Pizza, bolo de chocolate, cuca e nhoque! Dá pra fazer maravilhas com farinha de arroz!

Ser intolerante a glúten virou uma espécie de moda. Seja por indisposição no sistema digestivo ou como parte de dietas para emagrecimento, a redução do consumo da proteína do trigo tem deixado muita gente na mão. Afinal, é muito difícil substituir a mais popular das farinhas na alimentação cotidiana. No entanto, antes de achar que tirar o glúten da dieta vai fazer até Donald Trump parar de implicar com os mexicanos, atenção: médicos e nutricionistas já sentenciaram que, para quem não tem a doença celíaca ou intolerância comprovada, retirar totalmente o glúten da dieta não faz sentido.

Mesmo assim, substituir o trigo em algumas preparações pode ser benéfico, já que abre novas possibilidades para nossa alimentação, diversificando o paladar e as fontes de nutrientes. A farinha de arroz é um desses substitutos mais simples e fáceis de encontrar.

Com o objetivo de mostrar os benefícios e incentivar o consumo de derivados de arroz, várias entidades ligadas ao cultivo lançam campanhas educativas para mostrar à população a importância de diversificar o paladar e incluir na dieta o grão, que é rico em aminoácidos, minerais e vitaminas. Uma dessas entidades é a Associação dos Arrozeiros de Alegrete, que além de cursos e palestras, lançou um calendário com receitas à base de arroz e, principalmente, de farinha de arroz.A seguir, quatro delas: nhoque, pizza, cuca e bolo de chocolate.

arroz-nhoqueNHOQUE DE ARROZ

Ingredientes
2 copos de arroz cozido
3 ovos
1 copo de leite
1 copo de água
3 ½ copos de farinha de trigo

Modo de preparo
No liquidificador, bata o arroz com o leite, água e os ovos; misture a farinha de trigo até obter uma massa fofa. Com uma colher faça bolinhas e coloque em uma panela com água fervendo e sal. Quando as bolinhas flutuarem na água fervente, retire-as com uma escumadeira e junte ao molho de sua preferência.

wild-rice-pizza-crust2PIZZA MISTA DE ARROZ

Ingredientes
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 xícara de chá de farinha de arroz
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de azeite
¾ de xícara de chá de água morna
1 colher de sopa de fermento biológico

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes secos. Em seguida, junte o azeite e a água e misture até formar uma massa firme e homogênea. Deixe crescer até dobrar o volume. Depois de crescida, divida a massa em duas partes. Abra como um disco de pizza e pré asse, por cerca de 15 minutos em forno médio, antes de colocar a cobertura. Faça o seu recheio favorito e cubra a massa. Novamente coloque para assar até que derreta o queijo.

arroz-cucaCUCA SEM GLÚTEN

Ingredientes
2 ovos
1 pitada de sal
1 ½ litros de leite
1 colher de polvilho doce
1 colher média de goma Xantana
3 copos de farinha
10g de fermento de pão
1 pitada de noz moscada

Modo de preparo
Junte todos os ingredientes e misture até ficar uma massa homogênea. Em seguida coloque em uma forma e reserve para crescer. Depois de crescer bastante (o tempo varia conforme a temperatura. Se o dia estiver muito frio, coloque perto do forno ou em local protegido de correntes de ar), asse por 30 a 40 minutos, em forno médio.

Dica
Em todas as receitas, tome cuidado com a quantidade de goma Xantana. Em excesso, ela deixa sua preparação dura ou abatumada. A goma Xantana é o resultado de uma reação química provocada pela síntese de bactérias, usada largamente pela indústria alimentícia. Em receitas à base de farinhas sem glúten, ela ajuda a deixar o bolo ou pão mais fofinho e aerado.

arroz-bolo-de-chocolateBOLO DE CHOCOLATE COM FARINHA DE ARROZ

Ingredientes
4 ovos
1 ½ copo de açúcar
1 copo de achocolatado (para um bolo mais escuro e de sabor mais encorpado, substitua por chocolate em pó)
4 colheres de óleo de arroz
1 colher de fermento de bolo (químico)
1 colher de polvilho doce
1 colher pequena de goma de Xantana
2 copos de leite
4 copos de farinha de arroz peneirada (passar a farinha pela peneira ajuda a deixar o bolo mais fofo)

Modo de preparo
Junte todos os ingredientes e misture até ficar uma massa homogênea. Em seguida, despeje a massa em uma forma untada com óleo e farinha de arroz e asse em forno médio por 30 a 40 minutos.

Dica
O polvilho doce, usado em muitas receitas de pães e bolos, é outro ingrediente que ajuda a “afofar” as preparações. Como não tem glúten, a farinha de arroz sozinha resulta em um bolo muito seco, esfarelado. O segredo, então, é combinar farinhas e ingredientes que imitem a “cola” natural do glúten.

Compartilhar
Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Leva um tempo até a gente perceber que por trás da figura de mãe existe também uma mulher como nós. Com gostos, desejos, anseios, vontades, expectativas, decepções. Não dizem que são nas viagens que a gente conhece profundamente a essência dos amores e amigos? Pois viagens também contribuem para aproximar mães e filhas no papel de duas mulheres adultas e companheiras. Em nossas viagens, mãe e eu convivemos com nossas imperfeições e fizemos mútuas descobertas – das profundas às mais comezinhas. Ela bebe pouca água; eu vivo com uma garrafa na mão. Ela critica a minha garrafa; eu critico a falta de água no organismo dela. Ela já planeja a Páscoa do ano que vem; eu ainda nem cheguei no próximo Natal. Ela não compreende a minha falta de planos; eu não entendo a ansiedade dela. Ela pensa em voz alta; eu reflito em silêncio. Ela diz pra eu falar alguma coisa; eu suplico que ela cale a boca por cinco minutos. Ela prefere o sol do meio-dia; eu prefiro o ar-condicionado. Ela diz que estou branca feito um bicho da goiaba; eu respondo que ela está laranja feito um nacho de Doritos. Agora estamos de novo aqui, juntas, em viagem, sentadas na grama da praça de José Ignacio. Que bom, né, mãe? Que bom que a vida nos concedeu este prazo para descobrir ainda a tempo o privilégio de passearmos juntas por aí e explorar como adultas esta delicada amizade — e o que existe de melhor em cada uma de nós. ♥️ #amordemãe #amordefilha #viajecomsuamãe
  • Né?! 👌🏻
  • Início de namoro no balanço. Fazenda Tapera, Santo Augusto, RS. Junho 2007. #tbt #valentinesday2019 ♥️
  • Uma tarde em família descobrindo @pueblogarzon e as maravilhas da cozinha do @restaurantegarzon do super chef @francismallmann 👌🏻🇺🇾🐶 #uruguay #poraí #francismallmann
  • “Não existe uma raça superior. Tem tanto valor um porteiro quanto um médico, porque cada um desempenha o seu trabalho com dignidade e cada um é importante para toda a sociedade. Nós não vamos acabar com os problemas sociais enquanto não mudarmos nossas cabeças e exigirmos dos que estão acima de nós o respeito que o povo tem que ter e merece ter. Tem que nos dar respeito, e não caridade pública, mas respeito”. Dona Mercedes, mãe de Ricardo Boechat. A fruta não cai longe do pé. 🖤 #rip #ricardoboechat
  • Gostaria de dizer para você que viva como quem sabe que vai morrer um dia, e que morra como quem soube viver direito. 🙌🏻🇺🇾♥️ #graciasalavida #ricardoboechat #vivaempaz