Partiu comer churros uruguaios com seis deliciosos recheios!

Minha semana está sendo de uma alimentação digamos assim… pesadinha. Tenho pulado um bocado a cerca, dentro daquelas “eu mereço, estou trabalhando e estudando, estou me esforçando, ando cansada, eu mereço”. Essas são as típicas compensações perigosas. Comida não tem nada a ver com merecimento de trabalho ou estudo. Mas a gente finge que tem – e come. E tem coisa melhor?

business-people-group-shoutingNÃÃÃÃÃOOOO

Com este pensamento “eu mereço” – que se apossou da minha mente esta semana -, ando com a ideia fixa nos churros do El Churrero, já ouviu falar? Acredito que sim. Trata-se do típico churros uruguaio (aquele que devoro e me lambuzo em Punta, o churros do Manolo), só que aqui, pertinho de nós, porto-alegrenses.

Olha!

churros 963854846_2834843949193797342_nCROC, CROC, CROC, CORC, CROC!!

Está localizado no número 26 da rua Bento Figueiredo, ali no charmoso Bom Fim, e fica aberto no fim de semana. Salve! Bem-vindos lugarzinhos que ficam abertos nos finais de semana em Porto Alegre. De terças a sábados das 13h às 20h; domingos das 14h às 18h. Segunda não abre, mas quem se importa? Quem gosta de segunda-feira? Churros me remete ao veraneio de infância vivido na praia do Cassino ao lado dos primos, primas e amigos. Cada vez que dou uma mordida em um churros, aquelas lembranças, tão boas lembranças, me vêm à cabeça. Churros tapados de doce de leite. Ainda não havia a gourmetização do churros, entende? Era puro ou com doce de leite.

O El Churrero funciona em um micro espaço de 30 metros quadrados e seu idealizador, Lucas Menegassi, trouxe a receita dos hermanos. Oferece seis sabores de recheios de churros. Mas não tem nada de afetação, nada de raio da gourmetização. É simples mesmo. E uma delícia! Lucas trabalha ali, com a cozinha aberta, e vive entrando e saindo gente de todas as idades. Estou devendo uma ida ao El Churrero com minha sobrinha e meu afilhado. Havia prometido para sábado passado porque esqueci que tinha aula. Prorroguei para este sábado e lembrei que também tenho aula. Estou com um sentimento de culpa que me sobrecarrega as costas.

bento1DAS TRATANTES

enxaqueca21BENTO FAZ COM QUE ME SINTA AINDA PIOR

Doce de leite, canela com açúcar, goiabada, Romeu e Julieta e creme de avelã são as opções doces. Parmesão é a alternativa salgada. Churros de parmesão, acredita? Quem provou diz que é uma delicia de outro mundo. Eu ainda não tive esse desprendimento.

Olha!

Lucas3CHURROS DE PARMESÃO!
As gurias da REDE SOCIAL me emprestaram essa foto e a outra ali de baixo. Quer dizer, eu não pedi, peguei direto, mas somos amigas e eu sei que elas me emprestariam, né, gurias?

lucas660OLHA O LUCAS AÍ!
Tudo bem, Lucas? Parabéns, viu? Baita e deliciosa ideia!

bento1EU POSSO IR NO EL CHURRERO?

Bento pode ir na tua casa de churros, Lucas?

lucas660PODE, BENTO!

bento1LUCAS É O CARA

Compartilhar
mariana kalil

mariana kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do portal MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. Dona do Bento, da Papaqui e tia da Olivia, vive em Porto Alegre ao lado do marido e dos peludos. Escreve diariamente na seção Por Aí, que funciona como uma espécie de blog e diário do site, e também nas outras seções do portal MK.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram has returned invalid data.