A maldição da música chiclete

Estou há cerca de uma semana com uma música chiclete no ouvido. Sabe o que é dormir e acordar com um maldito refrão ecoando no cérebro? Se ainda fosse algo que prestasse, mas não. Nunca é. Comigo, isso jamais acontece. Nunca tive o privilégio de alguma melodia de fundamento retumbar na minha mente. São sempre letras da pior espécie.

woman-feel-irritatedEU TÔ SAUDANDO A MANDIOCA…

Há um termo específico criado para esse fenômeno irritante, que faz com que fiquemos repetindo mentalmente músicas.Chama-se earworm e foi criado pelo professor James Kellaris, da Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos. Por aqui, recebeu três traduções comumente usadas: minhoca de ouvido, verme de ouvido e larva de ouvido.

WOMAN-ANNOYED-facebookEU TÔ SAUDANDO A MANDIOCA…

O professor Kellaris diz que qualquer canção pode entrar em looping no nosso cérebro. “Porém, músicas simples e repetitivas têm mais probabilidade de grudar”, avisa ele. São aquelas músicas formadas por refrões, frases marcantes ou oscilações na voz. Pesquisadores da Universidade Dartmouth, nos EUA, afirmam que, estranhamente, mulheres são mais suscetíveis ao fenômeno da larva no ouvido.

mulher-arrancando-os-cabelosEU TÔ SAUDANDO A MANDIOCA…

Estudos apresentados na Conferência Internacional sobre Percepção Musical e Cognição mostraram que mais de 90% de nós “pega” uma canção pegajosa pelo menos uma vez por semana. Calcula-se também que aproximadamente 98% das pessoas passam por essa experiência em algum momento da vida.

olivia10ELA ESTÁ ENLOUQUECENDO

bento1CHEGA A DAR ATÉ PENA

crazy-woman-vesga1EU TÔ SAUDANDO A MANDIOCA…

Cientistas identificaram dois estopins principais que costumam desencadear a repetição de uma música chiclete na cabeça. O primeiro deles é o excesso de exposição. Inclui o quão recentemente escutamos determinada música e quantas vezes ela foi repetida. Outra possível causa das músicas chiclete é associação. Por exemplo, ao fazer as tarefas domésticas, “Ensaboa”, de Marisa Monte, pode começar a tocar dentro da cabeça.

cryingANTES FOSSE…

bento1ELA DIZ QUE A CULPA É DA DILMA

crazy-woman2A RAINHA DA MANDIOCA

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Né?! 👌🏻 #nãosejaumadelas
  • O melhor pai que esses peludinhos poderiam ter 🐶♥️🐶
  • Feliz Dia dos Pais ♥️ Faltou tu @luciakalil
  • #blackisbeautiful 🖤 #porai #bandmulher #transformaçãododia #twentyfoursevenpoa
  • Quem sabe ainda sou esta garotinha. Porto Alegre, 1979 #tbt
  • Muito prazer, Half-Tuck! Sou o estilo do momento de usar camisas e a Mari já sabia disso há 20 anos. É antenada essa guria, vai dizer?👌🏻🤣 Detalhes no blog e no Stories! #amigamari #camisa #halftuck #tendencia2018