. Seis anos hoje. Saudade, Xerife. ❤️🐶📘 #tbt #2013 #vidaperegrina #livromarikalil
  • Éramos uma família de bageenses morando no Rio e nossa família multiplicava-se com mais bageenses que chegavam no Carnaval. Tudo começava ao cair do sol com um primeiro chope para brindar a união e terminava com corpos ao mar pra curar o ressacão. Lembrança do nosso primeiro bailinho em que eu me retorci para entrar em uma fantasia de odalisca tamanho 14 comprada em uma loja infantil de Ipanema. É que ainda estava borracha da noite anterior. Borrachos entendem. 🍺
Casa da @renatabrasilvidal e do @marcelogoskes; Rio de Janeiro, Carnaval 2006. #tbt
  • Ter o privilégio de passar horas e horas conhecendo muitas das minhas perseguidoras faz a gente mais feliz. Ser recebida com carinho pelo @centrocarinaborges, que abriu suas portas para este momento tão especial de beleza e amizade faz a gente mais feliz. Poder oferecer a excelência dos produtos da @farmathuia para as amigas da Mari faz a gente mais feliz. Servir os melhores quitutes fit da @feeljoy.com.br e a delícia do capuccino proteico do @mundoverdeiguatemipoa faz a gente mais feliz. Rodopiar com um vestido de seda floral da @boutiquemariahelena capaz de traduzir com maestria meu estado de espírito faz a gente mais feliz. Felicidade é encontrar alegria na alegria dos outros; felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente. Obrigada a todas que hoje fizeram meu dia muito, muito mais feliz! ✨🙏🏻❤️
  • Quem nunca aplicou uma dessas?! 👆🏻
  • Me diga se pode existir desgraceira maior do que chegar ao vestiário de natação molhada em cima de um par de chinelos molhados, com o cabelo todo desgrenhado, com o rosto todo marcado dos óculos e ainda ter que pegar a sacola, botar a sacola em cima de um banco, abrir a sacola, retirar os saquinhos plásticos para guardar o maiô encharcado junto com a touca e o óculos, pegar a nécessaire, sair equilibrando toalha, xampu, sabonete e condicionador até o box, sempre pisando naquele chinelo nojento molhado, tomar banho na companhia de fios de cabelos de terceiros, recolher sabonete, condicionador e xampu, secar um por um com a toalha, se enrolar na tolha, voltar pingando até o armário em cima daquele chinelo nojento molhado, abrir o armário, abrir a sacola, guardar o xampu, o condicionador e o sabonete dentro da nécessaire, retirar o pente, desembaraçar o cabelo cuidando para não deixar fios caírem no chão, passar hidratante na volta dos olhos, sérum facial, creme com proteção solar, hidratante corporal, vestir a roupa toda amassada dentro da sacola, sentar no banco com o pé ainda molhado em cima daquele chinelo nojento com fio de cabelo de terceiros grudados na sola, secar dedinho por dedinho, colocar o sapato, secar o chinelo, ensacar o chinelo e terminar a maratona botando os bofes para fora do calorão que sai daquela quantidade de chuveiros quentes e secadores ligados. 
Me diga: pode existir desgraceira maior?!
  • Tenha coragem para as grandes adversidades da vida e paciência para as pequenas, e quando tiver cumprido laboriosamente sua tarefa diária vá dormir em paz. Deus está acordado. (Victor Hugo).