Parou de chover!

Pois é… abri este post novo e fiquei olhando para a tela em branco. Tenho uma inveja branca dessas blogueiras que escrevem posts como quem suspira (é que eu suspiro muito). Não acho nada fácil escrever um post. Não sei se é por questão de perfeccionismo, de tempo, de assunto. Fato é que na maioria das vezes me pego assim ó:

Com uma nuvem em branco povoando minha mente

Sempre que isso acontece, lembro de uma entrevista que fiz com a Paula Toller e os Kid Abelhas quando trabalhava na revista IstoÉ Gente, no Rio.

Olha eu ali no meio deles no bar do Hotel Marina

Conversa vai, conversa vem, perguntei pra Paula:

– Vem cá: não te dá brancos? E o que você faz nessas horas?

Ela me deu uma resposta que até hoje rege minha vida. Disse:

– Olha, Mariana, eu sempre tive brancos e sempre vou ter. A diferença é que amadureci. Antes, os brancos me deixavam nervosa e ansiosa. Agora eu sei que sou uma compositora, que esta é a minha profissão, que isso vai acontecer e que eu tenho apenas que manter a calma e esperar passar. Porque passa, sempre passa. E a inspiração volta.

Simples, mas genial.

Lembro muita daquele momento quando estou numa situação como a de agora, do tipo “tenho que escrever um post e não sei sobre o que falar”.

A nuvem segue aqui. Só peço que não chova na minha cabeça, por favor….

A verdade é que eu poderia escrever sobre a moda da cor do esmalte combinando com o batom, ou a tendência néon, ou sobre lifestyle, ou trends, ou fashiosn, ou streetstyle… Mas…

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHAHHHHHHH!!

PRECISO DE FÉRIAS DESSA COISA TODA!!!

Sério, que cansaço!!! Posso, por um momento, não acompanhar tudo de mais up to date que está acontecendo ao mesmo tempo aqui e agora e falar de outra coisa? Mas o quê?

Não acredito. Começou a chover… Uma nuvem em branco e na chuva. É assim que me sinto.

Acho que tem a ver com o fato de estar sentada na frente de um computador naquele momento “jornalista tem que fazer plantão de sábado quando lá fora um lindo sol se impõe”.

Pior: tenho uma manta térmica nas costas porque, loser que sou, fui tirar hoje de manhã as compras do supermercado do carro e dei um mal jeito nas costas que mal me deixam respirar até agora. Sou uma loser de plantão num sábado de sol e com contratura muscular.

Já tô me sentindo mal. Precisa ainda apontar?

Comprei no super todos os sabores de um suco que adorei.

Do Bem de Tangerina

É uma marca carioca que me conquistou pela embalagem: sim, eu compro coisas pela embalagem e dou de comer a uma das minhas melhores amigas, Titha Kraemer, sócia proprietária da Bendito Design, e uma das melhores criadoras de embalagens desse país.

Quando li na prateleira esta parte da embalagem, logo coloquei no carrinho.

Minha foto de Instagram

Experimentei e adorei. Passei a tomar todos os dias de manhã. A receita é a seguinte: meio copo do suco com três colheres de linhaça dourada com colágeno e acerola da Carta Verde.

The best!

Fica ótimo, os sabores cítricos do suco de tangerina com o colágeno e a acerola da linhaça combinam muito.

Daí, voltei ao super para ver outros sabores dos sucos Do Bem. Comprei esses:

Não provei nenhum ainda, visto que acabei de tirar a sacola do carro, hoje de manhã, e acabei com as minhas costas

E comprei mais este também:

Com esse calor, um chazinho gelado vem sempre bem.

Ohhh! Viu? Acabo de me dar conta que, sem querer, desabafando da nuvem em branco, achei assunto para o post.

E, como num passe de mágica, parou de chover!

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.
  1. Esses sucos são deliciosos, adorei o dia que vi no super pois eu sempre comprava lá no Rio, e sim, eu tb a primeira vez que compre foi por causa da embalagem!O chá mate com suco de limão é o melhor!Tem gostinho de Rio de Janeiro!

  2. Esses sucos são deliciosos, adorei o dia que vi no super pois eu sempre comprava lá no Rio, e sim, eu tb a primeira vez que compre foi por causa da embalagem!O chá mate com suco de limão é o melhor!Tem gostinho de Rio de Janeiro!

  3. EXEGESE
    “- Mas que quer dizer esse poema? – perguntou-me alarmada a boa senhora.
    E que quer dizer uma nuvem? – retruquei triunfante.
    – Uma nuvem? – diz ela. – Uma nuvem umas vezes quer dizer chuva, outras vezes bom tempo…”

    Mario Quintana em “Sapato florido”

  4. EXEGESE
    “- Mas que quer dizer esse poema? – perguntou-me alarmada a boa senhora.
    E que quer dizer uma nuvem? – retruquei triunfante.
    – Uma nuvem? – diz ela. – Uma nuvem umas vezes quer dizer chuva, outras vezes bom tempo…”

    Mario Quintana em “Sapato florido”

  5. Comigo funciona: se a embalagem e a propaganda na TV forem boas, o produto tem 100% de chance de ser experimentado. Se eu vou comprar novamente ou nao, dai já sao outros quinhentos. Quanto à inspiracao, o curso de Letras acabou com ela. Ou até vem, mas o medo de errar, de fazer um texto “mentiroso” (meu professor vivia dizendo que eu escondia o jogo quando escrevia), ou sei lá mais o quê, me deixaram bloqueada, até, pra escrever comentários como este. Mas a vontade de dar meu pitaco, ainda bem!, sempre acaba vencendo.

  6. Comigo funciona: se a embalagem e a propaganda na TV forem boas, o produto tem 100% de chance de ser experimentado. Se eu vou comprar novamente ou nao, dai já sao outros quinhentos. Quanto à inspiracao, o curso de Letras acabou com ela. Ou até vem, mas o medo de errar, de fazer um texto “mentiroso” (meu professor vivia dizendo que eu escondia o jogo quando escrevia), ou sei lá mais o quê, me deixaram bloqueada, até, pra escrever comentários como este. Mas a vontade de dar meu pitaco, ainda bem!, sempre acaba vencendo.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Sobre amar e ser amada. ❤️
  • Ontem um menino que brincava me falou: hoje é semente do amanhã. Para não ter medo que este tempo vai passar; não se desespere e nem pare de sonhar. Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs. Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar. Fé na vida, fé no homem, fé no que virá. Nós podemos tudo, nós podemos mais. Vamos lá fazer o que será. #timetogohome #gonzaguinha
  • “Aqui, no entanto, nós não olhamos para trás por muito tempo. Nós continuamos seguindo em frente, abrindo novas portas e fazendo coisas novas. Porque somos curiosos - e a curiosidade continua nos conduzindo por novos caminhos. Siga em frente”. (Walt Disney)
  • Quem me conhece de toda uma vida sabe que palavrão é algo que não sai da minha boca de lady. Mas, né? Vamos combinar! 😂😂😂 #humor #bepositive
  • Baba, mami e meu bolinho de aniversário de 1 ano. Sempre com a certeza de ainda muitos e muitos outros de vida. ✨ Londres, 19/12/1973. #tbt❤️
  • Meu pai, meu norte, minha serenidade, minha calmaria, meu aconchego, meu alicerce, minha certeza, minha paz, minha alma. Meu baba, minha estrutura, minha vida. ❤️