Mari Kalil: “Não sou mais a mesma depois dos 40”

Hoje coloquei em prática mais uma das minhas resoluções para 2015: (re)iniciei as aulas de ioga. Foi ótimo. Ótimo, não. Foi incrível. Foi uma bênção na minha vida. Foi a melhor e maior resolução que eu poderia ter tomado em meu benefício nos últimos tempos.

Sofri! Nossa, como sofri neste recomeço. Senti como se meu corpo estivesse desatando muitos nós. Terei um trabalho árduo e danado para me tornar a iogue que fui um dia, mas vou chegar lá. No final da aula, conversava com a professora sobre as mudanças que os anos promovem no nosso corpo e no nosso metabolismo. Cada vez que toco neste assunto na minha casa, minha mãe manda eu calar a boca e diz que eu não sei o que é fazer 60. Não sei mesmo. Um dia, oxalá, venha a saber. Mas sei o que é fazer 40. E sei que 40 é um marco.

mulher-doidissima1PARECE QUE TUDO CAI

Cai a visão, cai a velocidade do metabolismo, cai a facilidade de emagrecer, cai a capacidade de beber uns bons drinques numa noite e trabalhar como se nada tivesse acontecido na manhã seguinte. Tudo cai. Não estou reclamando, que fique claro. É apenas uma constatação. E encontrei na professora uma boa ouvinte.

bento1CONTA O QUE ELA DISSE

mulher-doidissima1QUE EU NÃO SEI O QUE É FAZER 50

Sério agora: ela ficou me contando de coisas que mudaram quando ela completou não 50, mas 52. E eu respondi “bingo”! Também senti mudanças não com 40, mas com 41. Achei que a coisa já tinha chegado ao seu limite. Mas então, ontem, cheguei aqui na redação e havia um cartãozinho na minha mesa. Peguei para ler, como sempre faço. Foi quando aproximei dos olhos e tudo embaralhou.

MULHER PANICO QUE É ISSO?

Atirei aquele cartão longe e fiquei olhando meio de lado para ele. Peguei de novo e aproximei dos olhos. Tudo embaralhado de novo. Foi quando eu percebi que, aos 42, minha visão também estava pior. Eu não enxergava mais de perto. Me tornei, do dia para a noite, uma daquelas pessoas que vai ao restaurante e tem que afastar o cardápio para escolher o prato, sabe assim?

bento1QUE MICO

Se antes eu fechava a boca, no outro dia acordava mais magra. Hoje, posso fechar a boca durante uma semana. Nada acontece. Se eu não me matar estrebuchada em cima daquela maldita esteira, não perco um grama. É lei: o metabolismo torna-se mais lento depois dos 45 anos porque, a partir dessa faixa etária, há redução da massa muscular, responsável também pela queima calórica. Unindo o sedentarismo à menopausa, tem-se o risco de ganhar cerca de meio quilo por ano.

mulher-rezando-sepiaMEIO QUILO POR ANO

A verdade é que, depois dos 40, o organismo entra em outro ritmo, motivado pelas mudanças hormonais. Não é mais apenas a dificuldade de engravidar ou de emagrecer que vem junto com a idade. Mas toda uma série de dificuldades de um conjunto de funções biológicas que é nosso corpo. Alterações na tonicidade muscular, na densidade óssea e no metabolismo acontecem. E não dá pra se entregar.

httpwpclicrbscombrporaifiles201210mulherbrava1pngJAMAIS!

Fui estudar mais a fundo para entender porque sinto não ser mais a mesma depois dos 40 e descobri várias razões cientificamente comprovadas. Não é apenas uma impressão esta minha mudança. É fato. Nesta idade, costuma ocorrer a sarcopenia – nome que se dá à redução da tonicidade muscular. Ocorre principalmente a partir dos 45 anos, quando estima-se perder cerca de 200 gramas de músculo por ano. Ou seja: só piora.

enxaqueca21SÓ PIORA

A gordura abdominal é outro fator… Abominável! Sim, eu sou uma pessoa com mais gordura abdominal – e ela apareceu do dia para a noite. Após os 40, o corpo feminino fica mais propenso ao aparecimento desta, digamos assim… Protuberância. E isso nem sempre é desleixo ou gula, sabe assim? E sou um exemplo vivo disso: me alimento como sempre me alimentei e não tenho mais o mesmo corpo.

mulher-blusa-vermelha-nao-quero-ver2… E TUDO VAI PIORAR

Próximo ao período da menopausa, os níveis de cortisol e insulina são reduzidos, o que incentiva o acúmulo de gordura justamente no abdome. Outra mudança impressionante que tenho sentido é na capacidade aeróbica. Ok, nunca fui muito de fazer exercício aeróbico, mas já sofri beeem menos. De novo é uma questão da idade: a capacidade aeróbica começa a ficar menos vigorosa ainda na juventude em torno dos 25 anos. A partir daí, o sistema cardiovascular sofrerá quedas de aproximadamente 10% a cada década.

mulher chorandoDEZ POR CENTO A CADA DÉCADA

Diminuição da densidade óssea é outro problema que chega com a idade. Pode começar a ocorrer após os 35 anos, principalmente se houver sedentarismo e alimentação pobre em cálcio (daí a gritaria da minha médica para que eu coma queijo e iogurte). Pesquisas indicam que até os 70 anos, há possibilidades de a massa óssea ser diminuída em 30%.

: A arte de envelhecer

Lembro sempre da musa Jane Fonda que deu como exemplo de uma beleza eterna a disciplina de exercitar-se com regularidade + descansar profundamente à noite. Esses fatores, ela contou, melhoram a aparência, retardam os sinais de envelhecimento e sintomas de cansaço e ajudam a evitar a queda imunológica e o aparecimento de doenças.

professoraEXERCÍCIO + BOA NOITE DE SONO = LONGEVIDADE

Acho esse ensinamento sobre o poder de uma boa noite de sono incrível: durante o sono profundo, o organismo lança mão de uma série de processos bioquímicos, como a produção intensa de proteína, que restaura o corpo e a mente, revigora os órgãos, beneficia a pele, potencializa a disposição e equilibra os hormônios. Traduzindo: à noite, durante o sono, o corpo “aproveita” tudo aquilo de bom que lutamos para dar a ele ao longo do dia.

:Nova esperança para o reumatismo

Outro fator interessante é a produção do hormônio GH, conhecido como sendo o do crescimento, que acontece durante o sono. Nos adultos, a função dele é estimular a disposição física, fortalecer ossos e cabelos e contribuir para a manutenção da massa muscular. Se você dorme bem, produz taxas satisfatórias de GH e favorece o estado geral do corpo, suavizando os sinais de envelhecimento.

bela2QUERO SER VOCÊ AMANHÃ

Agora, a parte na qual estou investindo muito: ganho de massa muscular. Tenho feito ioga e treinamento funcional. Tudo porque é possível, sim, aumentar o metabolismo de 20% a 40% com atividade física de moderada a intensa. Ainda me falta encontrar mais tempo para a esteira, mas é aquela coisa: o que a gente não gosta sempre fica para depois…

mulher com raivaMALDITA ESTEIRA

Meio quilo de músculo faz o corpo gastar três vezes mais calorias – e, ao trabalhar a musculatura, o corpo volta a ficar definido, o metabolismo é acelerado, o gasto calórico estimulado e até mesmo a densidade óssea é intensificada. Assim, pode-se reverter o quadro “anunciado” pelo passar dos anos.

A conclusão que tiro de tudo isso?

03-por-ai-mulher-gritando5HÁ LUZ NO FIM DO TÚNEL

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

1 Comentário
  1. Me identifico em tudo….
    Antigamente fechava a boca e malhava afinava rapidinho… depois dos 40 fechoa boca, malho pra caramba e NADA!!! Também não é ssimmm… antes perdia fácil 1 kg por semana com dieta e exercício. Hoje, com 41, como muuuito menos, malho mais e preciso de 3 semanas para reduzir 1,5 kg.
    Ainda não senti diferença na visão, mas deve ser porque sempre usei óculos para miopia e astgmatismo, então está compensando, rsrsrs…
    A diderença maior eu senti em relação a filhos. Quando tive o meu primeiro filho, tinha 26 anos, engordei 21 kg (absurdo), mas perdi 23 kg rapidinho. Já na segunda gravidez, aos 37 anos, engordei 14 kg e demorei praticamente 1 ano e meio para reduzir, acho até que armazeno alguns deles até hoje, rsrs. Bendito metabolismo… Abraço.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • As redes sociais hoje: DR até com a balança 🤣🤣🤣
  • O trio trabalhador deste feriado em que contamos para a @reginalimaoficial no Band Mulher nossas aventuras pelo Uruguai 🇺🇾♥️🐶 #porai #bandrs #bandemmovimento #turismoquatropatas #uruguay #uruguaynatural
  • Meu #tbt lembra minha primeira carteira de jornalista. Em uma época em que o jornalismo era imparcial, ouvia os dois lados e reportava a realidade dos fatos. Esta escola se perdeu, mas eu acredito que ela pode seguir viva entre aqueles que, como eu, fizeram o juramento pela verdade. Março de 1993
  • Três anos de adoção. Feliz Aniversário, minha Gorducha querida. Obrigada por este amor e este olhar ♥️🐶♥️ #18desetembro #adotaretudodebom
  • Né?! 🍫
  • Chipirones a la plancha ♥️ #puntadeleste #uruguay