Quem sente mais dor?

A cena é recente e eu fui testemunha: três mulheres sentadas em um desses cafés da cidade comentavam sobre os “fiascos” dos respectivos maridos e namorados quando o assunto é dor.

homem-nadador-com-ascoUUUUIIII !!

O papo havia começado porque uma delas, visivelmente aborrecida com o tamanho  e a duração do chororô do parceiro, fez o desabafo para as demais:
– É um resfriado, gurias! Só um resfriado! E ele passa todo o tempo fungando, com cara de coitado, arrastando os pés pela casa, enrolado em cobertores e me pedindo para tirar a temperatura como se fosse um moribundo! Ah, tem pena, né?
– São todos iguais! – exclamou a segunda – Eles acham que vão morrer por causa de uma gripezinha de nada!! Haja paciência…
– Eu faço que não vejo para não me irritar ainda mais com a fiasqueira – comentou a terceira.

shouting-womanCONTA A HISTÓRIA DO TAXISTA, MARIANA!

É uma história simples, mas que ilustra bem a menor tolerância à dor dos homens em relação às mulheres. Um taxista dirigia com três passageiras no banco de trás, quando começou a sentir uma dor horrível. As mulheres tentaram acalmar o motorista, uma delas assumiu a direção do carro e foram todos direto para a emergência do hospital mais próximo. Feitos os exames iniciais, veio o diagnóstico: pedra nos rins.

doctor-cartoonO MÉDICO FOI CHAMADO

woman-yelling-istock-de20O QUE ELE DISSE, MARIANA?

O médico disse que se o motorista estava fazendo aquela fiasqueira por causa de pedra nos rins, é porque seguramente não faz a mais remota ideia do que significa uma dor de parto.

woman-shouting-in-mans-earAAAAHHH, NÃO FAZ!!!

A tolerância da mulher em relação à dor é muito maior do que a deles – e começa ainda na mais tenra infância. Desde pequena, ela é colocada à prova de sua resistência quando a mãe, ao tentar desembaraçar os cabelos da filha, impõe: “Pra ficar bonita tem que sofrer!”

crying2É PROIBIDO CHORAR !!

A bravura das meninas continua na adolescência, quando elas precisam submeter-se a sessões frequentes de depilação. A coragem invade a vida adulta com tratamentos a laser, micro-agulhamento no rosto, botox e todos esses procedimentos estéticos que, ao fim e ao cabo – sempre em nome da vaidade -, elas acabam tirando de letra.

Man suffering from depressionNÃO SEI COMO CONSEGUEM

O cirurgião vascular Rafael Vilela diz que não há nenhum estudo médico que comprove a resistência feminina à dor, mas os anos de centro cirúrgico por si só já bastam. “Não é preciso provar nada. As mulheres são melhores e pronto”, afirma. “Eu mesmo não sou nada resistente e jamais deixaria que fizessem em mim as operações que eu faço nas mulheres.

olivia10DIZ ALGUMA COISA BENTO

bento1NADA DISSO É VERDADE

O animal refere-se ao experimento do psicólogo Ed Keogh, da Universidade de Bath, no Reino Unido. A conclusão do especialista: diferentemente do que se pensava até então, o homem é mais resistente à dor. Só que…. “os homens são mais chorões”, diz o psicólogo

05-cryingman-290212-deANHÃÃÃÃÃÃ

Conclui a anestesiologista Fabíola Minson, da Sociedade Brasileira para Estudo da Dor,em uma de suas pesquisas: “As mulheres sentem dor por mais tempo, com mais frequëncia e maior intensidade, mas, por uma questão cultural, reclamam menos e sofrem caladas”.

4oliviaFALA ALGUMA COISA AGORA, BENTO

bento1NÃO ACREDITO EM INSTITUTOS DE PESQUISAS

Compartilhar
mariana kalil

mariana kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK. É autora dos livros "Peregrina de Araque - Uma Jornada de Fé e Ataque de Nervos no Oriente Médio" (2011), "Vida Peregrina - Uma Jornada de Desequilíbrios, Tropeços e Aprendizado" (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • Das preciosidades que encontrei na @loja_loveit ♥️ Tem post completo no site e Stories aqui no Insta deste primeiro #MariIndica com cafeterias da Capital! ☕️
  • Churrasco no Jangadeiros que começa no almoço e não termina na madrugada. #tbt dedicado a vocês @aleloureirodesouza @luciakalil @carloseduardosperotto @marlova_sperotto @alesperotto  @rodrigo_pilla e ao nosso amado Cabeco in memorian ♥️ Junho de 2010
  • Selfie! 🐶📸♥️ #bento #xerife #comendador #matusa
  • VAMOS?! ♥️ Repost @rsmoda_ O olhar atento da jornalista Mariana Kalil será destaque no RS Moda 2018. Mariana já trabalhou como repórter e editora nas redações das revistas Época, IstoÉ Gente e Donna, nos jornais Zero Hora, O Estado de São Paulo e Jornal do Brasil. Foi correspondente da Vogue no Rio de Janeiro e da BBC na Espanha. Muita experiência para compartilhar com você. Inscreva-se gratuitamente no link da bio.⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#RSModa #RSModa2018 #Sivergs #CentroDeEventosFiergs #Handmade #Moda #Fashion #RioGrandeDoSul #FeitoNoRS #MadeInRS #Business #FashionBusiness #ModaPlus #NegocioDeModa #Palestra #MarianaKalil #Jornalista #Conteudo
  • Quentinha #adorocapuz #coresdeoutono🍁🍂🍃
  • Sobre a lei do retorno 🙌🏻