Mari Kalil: Dez dicas de organização de closet que melhoram minha vida!

Do dia do meu aniversário (19 de dezembro) até as vésperas do Natal, algo toma conta do meu espírito. É mais forte do que eu e acontece todos os anos. Começa a me baixar um santo de organização de gavetas e armários do closet de forma irrefreável. O que acontece: percebo que tenho mais coisas do que preciso, coisas que não uso e uma verdadeira limpeza física e espiritual se faz sentir.

bento1125ELA TIRA TUDO PRA FORA E COMEÇA A SURTAR DENTRO DO QUARTO

O que anda me preocupando na idade avançada do animal é que, além de exagerado, ele começa a ficar mentiroso. Ok, eu fico meio atordoada nesse momento, mas daí dizer que surto já beeeem demais. Não é o único momento do ano que promovo essas faxinas, mas nessa época tem um significado especial – acredito que pela virada de um novo ano, de uma idade nova… Só sei que é bom, muito bom!

mulher_da_chuvaFICO DE ALMA LAVADA!

Então fiquei pensando se ajudaria o próximo (no caso, vocês), se compartilhasse minhas 10 super dicas de arrumação de armários para se sentir de alma lavada. São DEZ dicas. Ao menos duas, elas vão aproveitar, ponderei. Vamos lá?!

dfa-funds-numberone1-300x300Nunca tiro tudo de dentro do armário de uma vez só. Isso causa crise de ansiedade e mais: lá pelo meio da faxina a gente começa a ficar cansada, a fazer as coisas mal e porcamente e coloca tudo a perder. O ideal é separar por itens. Na última arrumação, por exemplo, me dediquei à gaveta de biquínis, lingeries e a parte de camisetas. Fiz uma coisa de cada vez e fui sentindo a produtividade. Se tivesse atirado tudo no meio do closet, teria saído correndo do quarto sem terminar o que havia começado. Se dividimos as arrumação em temas, podemos continuá-la por várias dias e tudo estará sempre em ordem.

dois-dedos-acima-16285003Costumo experimentar tudo de novo e ver se realmente vou usar ou me desfazer. Há peças que estão inteirinhas após anos de uso. Dá pena de dar adeus. O problema é que não combinam mais com o momento em que vivo, são peças que tinham minha cara quando eu tinha 20/30 anos e agora a realidade é outra. Então, elas vão para a sacola da doação. Com dó e alguma piedade.

tresErrei ao mandar fazer meu sapateiro, pois deveria tê-lo feito com mais profundidade. Certa feita, minha xará, Gloria Kalil (não sou filha dela, tá? Muita gente me pergunta!), me deu uma dica preciosa sobre arrumação de sapatos: guardar um pé na frente do outro. Daí poupa-se mais espaço no sapateiro. Sim, eu ouvi a dica, registrei a dica, mandei fazer meu sapateiro sem aproveitar a dica e agora estou dando a dica. Sim, sou uma imbecil

numero-4-letras-e-numeros-numeros-pintado-por-giovannaol-1021494Abandonei por completo a ideia de pendurar mais de uma peça em um cabide. Investir em cabide é investir em organização e em visibilidade. Pode ter certeza que aquela camiseta por baixo da outra será para sempre esquecida. Na pressa do dia a dia, a gente só enxerga o que está diante dos olhos.

cinco-300x300Separo tudo por cores e coloco os cabides todos virados para a mesma direção e com os ganchos voltados para dentro. Então, meu armário começa com tudo o que é branco, depois amarelo, depois verde, depois azul, depois vermelho, depois nude… E assim vai indo até o preto. São peças de tecidos variados, apenas unidas pela cor. Por exemplo: tenho camisetas de malha podrinha com camisas de seda, com blusas de viscose… Todas juntas, da mesma cor. Porque eu funciono por cor, sabe assim? Se acordo a fim de usar amarelo, vou na parte do amarelo e vejo as possibilidades que se apresentam. Não acordo com vontade, por exemplo, de usar camisa de seda. Acordo com vontade de usar preto, ou branco. Cor e não material, entende? Com as estampadas, funciono do mesmo jeito. Vejo qual é a cor predominante da estampa e coloco perto das peças deste tom. Já, se o seu caso for o contrário, dá pra pensar em separar por materiais e não cores. Camisas de seda de um lado, camisetas de outro, camisas jeans de outro…. À vontade. Eu deixo!

enhanced-buzz-2655-1393428911-8E olha que ideia muito bacana para evitar que vestidos e blusas de tecido mais fluido despenquem dos cabides (coisa que me tira do sério): prender borrachinhas coloridas nas extremidades!

seisNão sou adepta de baixar roupas de inverno e subir roupas de verão e vice-versa a cada mudança de estação. Prefiro ter tudo à vista e por isso mesmo costumo manter apenas o que cabe à vista no guarda-roupa. Já faz algum tempo que as estações não são assim tão bem definidas e não iniciam pontualmente em suas datas oficiais. No inverno, posso precisar de uma blusa fresquinha; no verão, posso querer um casaquinho. É por isso que sou adepta do menos é mais: tudo à vista. O que tenho está ao alcance dos olhos e ponto

seteMeu ideal de vida é conseguir padronizar meus cabides. Ainda não consegui. Mas indico. Tudo parece muito mais bonito e em ordem com cabides de uma mesma cor. Algo que abominei de vez é manter aqueles cabides de lavanderia, sabe? Antes, trazia a roupa da lavanderia e deixava naquele cabide desmilinguido. Mas foi me dando uma sensação de desleixo. 

oitoPenduro todas as peças que costumam ser passadas, como camisas, calças, vestidos e saias. Pra conservar as camisas passadas, aprendi a dica de abotoar o primeiro botão. Quanto aos casacos, mantenho sempre fechados para evitar que caiam do cabide e ocupem ainda mais espaço

numerais-parede-noveConfesso que ainda preciso desenvolver uma técnica para a arrumação das botas. Botas, sim, são calçados só usados em dias de frio. Então, na maior parte do ano, as coitadas ficam lá, a Deus dará. No meu caso, ainda ganhando pó, já que meu sapateiro é aberto. Dia desses, vi uma ideia que achei genial para tirar as botas do chão e não ficar juntando sujeira.

Olha!

enhanced-buzz-5360-1393343108-16NÃO É GENIAL?

enhanced-buzz-26639-1393284328-9Outra ideia que me agradou bastante foi aderir a uma escada para pendurar sapatinhos de salto e scarpins. Me pouparia um baita espaço no sapateiro e acho uma lindinha maneira de decorar, vai dizer?

dezTenho certeza que não uso mais meus lenços, mantas e echarpes porque esqueço absolutamente que eles existem, uma vez que vivem esquecidos no fundo de uma gavetona. Preciso urgentemente torná-los mais visíveis e aprender a me colorir mais com eles. Pesquisei algumas ideias de como admirá-los no closet e achei ótimas dicas.

Olha!

enhanced-21933-1393437637-5Uma ideia quase óbvia, mas interessante. Neste caso, eles teriam que ficar dentro do armário ou poderia pendurar o cabide em alguns dos muitos ganchos que tenho pregados nas extremidades do closet. Ainda prefiro do lado de fora.

enhanced-22068-1393437741-8Essa ideia eu achei um primor de delicadeza: pendurar uma corda, como se fosse essas cordas de estender roupas, e pendurar os lenços e echarpes com prendedores de roupa de madeira. Ok, talvez não seja um primor de praticidade encontrar um espaço assim dentro do closet. Mas vale a pena fazer uma investigação e tentar achar.

Curtiram? Eu sabia que sim!

beijo-ombro-gifSOU GÊNIA

bento1125ALGUÉM SUSPENDE A FLUOXETINA DELA, POR FAVOR

Compartilhar
mariana kalil

mariana kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

4 Comentários
  1. Adorei !!!
    Sou adepta de praticamente todas.
    A 1 é fundamental !!!
    Quanto aos cabides : gosto de padronizar( faz parte do meu ser ) . Descobri a pouco de veludo Maravilhosos !!! São fininhos, ocupam pouco espaço e as roupas não escorregam .

  2. Muito doida, Mariana! Morto de rir como escreve as dicas. Adoro o cachorrinho também. As dicas são viáveis e tornam tudo mais fácil no dia a dia.Utilizo a cronologia das cores, porque é bem mais fácil na hora de identificar as peças. A dica das botas e dos lenços nota 10! Concordo com não aproveitar os cabides desmelinguidos da lavanderia. É ter o mesmo cabide dá uma sensação Boa de estar tudo sob controle. Organizar é muito Bom!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Parrilla uruguaya! 👌🏻#puntadeleste
  • Melhor definição de “tomando todas”, vai dizer? 🤣🥂 #spritz #fasanopuntadeleste #fimdetarde
  • Rabas! #squidrings ♥️ #puntadeleste
  • Punta del Este, aí vamos nós! #ontheroad #uruguay #puntadeleste #partiu ♥️🙏🏻🐶🌞🥐🍾🍤🍺
  • Meu #tbthursday de hoje vai para o tempo em que achava divertido passar as madrugadas de #carnaval correndo atrás das celebridades nos camarotes da #marquêsdasapucaí. Ah, a #juventude 🤣 #istoegente #vidadereporter #riodejaneiro #carnaval2006 #tbt
  • Porque depois de trabalhar 12 horas ininterruptas numa #segundafeira de #janeiro em #portoalegre achei mais do que merecido 🍻🙌🏻 #umbrinde #saúde #sóosfortessobrevivem