Receitinha básica de pesto para comer com tudo que a gente desejar

Tenho vindo bastante à casa de mamãe agora que ela inspira cuidados – e eu também tenho mais tempo para conviver. No ano passado, dei de presente para ela no Dia das Mães uma muda de manjericão. Mãe me mostrou que plantou a mudinha na terra, num cantinho do pátio. Pedi pra ver – e qual não foi a surpresa. Estava enorme.

Olha!

IMG_5435QUE GRANDES, QUE LINDOS!

Sou alguém que não vivo sem manjericão e me emociono muito com manjericão. Sentir o cheirinho da folha dele mexe com todos os meus instintos e desencadeia uma sensação de bem-estar incomum. Não por acaso, amo pesto com todas as minhas forças. Gosto de pesto em tudo: em torradinhas, na massa, em cima do peito de frango, na salada em cima do tomate, misturado com arroz, com pão, até puro dou umas colheradas. Tenho um livro de salsas que trouxe da Espanha repleto de receitas de molhos e pastinhas para tapas – que vira e mexe consulto.

: Por menos caldos prontos e mais temperos naturais em nossas vidas

Foi dele que retirei uma receitinha simples de pesto para ser usado de todas essas formas que citei acima. Aproveitando as folhas de manjericão de mamãe, prepararei na noite desta linda sexta-feira para degustar na varanda, ao cair do dia, com uma cervejinha gelada no bico. Me acompanham?professoraVAMOS AOS INGREDIENTES

Ingredientes
1 xícara de azeite de oliva extra virgem.
2 xícaras de folhas de manjericão.
2 xícaras de queijo parmesão ralado.
2 dentes de alho amassados.
2 nozes picadas
Sal a gosto

professoraVAMOS AO MODO DE PREPARO

Modo de Preparo

Coloque no liquidificador o azeite, o alho amassado e as nozes e triture tudo.
Acrescente as folhas de manjericão e bata novamente.
Por fim, acrescente uma xícara de parmesão e bata. Depois, a segunda xícara e bata de novo.
Passe o dedo e experimente. Se achar que precisa de sal, coloque sal a gosto.
Guarde na geladeira e coma aos poucos. Se quiser fazer bastante, ele aguenta muito bem refrigerado. Inclusive, vai ficando cada dia melhor, assim como a ceia de Natal que a gente come no dia seguinte, sabe?

bento1SEI MUITO BEM

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Jornalista e escritora, Mariana Kalil é diretora de conteúdo do site MK e colunista do programa Band Mulher e da rádio Band News FM. É também autora dos livros "Peregrina de Araque (2011), "Vida Peregrina (2013) e "Tudo tem uma Primeira Vez" (2015), todos publicados pela editora Dublinense. Trabalhou das redações das revistas Época e IstoÉ Gente, dos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil e foi correspondente da BBC na Espanha, onde cursou pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

Instagram
  • “Continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos. Sorriam, pensem em mim. Rezem por mim.” Passeio na janela. Pra ti, Xerife! #bento #companheirodejornada ❤️
  • E que a gente nunca esqueça que a autoestima é o que há de mais divino no ser humano. Pois, quando nada lhe resta, resta-lhe a si mesmo. #sejaluz #sejavoce #sejaleve #sejaforte #sejapositivo #sejafeliz
  • Quem acertar o peso de cada uma (com roupa!) ganha um chope com as duas!! 🍻 #145quilosjuntas
  • Favor manter sempre em mente! 👆🏻
  • Só as gatas! 💅🏻 #miau @marina_tkalil @cami_abbott
  • “Façamos da interrupção um caminho novo. Da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sonho uma ponte, da procura um encontro.” (Fernando Sabino). Estância Dona Genoveva, Bagé, março’19. #tbt