Fui à feira de moda do Cine Coral

Semana passada, comentei entusiasmada neste post a respeito da feira de moda que seria inaugurada ali no extinto Cine Coral. Recebi muitos, muuuitos comentários – de gente que gostou da feira e de pessoas que, contagiadas com minha euforia, foram até lá conferir e se decepcionaram. Como eu havia dito, fui lá ver de perto a promessa de maravilhas a preços módicos.

Eu me entusiasmo com novidades bacanas e costumo dividi-las quando posso. Mas também gosto de ver in loco se o que estão me “vendendo” vale ou não a pena. E seria hipócrita se dissesse que a feira oferece o que promete: peças bacanas e grifes bacanas. Não vi nada disso.

Sim, eu também fiquei decepcionada. Mas, uma vez lá, tratei de tentar fazer do limão uma caipira. E anotei algumas coisinhas interessantes. Por exemplo: para mulheres que gostam de sapato, a feira tem várias opções bacanas. Gostei, particularmente, do estande da Zanini Barcelos e de um modelo em veludo, com salto plataforma e uma fitinha delicada de amarrar em cima do pé. Também achei as sapatilhas animal print um bom investimento.

Em outro estande (pensei que tinha anotado o nome, mas me enganei), achei bem bonitas as carteiras em palha, muito usáveis no verão. Esse estande é o mesmo que vende tiaras com couro e plumas – alguns modelos são bem bonitinhos.

Enfim, é isso. Desculpem se não consegui conter minha emoção ao ser informada que a feira seria uma maravilha e acabei contagiando vocês com um programa que está muito, muito longe de ser imperdível. Fica aqui meu mea culpa.

Compartilhar
mariana kalil

mariana kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

Sem comentários ainda.
  1. Mariana, tudo bem? Vc. se equivocou ao só dar destaque às grifes internacionais, pois a feira trabalha – eu estive lá domingo – tb e principalmente com excelentes marcas nacionais, inclusive do Vale do Sinos. Há multimarcas e marcas próprias. Considero que jornalista não deveria se “empolgar” mas, ao receber um release, correr para o local e conferir in loco, o que não aconteceu neste caso. Você agora quer remediar o seu erro sendo crítica ao extremo. Desculpe, mas nem tanto ao céu nem tanto à terra. Eu encontrei produtos ótimos a preços reduzidos, sim, mas sabia exatamente o que queria adquirir.

  2. Mariana, tudo bem? Vc. se equivocou ao só dar destaque às grifes internacionais, pois a feira trabalha – eu estive lá domingo – tb e principalmente com excelentes marcas nacionais, inclusive do Vale do Sinos. Há multimarcas e marcas próprias. Considero que jornalista não deveria se “empolgar” mas, ao receber um release, correr para o local e conferir in loco, o que não aconteceu neste caso. Você agora quer remediar o seu erro sendo crítica ao extremo. Desculpe, mas nem tanto ao céu nem tanto à terra. Eu encontrei produtos ótimos a preços reduzidos, sim, mas sabia exatamente o que queria adquirir.

  3. Cara Nina. Não cometi erro algum. Apenas informei o que me foi apresentado. Que era a primeira vez que Porto Alegre receberia grandes grifes internacionais. Compartilhei a informação com os leitores, como fazem os jornalistas. E, como jornalista que sou, fui lá conferir para fazer a cobertura, como também se faz no jornalismo. Dei minha opinião: me decepcionei. Se minha opinião não é do seu agrado, aí a discussão já é outra. Att. Mariana

  4. Cara Nina. Não cometi erro algum. Apenas informei o que me foi apresentado. Que era a primeira vez que Porto Alegre receberia grandes grifes internacionais. Compartilhei a informação com os leitores, como fazem os jornalistas. E, como jornalista que sou, fui lá conferir para fazer a cobertura, como também se faz no jornalismo. Dei minha opinião: me decepcionei. Se minha opinião não é do seu agrado, aí a discussão já é outra. Att. Mariana

  5. Mariana, acho que você está fazendo uma crítica muito direcionada, não acho que combina com o seu perfil. Fui à feira e confesso que o que me chamou à atenção foram duas lojas, que não esperava encontrar: Artesanías e Carmen Moreira. O acabamento da Carmen Moreira é lindo. Particularmente, adoro fiação manual e peças com tricot, vale a pena conferir.
    A Artesanías oferece produtos artesanais, como porta-treco, ‘bandeja’ com almofada para notebook… Resumindo, de tudo um pouco.
    Não podemos ser ríspidas, é a primeira edição da Poa Fashion Offer.
    Atenciosamente, Aletha.

  6. Mariana, acho que você está fazendo uma crítica muito direcionada, não acho que combina com o seu perfil. Fui à feira e confesso que o que me chamou à atenção foram duas lojas, que não esperava encontrar: Artesanías e Carmen Moreira. O acabamento da Carmen Moreira é lindo. Particularmente, adoro fiação manual e peças com tricot, vale a pena conferir.
    A Artesanías oferece produtos artesanais, como porta-treco, ‘bandeja’ com almofada para notebook… Resumindo, de tudo um pouco.
    Não podemos ser ríspidas, é a primeira edição da Poa Fashion Offer.
    Atenciosamente, Aletha.

  7. Oi Mariana. Estive visitando a feira nessa semana. Tem muitas coisas bacanas, como a Celibatto (marca que tu citou e havia esquecido o nome, rsrsrrsrs) além disso, a Impeccabile tem calçados femininos lindos e super baratos. Outras duas marcas que me deixaram besta (mas sem produtos pra mim) foram a Artesanías e a Carmen Moreira. Os caras realmente investem no trabalho manual e fica lindo! Vale a pena, mas como todos os eventos que frequentamos, sempre há um ou outro ponto negativo. É natural. Abração, Doug.

  8. Oi Mariana. Estive visitando a feira nessa semana. Tem muitas coisas bacanas, como a Celibatto (marca que tu citou e havia esquecido o nome, rsrsrrsrs) além disso, a Impeccabile tem calçados femininos lindos e super baratos. Outras duas marcas que me deixaram besta (mas sem produtos pra mim) foram a Artesanías e a Carmen Moreira. Os caras realmente investem no trabalho manual e fica lindo! Vale a pena, mas como todos os eventos que frequentamos, sempre há um ou outro ponto negativo. É natural. Abração, Doug.

  9. A FEIRA É SHOW, PREÇOS IMBATÍVEIS, NOVIDADES, MARCAS CONSAGRADAS, ATENDIMENTO DE PRIMEIRO MUNDO.
    PAREM DE RECLAMAR POR BOBAGEM E COMPREM COMPREM MUITOOOOOO.
    BJS

  10. A FEIRA É SHOW, PREÇOS IMBATÍVEIS, NOVIDADES, MARCAS CONSAGRADAS, ATENDIMENTO DE PRIMEIRO MUNDO.
    PAREM DE RECLAMAR POR BOBAGEM E COMPREM COMPREM MUITOOOOOO.
    BJS

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Parrilla uruguaya! 👌🏻#puntadeleste
  • Melhor definição de “tomando todas”, vai dizer? 🤣🥂 #spritz #fasanopuntadeleste #fimdetarde
  • Rabas! #squidrings ♥️ #puntadeleste
  • Punta del Este, aí vamos nós! #ontheroad #uruguay #puntadeleste #partiu ♥️🙏🏻🐶🌞🥐🍾🍤🍺
  • Meu #tbthursday de hoje vai para o tempo em que achava divertido passar as madrugadas de #carnaval correndo atrás das celebridades nos camarotes da #marquêsdasapucaí. Ah, a #juventude 🤣 #istoegente #vidadereporter #riodejaneiro #carnaval2006 #tbt
  • Porque depois de trabalhar 12 horas ininterruptas numa #segundafeira de #janeiro em #portoalegre achei mais do que merecido 🍻🙌🏻 #umbrinde #saúde #sóosfortessobrevivem