S.O.S Célia Ribeiro

Sábado à noite, fui jantar no meu restaurante predileto: o Lorita, da chef Roberta Horn Gomes. Não vou tentar descrever o cardápio porque, como sempre, estava indescritível de tão bom. O que me chamou atenção fora do universo da gastronomia e bem dentro do universo da etiqueta foi que, em TODAS AS MESAS, as mulheres estavam sentadas de frente para a porta e para os garçons, e os homens, de costas. Como era jantar de Dia dos Namorados, só havia casais no restaurante. E em todas as mesas esta era a disposição.

***

Meu pai sempre me ensinou que devemos deixar os homens sentarem de frente para o garçom. Por motivos óbvios: se alguém tem que chamar o garçom para qualquer coisa e também para pedir a conta, este alguém é o homem.

***

Fui pesquisar sobre etiqueta na internet para ver se meu pai ensinava de acordo com regras ou com a lógica, mas não achei nada sobre isso. Em compensação, encontrei duas versões para se o homem deve entrar no restaurante na frente ou atrás da mulher. Meu pai me ensinou que o homem entra na frente. Na internet há as duas versões como corretas.

***

Pois bem: tenho essas duas dúvidas nessa segunda-feira, e o e-mail da minha amiga Célia Ribeiro. Não termino hoje o dia sem elucidar de vez essa questão.

Compartilhar
Mari Kalil

Mari Kalil

Sou escritora, jornalista, colunista da Band TV e Band News FM e autora dos livros "Peregrina de araque", "Vida peregrina" e "Tudo tem uma primeira vez". Sou gaúcha, nasci em Porto Alegre, vivo em Porto Alegre, mas com os olhos voltados para o mundo. Já morei em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Barcelona. Já fui repórter, editora, colunista. Trabalhei nos jornais Zero Hora, O Estado de S.Paulo e Jornal do Brasil; nas revistas Época e IstoÉ e fui correspondente da BBC na Espanha, onde cursei pós-graduação em roteiro, edição e direção de cinema na Escuela Superior de Imagen y Diseño de Barcelona. O blog Mari Kalil Por Aí é direcionado a todas as mulheres que, como eu, querem descomplicar a vida e ficar por dentro de tudo aquilo que possa trazer bem-estar, felicidade e paz interior. É para se divertir, para entender de moda, de beleza, para conhecer lugares, deliciar-se com boa gastronomia, mas, acima de tudo, para valorizar as pequenas grandes coisas que estão disponíveis ao redor: as coisas simples e boas.

Sem comentários ainda.

Comentar

Seu endereço de email não será publicado

Utilize as tags HTML : <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook

InstagramInstagram did not return a 200.