COLUNA DA MARI: Nada dura para sempre ou… Vamos simbora cair e levantar!

mk_005

Compartilhar
mariana

mariana

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é sócia-diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

16 Comentários
  1. Oi,Mariana!
    Teu texto,como sempre,excelente!Abordagem simples,objetiva e direta!
    Como profissional da saúde te aplaudo,de pé!
    Afetuosamente,
    Clair.

  2. Entrando pela primeira vez e já estou gostando.Peguei a Dona para ler e desisti Mariana e seu simpático cão não estão lá comentários e temas inteligentes com humor agora achei sucesso e um grande abraço.

  3. Síndrome do pânico. So quem tem entende quem tem. Se ja era tua fã agora então….cai,levantei,hoje livre de remedios e terapia. Eu consegui. Talvez os 5% restantes eu ainda não cutuque com vara curta. Ok, o importante é encarar de frente. Sou mega solidarira com quem tem. Aprendi a nao julgar pois mt fui julgada. Tenho a sorte de ter filhos fantasticos e parceiros na luta. Um marido que virou expert no assunto de tantu estudar para poder me ajudar. Hoje me sinti feliz e livre. Se nada dura para sempre….o pânico também não vai durar. Obrigada pela coluna de hoje Mari. Bjo. Malu

  4. Mari, super me identifiquei com teu texto. Mas meu caso é um tiquinho diferente, pois tenho bipolaridade, que provoca esses altos e baixos com maior frequência. Mesmo estando medicada, na terapia e buscando formas alternativas para controlar, como a meditação, por exemplo. E, olha, conto nos dedos de uma não quem dos meus amigos sabem dessa minha doença. O preconceito é gigante. Até meu marido, que convive comigo diariamente, duvida em algumas situações sobre o quanto a doença me impede de fazer determinadas coisas. Além do sofrimento que a própria doença causa (que no caso da bipolaridade não tem cura), ainda somos obrigadas a conviver com o olhar desconfiado dos outros. Enfim, luta diária para seguir em frente sempre. Gratidão por compartilhar sua história!
    Beijos

  5. MInha amada amiga, a depressão, a ansiedade, os ataques de pânico tem atingido muito mais pessoas do que imaginamos. E mesmo assim o preconceito e o desdém ainda imperam. Lamentável isso!
    Como é bom ver pessoas como tu, formadora de opinião, expressar que também passaste por isso. Tenho certeza que irás ajudar muitas pessoas com esse teu maravilhoso desabafo.
    O guria querida, a cada dia gosto mais de ti ^_^

  6. Que crônica ….juro me emocionei ……sei e convivi com uma pessoa no momento mais crucial da crise de pânico , com mistura de bipolaridade ……acompanhei e me fortaleci ….ela saiu do redemoinho em que entrou e eu aprendi muito !
    Adoro tuas crônicas ! És o máximo !

  7. Adorei o post!!! Aconteceu exatamente a mesma coisa comigo!! Tentei também com antidepressivos, mas o que fez a minha vida mudar foram os exercícios físicos e a Fé em Deus!!! Beijos adoro a tua coluna!!!

  8. Sei muito bem o que é sofrer de depressão…… realmente é um sobe e desce a ladeira….
    Achei muito interesante esse teu depoimento…..,é muito bom poder dividir de alguma maneira o que tanta gente sofre e tem preconceito de expor…de verbalizar.
    Obrigada por mais uma columna que me identifica tanto!!!!

  9. Parabéns Mari, por mais uma coluna sempre muito bem escrita.
    Tu disseste tudo: “se nada dura para sempre,a dor também não vai durar”. Que bom que tu melhoraste e compartilhando tua experiência nesta coluna,com certeza fará as pessoas refletirem sobre o que sentem e/ou o que estão passando.
    Pedir ajuda, se ajudar e não se martirizar, porque,afinal, ninguém é feliz o tempo inteiro e isso, é “ok” também.

  10. Oi, Mariana. Sempre lia sua coluna nos domingos de manhã quando recebia zero hora dominical. Passava todas as pagina devagar só para chegar na sua coluna e me deliciar com o texto. Quando a zero hora de domingo começou a chegar junto com a de sábado, não lia sua coluna. Deixava ela separada para o ritual dê domingo. Agora descubro quê vc e o bento não estarão mais na coluna da revista Donna. Que pesquisa foi essa. Ninguém me perguntou. Partindo hoje meu protesto . Não lerei a revista Donna. Só os tópicos e as figuras ou fotos (heheh).
    Sucesso . Abraços .

    1. Bem-vindo ao site, Luciano. Obrigada pela leitura e companhia durante esses anos. Te convido agora a assinar a nossa newsletter para receber todo sábado uma coluna inédita no teu email. Essa pesquisa? Mentira da RBS. Nunca existiu. Mas o que importa é que continuamos juntos no universo digital. Um grande abraço. Mariana

  11. Sempre um privilégio ler tuas crônicas.
    Com certeza, depressão, ansiedade precisam de apoio e tratamento. Ainda bem q estamos avançando em relação ao preconceito (q ainda existe ).
    E como já dizia alguém : nada é para sempre. Nem a felicidade nem a dor.
    Então vivamos um dia de cada vez.

  12. Ótima coluna! De verdade, existem muitos preconceitos com as doenças mentais, quanto mais se falar, discutir, compartilhar, mais pessoas podem ser ajudadas! E falar de ti foi muito corajoso! Em frente, então!

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • UMA TARDE PARA SEMPRE ♥️🐶 Repost from @mairafranz @TopRankRepost #TopRankRepost Foi cheio de amor 💜 gente querida e histórias inspiradoras! Um beijo bem carinhoso pra todo mundo que fez essa tarde ser pra lá de especial. Obrigada 🙌🏼🙏🏼#matilhafranzfabbrin #bento #papaqui #pets #lovepets #lovepetspoa #viralatas
  • Vó Arleta ♥️ #renato70 #diadefesta
  • Partiu aniversário do baba! #renato70 #diadefesta
  • DEFINA UMA TARDE FELIZ ♥️Repost from @carinaborgesnutrifisio @TopRankRepost #TopRankRepost Estava incrível, falar sobre saúde com este time foi demais!#mundoverdetalkspoa #mundoverdetalks #gratidão #nutricarinaborges #carinaborgescentrodermatofuncionalenutricao @paloremo @lucaspretto @carinaborgesnutrifisio
  • Repost from @mairafranz @TopRankRepost #TopRankRepost Finde cheio de #energia boa! Hoje tem gente querida e que arrasa quando o assunto é viver SEM NÓIA! 😱🙌🏼👏🏼👏🏼👏🏼 A @paloremo é um CASE daqueles, de pura #força #foco e astral , a @carinaborgesnutrifisio entende cada surto e ajuda - nada ser isolada do mundo, já o o @lucaspretto manda ver quando o assunto é treinar! E MK é MK uhu sócia ativar! Tudo isso com bebidinhas porque né é sábado e SER SAUDÁVEL é isso! Dá- le MUNDO VERDE! #mundoverde #mundoverdetalks #mundoverdetalkspoa #espaçovoz #feliz
  • Entradinha de atum com gema de ovo de codorna, ovas e molho shoyo. Recomendo! #melhorjaponesdomundo